O Antagonista

Moro sobre inquérito: “Fantasias confusas de um criminoso condenado”

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 15.01.2024 18:32 comentários
Brasil

Moro sobre inquérito: “Fantasias confusas de um criminoso condenado”

O senador Sergio Moro (União Brasil-PR; foto) se pronunciou publicamente nesta segunda-feira, 15 de janeiro, sobre o inquérito...

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 15.01.2024 18:32 comentários 0
Moro sobre inquérito: “Fantasias confusas de um criminoso condenado”
Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O senador Sergio Moro (União Brasil-PR; foto) se pronunciou publicamente nesta segunda-feira, 15 de janeiro, sobre o inquérito do qual é alvo no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre delação premiada.

Moro descreveu o inquérito como fantasias confusas de um criminoso condenado e sem elementos que as suportem”, em referência a Lula (PT), em postagem no X, antigo Twitter.

Ele também afirmou que a defesa dele não teve acesso ao inquérito, que corre em sigilo.

“Não temo qualquer investigação, pois sempre agi com correção e com base na lei para combater o crime, mas lamento a abertura de inquérito sobre fatos de quase 20 anos atrás e ao qual minha defesa não teve acesso, com base nas fantasias confusas de um criminoso condenado e sem elementos que as suportem”, publicou Moro no X nesta segunda.

Inquérito

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli — que intensificou no fim de 2023 sua cruzada contra a Lava Jato — determinou abertura de inquérito para apurar a conduta do então juiz e atual senador Sérgio Moro em relação a um acordo de colaboração premiada firmado com o ex-deputado estadual Tony Garcia na 13ª Vara Federal de Curitiba, em 2004, dez anos antes do início da força-tarefa anticorrupção.

Em nota enviada a O Antagonista, Moro “informa que sua defesa não teve acesso aos autos e reafirma que não houve qualquer irregularidade no processo de quase vinte anos atrás” e “nega, ademais, os fatos afirmados no fantasioso relato do criminoso Tony Garcia, a começar por sua afirmação de que ‘não cometeu crimes no Consórcio Garibaldi’”.

Datada de 19 de dezembro de 2023, a decisão de Toffoli está sob sigilo e foi obtida por O Antagonista nesta segunda-feira, 15 de janeiro de 2024, dias após a confirmação do ex-ministro do STF Ricardo Lewandowski como ministro da Justiça e Segurança Pública, cargo já ocupado por Moro. Lewandowski e Toffoli haviam sido indicados ao STF em 2006 e 2009, respectivamente, por Lula, que foi condenado por Moro em primeira instância em julho de 2017.

“Lul22”

Toffoli acatou recomendação feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR), após informações prestadas pelo também ex-juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, Eduardo Appio — que assinava como “Lul22” no sistema eletrônico de Justiça, que doou 13 reais à campanha de Lula em 2022, que havia vendido um imóvel subfaturado para o então deputado federal do PT André Vargas (depois condenado por Moro por lavagem de dinheiro em razão da aquisição) e que acabou afastado da 13ª Vara após ter telefonado para o filho de um desembargador do tribunal revisor de suas decisões, passando-se por outra pessoa.

Appio informou à PGR que havia uma tratativa entre Moro e Tony Garcia, que teria sido orientado a gravar integrantes do Poder Judiciário e do Tribunal de Contas do Estado do Paraná. Garcia foi ouvido três vezes por policiais em audiências no STF. O caso também é mantido sob absoluto sigilo.

Toffoli também determinou que a Polícia Federal encaminhe as provas obtidas e que “seja reiterado ofício à Justiça Federal de Curitiba e ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região, requisitando cópia integral de todos os processos envolvendo Antônio Celso Garcia [Tony Garcia]”.

Em setembro do ano passado, Appio remeteu ao STF um suposto acordo entre Tony Garcia e Moro feito ainda em 2004 relacionado às investigações sobre fraudes no extinto Consórcio Nacional Garibaldi, liquidado pela Banco Central em outubro de 1994. Por esse caso, Tony foi condenado e preso preventivamente pela Polícia Federal a pedido do Ministério Público Federal do Paraná.

Mais Lidas

1

De tanto patrulhar humorista, esquerda não consegue mais se defender dos memes

Visualizar notícia
2

Argentina e outros 4 países mostram a Brasil como lidar com Maduro

Visualizar notícia
3

Biden: “De que diabos Trump estava falando?”

Visualizar notícia
4

O apagão mundial explicado

Visualizar notícia
5

Como assessor de Lula traduz ameaças de Maduro

Visualizar notícia
6

Crusoé: Lula e a autodeterminação dos ditadores amigos

Visualizar notícia
7

O circo da eleição americana

Visualizar notícia
8

Brasileira em Israel fala de ataque a Tel Aviv

Visualizar notícia
9

Atirador usou drone sobre local horas antes de atentado a Trump

Visualizar notícia
10

Últimos dias: Concurso Público de Buerarema

Visualizar notícia

Tags relacionadas

Dias Toffoli inquérito Sergio Moro Tony Garcia
< Notícia Anterior

Aumento do ICMS pelo Brasil impactará Inflação em 2024

15.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Enchente destrói casa de idosa e causa desespero em Jardim América, Rio de Janeiro

15.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Expansão e oportunidades na Polícia Civil de Minas Gerais

Expansão e oportunidades na Polícia Civil de Minas Gerais

20.07.2024 07:34 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Previsão do Tempo: Onda de calor no Centro-Oeste do Brasil

Previsão do Tempo: Onda de calor no Centro-Oeste do Brasil

20.07.2024 07:32 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Novo Concurso da Câmara de Macapá AP: Confira todos os detalhes

Novo Concurso da Câmara de Macapá AP: Confira todos os detalhes

20.07.2024 07:07 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Últimos dias: Concurso Público de Buerarema

Últimos dias: Concurso Público de Buerarema

20.07.2024 06:34 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.