O Antagonista

Protestos violentos em Senegal após adiamento de eleições presidenciais resultam em morte de estudante

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 10.02.2024 11:14 comentários
Mundo

Protestos violentos em Senegal após adiamento de eleições presidenciais resultam em morte de estudante

Violentos protestos irromperam no Senegal após o adiamento das eleições presidenciais, resultando na morte de um estudante.

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 10.02.2024 11:14 comentários 0
Protestos violentos em Senegal após adiamento de eleições presidenciais resultam em morte de estudante
Fonte: REUTERS/Zohra Bensemra

Na cidade de Saint-Louis, no Senegal, um estudante foi morto durante os violentos protestos de sexta-feira contra o adiamento das eleições presidenciais, informou o Ministério do Interior no sábado.

Protestos generalizados acarretam temores de instabilidade política

Choques entre as forças de segurança e os manifestantes eclodiram na capital do Senegal e em outras cidades na sexta-feira, marcando a primeira onda de desordem generalizada em resposta ao adiamento de uma votação que muitos temem poder desencadear uma instabilidade prolongada.

Em um comunicado, o ministério afirmou ter sido notificado sobre a morte do estudante Alpha Yero Tounkara e que a mesma seria investigada. No entanto, negou que suas forças fossem responsáveis pelo ocorrido. “As Forças de Defesa e Segurança não intervieram para manter a ordem no campus universitário onde ocorreu a morte”, afirmou no comunicado.

Ainda não está claro se os protestos irão prosseguir neste sábado. Eventuais confrontos violentos adicionais com as forças de segurança contribuirão para o aumento dos temores relativos ao recuo democrático.

Adiamento das eleições representa ameaça democrática?

Menos de três semanas antes da eleição presidencial de 25 de Fevereiro, o parlamento votou pelo seu adiamento até Dezembro, consolidando uma extensão do mandato do Presidente Macky Sall. Isso tem levantado preocupações sobre se a democracia em uma das últimas regiões da África Ocidental atingida por golpes está sob ameaça.

Sall, que atingiu seu limite constitucional de dois mandatos, argumentou que o adiamento da eleição se devia a disputas que ameaçavam a credibilidade do processo eleitoral. No entanto, parte da oposição denunciou a decisão como um “golpe institucional”.

Os olhos do mundo se voltam agora para o Senegal, aguardando os próximos desdobramentos destes violentos protestos e seus impactos potenciais na estabilidade política do país e na segurança de sua população.

Esportes

Alexandre Pato fala sobre os bastidores da sua saída do São Paulo

28.02.2024 23:00 2 minutos de leitura
Visualizar

Estátua de Daniel Alves é vandalizada em Juazeiro, sua cidade natal

Visualizar

A "epidemia geral" de Barroso

Visualizar

Flamengo considera vender Gabigol para lucrar com o atacante

Visualizar

Lula continua a ecoar o Hamas: “Genocídio”

Visualizar

Atacante Yuri Alberto visita crianças com câncer no GACC

Visualizar

Tags relacionadas

caos eleições morte protestos senegal
< Notícia Anterior

Bolsonaro, sobre minuta: “Isso não é golpe”

10.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Novo concurso público da Companhia Docas do Rio de Janeiro previsto para 2024

10.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Estação Espacial Internacional terá uma mulher na gerência pela primeira vez

Estação Espacial Internacional terá uma mulher na gerência pela primeira vez

28.02.2024 20:14 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Suprema Corte vai julgar caso de imunidade de Trump

Suprema Corte vai julgar caso de imunidade de Trump

28.02.2024 19:28 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Rússia ameaça adotar ação militar caso Suécia entre na OTAN

Rússia ameaça adotar ação militar caso Suécia entre na OTAN

28.02.2024 19:21 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Um morto e dois desaparecidos após problemas em barco de migrantes no Canal da Mancha

Um morto e dois desaparecidos após problemas em barco de migrantes no Canal da Mancha

28.02.2024 18:36 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.