Após limitar rotativo, Campos Neto tem reunião com a Febraban Após limitar rotativo, Campos Neto tem reunião com a Febraban
O Antagonista

Após limitar rotativo, Campos Neto tem reunião com a Febraban

avatar
Otávio Augusto
2 minutos de leitura 22.12.2023 11:21 comentários
Economia

Após limitar rotativo, Campos Neto tem reunião com a Febraban

Após limitar a cobrança do rotativo do cartão de crédito, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, participa reuniões os presidentes de grandes bancos...

avatar
Otávio Augusto
2 minutos de leitura 22.12.2023 11:21 comentários 0
Após limitar rotativo, Campos Neto tem reunião com a Febraban
Foto: Agência Brasil

Após limitar a cobrança do rotativo do cartão de crédito, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, participa reuniões os presidentes de grandes bancos e e com o presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Isaac Sidney.

Na pauta, assuntos do Sistema Financeiro Nacional. As reuniões ocorrem por videoconferência.

A conversa ocorre após a decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN) de fixar um teto de 100% para as taxas de juros do rotativo do cartão de crédito.

O CMN regulamentou a lei que prevê a adoção de um teto de 100% para os juros do rotativo do cartão de crédito a partir de 2024.

Com isso, partir de 3 de janeiro, os juros cobrados pelos bancos em caso de atraso no pagamento da fatura poderão no máximo dobrar a dívida.

Para ficar claro, se a dívida original for de R$ 100, a dívida, com a cobrança total de juros, ela não poderá ultrapassar o valor de R$ 200.

Em outubro, de acordo com informações do Banco Central, os juros médios cobrados pelos bancos nas operações com cartão de crédito rotativo somaram de 441,1% ao ano.

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou que a limitação é positiva para a população e acaba com uma situação “completamente inapropriada”.

“O importante para a população, que durante muito tempo sofreu com os juros estratosféricos, vai se fazer sentir ano que vem com a nova disciplina. Isso não impede que o cartão de crédito seja aperfeiçoado”, comentou.

Haddad emendou.

“Quando a pessoa se submete a 450% de juros ao ano é porque realmente não está em condições de pagar”, disse Haddad.

Desde o início do ano, o Banco Central, o governo e o Congresso têm atuado para reduzir os juros do rotativo do cartão de crédito.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) tem afirmado que os bancos continuarão buscando alternativas para baixar o juros do rotativo do cartão de crédito.

Mundo

Vancouver em pânico com incêndio misterioso em ponte ferroviária

21.06.2024 10:43 3 minutos de leitura
Visualizar

Chuvas avançam no interior do Rio Grande do Sul nesta 6°feira

Visualizar

CBA anuncia distrato do contrato de venda da Niquelândia

Visualizar

Land Rover e Chery lançam parceria estratégica para produção de veículos elétricos

Visualizar

Imposto de Renda: uma surpresa bilhões para os brasileiros

Visualizar

Príncipe William completa 42 anos com fotos da Família

Visualizar

Tags relacionadas

cartão de crédito Febraban Roberto Campos Neto rotativo
< Notícia Anterior

Lula e Dino discutem indulto de Natal no Planalto

22.12.2023 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Governo publica decreto que estabelece cota em concurso para indígenas

22.12.2023 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Otávio Augusto

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

CBA anuncia distrato do contrato de venda da Niquelândia

CBA anuncia distrato do contrato de venda da Niquelândia

21.06.2024 10:39 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Imposto de Renda: uma surpresa bilhões para os brasileiros

Imposto de Renda: uma surpresa bilhões para os brasileiros

21.06.2024 10:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Bolsa Família: mudanças trazem alívio financeiro para trabalhadores rurais

Bolsa Família: mudanças trazem alívio financeiro para trabalhadores rurais

21.06.2024 10:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
FGTS: entenda a nova regra que pode aumentar seu rendimento

FGTS: entenda a nova regra que pode aumentar seu rendimento

21.06.2024 09:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.