Secretário pede demissão após suspensão de leilão do arroz Secretário pede demissão após suspensão de leilão do arroz
O Antagonista

Secretário pede demissão após suspensão de leilão do arroz

avatar
Wesley Oliveira
3 minutos de leitura 11.06.2024 13:24 comentários
Brasil

Secretário pede demissão após suspensão de leilão do arroz

Neri Geller era secretário de Política Agrícola e foi uma ponte entre Lula e o agronegócio durante a campanha eleitoral de 2022

avatar
Wesley Oliveira
3 minutos de leitura 11.06.2024 13:24 comentários 4
Secretário pede demissão após suspensão de leilão do arroz
Neri Geller | Foto: Paulo Sergio/Câmara dos Deputados

O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, disse, nesta terça-feira, 11, que o secretário de Política Agrícola, Neri Geller, pediu demissão, depois de polêmica envolvendo o leilão de importação de arroz. O anuncio ocorreu após a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) cancelar a compra do grão.

Ex-ministro da Agricultura de Dilma Rousseff, Geller foi uma ponte entre Lula e o agronegócio durante a campanha eleitoral. Antes da decisão de anular o leilão da compra de arroz, o presidente Lula (PT) cobrou de seus auxiliares que os responsáveis pelo edital fossem desligados.

Como mostrou Crusoé, no leilão realizado na última quinta-feira, 6, para a compra de 263,3 mil toneladas de arroz, o governo federal aceitou que um pequeno supermercado, na região central de Macapá, fosse responsável por negociar mais da metade do valor negociado. A Wisley A. de Sousa LTDA, nome empresarial do supermercado “Queijo Minas”, ficaria sob a responsabilidade de entregar 147,3 mil toneladas do grão, em uma transação superior a 736 milhões de reais.

Reação às enchentes no RS

O governo do presidente Lula anunciou a compra de arroz logo após o início das enchentes no Rio Grande do Sul. O estado é responsável por 70% da produção nacional do grão, mas já havia colhido 80% do cereal antes das inundações.

A compra por parte do governo federal gerou diversas críticas e um grupo de parlamentares apresentou um pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Arroz. Além disso, os deputados da oposição protocolaram junto à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma representação para apurar indícios de fraude no certame.

Agora, o governo diz que vai ser feita uma revisão dos mecanismos que foram estabelecidos para leilões com apoio da Advocacia Geral da União (AGU) e da Controladoria Geral da União (CGU).

“Não tem como a gente depositar esse dinheiro público sem ter as reais garantias de que esse leilão, esses contratos posteriores, serão honrados. É por esse motivo, sem gastar até aqui um centavo do dinheiro público, com todo zelo que temos que ter, com clareza jurídica, com a capacidade dessas empresas de honrarem com seus compromissos, que a decisão é anular esse leilão e proceder um novo”, disse o presidente da Conab, Edegar Pretto.

Mundo

ALERTA: Onda de calor deixa mais de 1200 mortos na Arábia Saudita

23.06.2024 19:10 3 minutos de leitura
Visualizar

Dorival confirma escalação para estreia da seleção brasileira

Visualizar

Inteligência artificial estaria tirando empregos nos EUA

Visualizar

IA Claude 3.5 chega como concorrente ao ChatGPT

Visualizar

ONU se reúne com Talibã no Catar e causa polêmicas

Visualizar

Ralf homenageia Chrystian em carta emocionante: "Saudades"

Visualizar

Tags relacionadas

Agricultura Carlos Fávaro conab Importação de arroz Neri Geller
< Notícia Anterior

Crusoé: Após climão na China, Lula tenta por panos quentes na indústria

11.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Google lança ferramentas de segurança para celulares no Brasil

11.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Wesley Oliveira

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (4)

CARLOS ALBERTO BREANCINI

2024-06-11 19:42:26

PRA MIM.... NENHUMA NOVIDADE.......


Carlos Alberto Bolsoni

2024-06-11 16:25:10

Neri Geller, conhecido por inúmerias falcatruas e condenado pela justiça. Um verdadeiro bandoleiro. O filho abriu uma empresa para aproveitar o leilão do tal arroz Tio Lula. Parece que o filho puxou o pai. Lambança pura essa. Aliás, quero chamar a atenção para essa mercearia do Amapá, uma das vencedoras da licitação. Esse é o estado de gente quente, Alcolumbre e Randolfe à frente.


Paulo Pires

2024-06-11 15:58:57

PT SENDO PT!


CLAUDIO NAVES

2024-06-11 14:47:08

Esse é o PT, nada de surpresas


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Ralf homenageia Chrystian em carta emocionante: "Saudades"

Ralf homenageia Chrystian em carta emocionante: "Saudades"

23.06.2024 18:34 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Eliana se despede do SBT, o que muda na emissora?

Eliana se despede do SBT, o que muda na emissora?

23.06.2024 18:32 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
PF apreendeu R$ 170 mil em espécie na casa de desembargador

PF apreendeu R$ 170 mil em espécie na casa de desembargador

23.06.2024 18:31 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Inauguração de Atacadista com promoção leva pânico ao Rio

Inauguração de Atacadista com promoção leva pânico ao Rio

23.06.2024 18:08 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.