video destaque
09.07.2024

“A nova melhor idade é muito diferente da de tempos passados”

O co-CEO da Pastore Turismo, Rodrigo Pastore, defende que o público acima dos 50 anos de idade atualmente tem muita mais energia que nas gerações passadas, e isso pode significar uma grande oportunidade de negócios. A operadora liderada por ele é uma das que apostou na mudança e está focada em atender esse público. De...

O co-CEO da Pastore Turismo, Rodrigo Pastore, defende que o público acima dos 50 anos de idade atualmente tem muita mais energia que nas gerações passadas, e isso pode significar uma grande oportunidade de negócios.

A operadora liderada por ele é uma das que apostou na mudança e está focada em atender esse público. De acordo com Rodrigo Pastore, essa é uma tendência para o futuro e que deve ser cada vez mais relevante. “Esse público é mais exigente e prefere gastar um pouco mais para ter voos sem escala ou com paradas mais curtas, por exemplo, além de acomodações e restaurantes de ótima qualidade”, destaca.

Essa população deve movimentar mais de 1,6 trilhão de reais no ano e, de acordo com o Censo 2022, esta parcela deve ganhar ainda mais espaço no futuro caso o movimento iniciado nos últimos anos se prolongue.

O índice de envelhecimento (que indica a razão entre o grupo de idosos de 65 anos ou mais de idade em relação à população de 0 a 14 anos), por exemplo, tem aumentado constantemente. Em 2022, este número chegou a 55,2, o que significa que há 55 idosos para cada 100 crianças de 0 a 14 anos.

Esse é um dos assuntos tratados no episódio 21 do Sala Antagonista, que recebeu o co-CEO da Pastore Turismo para uma conversa com o jornalista Rodrigo Oliveira. Embora, o sistema público lute para ajustar benefícios e infraestrutura para atender uma população cada vez mais velha, a iniciativa privada está se reorganizando para criar soluções lucrativas para a nova realidade.

Sala Antagonista

Todas as segundas-feiras, às 20h, no canal do YouTube de O Antagonista, Rodrigo Oliveira apresenta um novo episódio do Sala Antagonista, um bate-papo com personalidades e personagens do mundo dos negócios que estão mudando o panorama econômico nacional.

De onde vieram? Como enfrentaram os fracassos e as dificuldades no caminho? Quando entenderam que deveriam ajustar a rota ou insistir em uma aposta? Qual a ética de trabalho de pessoas e negócios que um dia foram comuns, mas se tornaram expoentes nos mais variados setores? Enfim, um mapa para quem quer entender sobre negócios ou se inspirar para saber como navegar neste universo.

video destaque

“A nova melhor idade é muito diferente da de tempos passados”

O co-CEO da Pastore Turismo, Rodrigo Pastore, defende que o público acima dos 50 anos de idade atualmente tem muita mais energia que nas gerações passadas, e isso pode significar uma grande oportunidade de negócios. A operadora liderada por ele é uma das que apostou na mudança e está focada em atender esse público. De...

O co-CEO da Pastore Turismo, Rodrigo Pastore, defende que o público acima dos 50 anos de idade atualmente tem muita mais energia que nas gerações passadas, e isso pode significar uma grande oportunidade de negócios.

A operadora liderada por ele é uma das que apostou na mudança e está focada em atender esse público. De acordo com Rodrigo Pastore, essa é uma tendência para o futuro e que deve ser cada vez mais relevante. “Esse público é mais exigente e prefere gastar um pouco mais para ter voos sem escala ou com paradas mais curtas, por exemplo, além de acomodações e restaurantes de ótima qualidade”, destaca.

Essa população deve movimentar mais de 1,6 trilhão de reais no ano e, de acordo com o Censo 2022, esta parcela deve ganhar ainda mais espaço no futuro caso o movimento iniciado nos últimos anos se prolongue.

O índice de envelhecimento (que indica a razão entre o grupo de idosos de 65 anos ou mais de idade em relação à população de 0 a 14 anos), por exemplo, tem aumentado constantemente. Em 2022, este número chegou a 55,2, o que significa que há 55 idosos para cada 100 crianças de 0 a 14 anos.

Esse é um dos assuntos tratados no episódio 21 do Sala Antagonista, que recebeu o co-CEO da Pastore Turismo para uma conversa com o jornalista Rodrigo Oliveira. Embora, o sistema público lute para ajustar benefícios e infraestrutura para atender uma população cada vez mais velha, a iniciativa privada está se reorganizando para criar soluções lucrativas para a nova realidade.

Sala Antagonista

Todas as segundas-feiras, às 20h, no canal do YouTube de O Antagonista, Rodrigo Oliveira apresenta um novo episódio do Sala Antagonista, um bate-papo com personalidades e personagens do mundo dos negócios que estão mudando o panorama econômico nacional.

De onde vieram? Como enfrentaram os fracassos e as dificuldades no caminho? Quando entenderam que deveriam ajustar a rota ou insistir em uma aposta? Qual a ética de trabalho de pessoas e negócios que um dia foram comuns, mas se tornaram expoentes nos mais variados setores? Enfim, um mapa para quem quer entender sobre negócios ou se inspirar para saber como navegar neste universo.

Mais lidas

Filmes novos vs filmes antigos 

José Inácio Pilar
Imagem Item
Visualizar notícia

Celso Amorim toma invertidas, nos EUA, ao relativizar ditaduras

Felipe Moura Brasil
Imagem Item
Visualizar notícia

Que tal taxar os memes de Haddad?

Rodolfo Borges
Imagem Item
Visualizar notícia

Michelle Bolsonaro aciona STF contra Gleisi Hoffmann

Imagem Item
Visualizar notícia

Israel bombardeia porto no Iêmen após ataque em Tel Aviv

Imagem Item
Visualizar notícia

Playlists

Antagonista Docs

Antagonista Meeting

Entrevistas

Ilha de Cultura

Latitude

Meio-Dia em Brasília

Narrativas Antagonista com Madeleine Lackso

Papo Antagonista com Felipe Moura Brasil

Ver mais playlists

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.