O Antagonista

Bolsonaro, sobre minuta: “Isso não é golpe”

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 10.02.2024 11:14 comentários
Brasil

Bolsonaro, sobre minuta: “Isso não é golpe”

Ex-presidente nega ter relação com a minuta de decreto de estado de sítio e afirma que papéis eram peça de processo solicitado por defesa

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 10.02.2024 11:14 comentários 2
Bolsonaro, sobre minuta: “Isso não é golpe”
Alan Santos/PR

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL; foto) negou na noite de sexta-feira, 9, ter relação com a minuta de um decreto de estado de sítio. O documento foi apreendido pela Polícia Federal na sede do PL em Brasília.

Em entrevista à TV Record, ele afirmou que os papéis eram peça de um processo solicitado por sua defesa para tomar conhecimento do caso.

“O presidente não decreta estado de sítio. Ouve o Conselho da República e encaminha para o Congresso. Isso não é golpe, disse Bolsonaro.

“Esses papéis que foram encontrados lá pela manhã vazaram e caiu o mundo na minha cabeça de que ali estava a prova do golpe. Rapidamente conversei com os meus advogados e procurei saber como aqueles papéis estavam lá. Eram peças de um processo que o advogado havia conseguido junto ao ministro Alexandre de Moraes, que é o relator daquele outro inquérito. Então, era peça de processo”, acrescentou.

Sobre a reunião ministerial de 5 de julho de 2022, Bolsonaro afirmou que “não vê nada demais” na fala do general Augusto Heleno. O então ministro do Gabinete de Segurança Institucional falou em “virar a mesa” antes das eleições e infiltrar agentes Abin nas campanhas em 2022.

“Em dado momento, o Heleno falou que ia seguir os dois lados, se inteirar dos dois lados. É o trabalho da inteligência dele, que eu não tinha participação nenhuma. Eu raramente usava as inteligências que nós temos. As Forças Armadas, a própria Abin, Polícia Federal. Não vejo nada demais naquilo, afirmou o ex-presidente.

O que Bolsonaro disse na reunião?

Em reunião ministerial realizada em 5 de julho de 2022, o ex-presidente Jair Bolsonaro convocou sua equipe a agir antes das eleições para impedir “um caos no Brasil”.

No vídeo divulgado na sexta, Bolsonaro disse aos ministros que eles não poderiam deixar acontecer o que estava “pintado” e insinuou que a esquerda venceria o pleito mesmo se ele tivesse 80% dos votos.

“Nós sabemos que, se a gente reagir depois das eleições, vai ter um caos no Brasil, vai virar uma grande guerrilha, uma fogueira no Brasil. Agora, alguém tem dúvida que a esquerda, como está indo, vai ganhar as eleições? Não adianta eu ter 80% dos votos. Eles vão ganhar as eleições”, afirmou o ex-presidente.

Todos aqui têm uma inteligência bem acima da média. Todos aqui, como todo povo ali fora, têm algo a perder. Nós não podemos, pessoal, deixar chegar as eleições e acontecer o que está pintado, está pintado. Eu parei de falar em voto imp… e eleições há umas três semanas. Vocês estão vendo agora que… eu acho que chegaram à conclusão. A gente vai ter que fazer alguma coisa antes”, acrescentou.

Em um momento da reunião, Bolsonaro jogou os óculos na mesa e, irritado, incitou os ministros a reagirem.

“Vocês sabem o que está acontecendo. Achando que esses caras estão de brincadeira? ‘Ah, vamos lá…’ Não estão de brincadeira. O que está em jogo é o bem maior que nós temos e contamos aqui na terra, que é a porra da liberdade. Mais claro, impossível. Nós [inaudível] vamos ter que reagir.”

Brasil

Estudantes passam mal após trote com substâncias tóxicas

26.02.2024 14:08 3 minutos de leitura
Visualizar

Mesmo líder, Palmeiras não pode perder clássico contra o São Paulo

Visualizar

Hungria dá sinal verde à entrada da Suécia na Otan

Visualizar

Rayssa Leal e Filipe Toledo são indicados ao Prêmio Laureus 2024

Visualizar

São Paulo tem seis distritos em situação epidêmica de dengue

Visualizar

Jovem promessa "Rubens" luta por titularidade no Atlético-MG!

Visualizar

Tags relacionadas

bolsonaro Heleno minuta do golpe Moraes Polícia Federal
< Notícia Anterior

Perseguição intensa na Via Dutra leva à apreensão de 51 tabletes de maconha pela PRF

10.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Protestos violentos em Senegal após adiamento de eleições presidenciais resultam em morte de estudante

10.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

O Antagonista é um dos principais sites jornalísticos de informação e análise sobre política do Brasil. Sua equipe é composta por jornalistas profissionais, empenhados na divulgação de fatos de interesse público devidamente verificados e no combate às fake news.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (2)

Paulo Pires

2024-02-10 13:09:42

Na verdade, a tentativa de impedir a posse do presidente Janjo não foi adiante porque havia ímpeto, mas não havia uma noção clara de como fazê-lo!


Joaquim Arino Durán

2024-02-10 11:43:26

"Eu raramente uso as inteligências que nós temos"... Uma grande verdade.


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Estudantes passam mal após trote com substâncias tóxicas

Estudantes passam mal após trote com substâncias tóxicas

26.02.2024 14:08 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
São Paulo tem seis distritos em situação epidêmica de dengue

São Paulo tem seis distritos em situação epidêmica de dengue

26.02.2024 13:36 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Partidos da base de Lula tentam anular acordos da Lava Jato

Partidos da base de Lula tentam anular acordos da Lava Jato

26.02.2024 13:26 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: Malafaia, o líder das críticas do bolsonarismo

Crusoé: Malafaia, o líder das críticas do bolsonarismo

26.02.2024 13:18 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.