O Antagonista

Bolsonaro imprimiu “minuta do golpe” por ter problema de visão, diz defesa

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 10.02.2024 08:57 comentários
Brasil

Bolsonaro imprimiu “minuta do golpe” por ter problema de visão, diz defesa

Advogados enviaram a Alexandre de Moraes documento em que cita um problema de visão do ex-presidente para justificar a impressão da minuta

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 10.02.2024 08:57 comentários 3
Bolsonaro imprimiu “minuta do golpe” por ter problema de visão, diz defesa
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

A defesa de Jair Bolsonaro (PL; foto) enviou ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, documento em que cita um problema de visão do ex-presidente para justificar a impressão da “minuta do golpe”.

Os advogados argumentam ainda que Bolsonaro “jamais participou ou mesmo conhecia tais ‘minutas golpistas’”.

“O ex-presidente não tem o costume de fazer a leitura de textos no próprio telefone celular, certamente em razão das dimensões limitadas da tela e a necessidade hodierna de uso de lentes corretivas, razão porque pediu à sua assessoria a impressão do documento em papel”, disseram no comunicado enviado a Moraes na sexta-feira, 9.

A nota afirma ainda que, “tendo tomado conhecimento da existência só e somente por conta da apreensão do telefone do tenente-coronel Mauro Cid, e a partir do acesso que lhe foi legalmente oportunizado por seu advogado constituído na investigação, que identificou tais elementos.”

Na quinta-feira, 8, a Polícia Federal encontrou na sede do PL um documento que defende e anuncia a decretação de um Estado de Sítio e da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no país. Em nota divulgada nesse mesmo dia, a defesa do ex-presidente afirmou que a minuta é apenas uma cópia de documento citado em investigação.

Segundo o comunicado divulgado pela defesa de Bolsonaro, o documento foi encontrado no celular do ex-ajudante de ordens tenente-coronel Mauro Cid, preso em maio.

O ex-presidente então teria solicitado uma cópia citada pelas investigações da PF. Ele a teria recebido de seu advogado, Paulo da Cunha Amador Bueno, por celular em 18 de outubro.

Minuta final

A Polícia Federal encontrou, nos arquivos apreendidos na sede do PL um texto que seria a “minuta final” de um golpe de Estado. Com a leitura e validação do então presidente Jair Bolsonaro, haveria a decretação de um estado de sítio no país.

O documento foi apreendido como parte da Operação Tempus Veritatis, a principal investida contra Bolsonaro e o alto escalão de seu governo pelo planejamento de um golpe de Estado após a derrota nas eleições de 2022.

Os fragmentos indicam que o texto se trata de um discurso que seria lido por Bolsonaro.

Há trechos que se assemelham aos chavões do ex-presidente: “Afinal, diante de todo o exposto, e para assegurar a necessária restauração do Estado Democrático de Direito no Brasil, jogando de forma incondicional dentro das quatro linhas, com base em disposições expressas da Constituição Federal de 1988, declaro o estado de Sítio e, como ato contínuo, decreto operação de garantia da lei e da ordem”, lê-se no último parágrafo.

O objetivo era impedir a diplomação e posse de Lula, revertendo os resultado eleitoral. A operação de hoje levou preso o assessor para assuntos internacionais de Bolsonaro, Filipe G. Martins, além de Valdemar Costa Neto (foto), o presidente do PL, por estar com uma arma sem seu devido registro. Ele também foi pego com ouro de origem ilegal no escritório do PL.

Brasil

Rui Costa avalia que fala de Bolsonaro foi "confissão de crimes praticados"

Wesley Oliveira
26.02.2024 15:06 2 minutos de leitura
Visualizar

TSE define regras para uso da inteligência artificial nas eleições

Visualizar

Grêmio confirma jogo da estreia de Diego Costa

Visualizar

Lula resolveu calar sobre Bolsonaro

Visualizar

“Espero que não leve política ao ofício de julgador”, diz Marco Aurélio sobre Dino

Visualizar

Líderes europeus reunidos em Paris para reforçar apoio à Ucrânia

Visualizar

Tags relacionadas

Alexandre de Moraes bolsonaro golpe minuta minuta do golpe operação STF Tempus Veritatis
< Notícia Anterior

Prefeitura de São Vicente adia Carnaval por causa de confrontos com a polícia

10.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Escândalo de corrupção envolve primeira-dama da Coreia do Sul, Kim Keon Hee

10.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

O Antagonista é um dos principais sites jornalísticos de informação e análise sobre política do Brasil. Sua equipe é composta por jornalistas profissionais, empenhados na divulgação de fatos de interesse público devidamente verificados e no combate às fake news.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (3)

Glauco Nardotto

2024-02-10 21:32:51

É igual ao Kiko. "Estou sego dos olhos. Sego dos olhos "


Nina de Paula Brito de Miranda

2024-02-10 19:51:36

Seus óculos servem para quê?


Paulo Pires

2024-02-10 11:04:36

Parece o Lula sem saber o que estava assinando quando comprou o Triplex.


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Rui Costa avalia que fala de Bolsonaro foi "confissão de crimes praticados"

Rui Costa avalia que fala de Bolsonaro foi "confissão de crimes praticados"

Wesley Oliveira
26.02.2024 15:06 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
TSE define regras para uso da inteligência artificial nas eleições

TSE define regras para uso da inteligência artificial nas eleições

26.02.2024 15:02 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Lula resolveu calar sobre Bolsonaro

Lula resolveu calar sobre Bolsonaro

26.02.2024 14:57 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
“Espero que não leve política ao ofício de julgador”, diz Marco Aurélio sobre Dino

“Espero que não leve política ao ofício de julgador”, diz Marco Aurélio sobre Dino

26.02.2024 14:50 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.