Transparência Internacional refuta “assédio judicial” da J&F Transparência Internacional refuta “assédio judicial” da J&F
O Antagonista

Transparência Internacional refuta “assédio judicial” da J&F

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 22.12.2023 11:11 comentários
Brasil

Transparência Internacional refuta “assédio judicial” da J&F

A ONG Transparência Internacional refutou nesta sexta-feira, 22, o que chamou de "assédio judicial" da J&F, dos irmãos Wesley e Joesley Batista (foto), no recurso julgado pelo ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), que suspendeu a multa de 10,3 bilhões de reais da empresa...

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 22.12.2023 11:11 comentários 0
Transparência Internacional refuta “assédio judicial” da J&F
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A ONG Transparência Internacional refutou nesta sexta-feira, 22, o que chamou de “assédio judicial” da J&F, dos irmãos Wesley e Joesley Batista (foto), no recurso julgado pelo ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), que suspendeu a multa de 10,3 bilhões de reais da empresa.

Em nota, a organização afirmou que a J&F, representada pela esposa de Dias Toffoli, Roberta Rangel, usa a disseminação de informações erradas sobre a ONG para escapar de sanções criminais e administrativas por grandes esquemas de corrupção sobre os quais confessou tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos.

“A atual conduta da J&F no Brasil revela como a impunidade pode favorecer o comportamento ilícito de uma empresa, especialmente uma com a história de grande corrupção e graves crimes ambientais na Amazônia. A recente suspensão das sanções contra a J&F no Brasil, uma decisão baseada em falsas alegações e tomada por um juiz do mais alto tribunal do país, é profundamente preocupante. Isso levanta preocupações de que o comportamento desonesto da J&F e de sua principal empresa, a JBS, persistirá afetando os direitos das pessoas e o meio ambiente no Brasil e no mundo”, disse o diretor da Transparência Internacional, François Valérian.

“As autoridades brasileiras e internacionais, os investidores e a sociedade civil devem tomar medidas decisivas para evitar isso. A Transparência Internacional não será intimidada e continuará firmemente comprometida com o combate à corrupção no Brasil e no mundo”, acrescentou.

Suspensão da multa bilionária da J&F

Na quarta, 20, Dias Toffoli suspendeu a multa de 10,3 bilhões de reais que a empresa dos irmãos Wesley e Joesley Batista aceitou pagar em acordo de leniência com o Ministério Público Federal.

No despacho, Toffoli concedeu à J&F acesso à íntegra das mensagens apreendidas pela Polícia Federal na operação Spoofing, que trata do vazamento de conversas entre integrantes da Lava Jato.

A companhia dos irmãos sustentou que a Lava Jato agiu “em conluio com a Transparência Internacional” para forçar sua venda de ativos.

O eixo Lula-Joesley-Lewandowski-Toffoli

Enquanto o atual consultor dos irmãos Batista, Ricardo Lewandowski, é cogitado para assumir o Ministério da Justiça e Segurança Pública, Lula facilitou a vida dos clientes do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, aceitando que o consumidor brasileiro pague de 900 reais a 1.080 reais pelo MWh (megawatt-hora) pela energia elétrica que será importada pela Âmbar, braço de energia da J&F Investimentos, da Venezuela.

Documentos revelados na terça-feira, 19, mostram que a Âmbar Energia negociava a compra de energia da Venezuela desde março. O governo brasileiro, no entanto, só mencionou a intenção de comprar energia do país vizinho em maio.

Agora, a empresa de Wesley e Joesley Batista, representada por Lewandowski, é beneficiada também por uma decisão de Dias Toffoli, indicado por Lula.

De volta para o passado

A matéria de capa da nova edição de Crusoé mostra como Lula, Joesley Batista e Dias Toffoli protagonizam a reprise dos piores vícios das gestões petistas

Leia também:

Vamos falar sobre o impeachment de Toffoli?

Esportes

POLÔNIA X ÁUSTRIA: confira os horários e onde assistir ao jogo da EUROCOPA

21.06.2024 11:40 2 minutos de leitura
Visualizar

Mitsubishi oferece modelos queridinhos com bônus de até R$ 25 mil

Visualizar

FGTS: Saque Emergencial para moradores de Petrópolis vítimas das enchentes

Visualizar

Crise no Corinthians: Presidente pede voto de confiança e promete 4 reforços

Visualizar

Lula defende sanção do PL dos cassinos: "Pobre não vai"

Visualizar

Eleições 2024: em João Pessoa, favoritismo do atual prefeito

Visualizar

Tags relacionadas

Dias Toffoli J&F Joesley Batista Josley e Wesley Batista Lava Jato Transparência Internacional
< Notícia Anterior

Crusoé: Vem aí a lista de "mais procurados" brasileira

22.12.2023 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Lula e Dino discutem indulto de Natal no Planalto

22.12.2023 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Mitsubishi oferece modelos queridinhos com bônus de até R$ 25 mil

Mitsubishi oferece modelos queridinhos com bônus de até R$ 25 mil

21.06.2024 11:37 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
FGTS: Saque Emergencial para moradores de Petrópolis vítimas das enchentes

FGTS: Saque Emergencial para moradores de Petrópolis vítimas das enchentes

21.06.2024 11:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Lula defende sanção do PL dos cassinos: "Pobre não vai"

Lula defende sanção do PL dos cassinos: "Pobre não vai"

21.06.2024 11:20 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Eleições 2024: em João Pessoa, favoritismo do atual prefeito

Eleições 2024: em João Pessoa, favoritismo do atual prefeito

21.06.2024 11:11 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.