Toffoli anula provas da Lava Jato contra Lula do acordo com Odebrecht Toffoli anula provas da Lava Jato contra Lula do acordo com Odebrecht
O Antagonista

Urgente: Toffoli anula provas da Lava Jato contra Lula obtidas em acordo de leniência da Odebrecht

avatar
Wilson Lima
2 minutos de leitura 06.09.2023 09:45 comentários
Brasil

Urgente: Toffoli anula provas da Lava Jato contra Lula obtidas em acordo de leniência da Odebrecht

O ministro do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli decidiu anular todas as provas obtidas contra o presidente Lula na Lava Jato obtidas no acordo de leniência firmado pela Odebrecht...

avatar
Wilson Lima
2 minutos de leitura 06.09.2023 09:45 comentários 10
Urgente: Toffoli anula provas da Lava Jato contra Lula obtidas em acordo de leniência da Odebrecht
Foto: Carlos Moura/SCO/STF.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Antonio Dias Toffoli decidiu anular todas as provas obtidas contra o presidente Lula na Lava Jato obtidas no acordo de leniência firmado pela Odebrecht. A decisão se estende a todas as pessoas condenadas a partir dos elementos obtidos no acordo feito entre a Lava Jato e a empreiteira.

Apesar disso, o ministro do STF não anulou os acordos de leniência em si ou o pagamento de multas obtidas a partir deles.

Toffoli acatou a argumentação da defesa do petista segundo a qual as provas obtidas a partir dos sistemas Drousys e My Web Day B, utilizados pelo departamento de operações da Odebrecht foram produzidas ilegalmente.

Em agosto deste ano, o próprio Toffoli já havia beneficiado o ex-governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral, também com os mesmos argumentos.

Na decisão de hoje, Toffoli também determina que a Polícia Federal apresente, em 10 dias, “o conteúdo integral das mensagens apreendidas na ‘operação spoofing’, de todos anexos e apensos, sem qualquer espécie de cortes ou filtragem” e que o material seja disponibilizado às defesas de Lula e de outros réus condenados com base no acordo de leniência da Odebrecht. Assim, Sergio Cabral também poderá ter acesso ao material.

Toffoli também determina que a 13ª Vara Federal de Curitiba apresente em dez dias “o conteúdo integral de todos os documentos, anexos, apensos e expedientes relacionados ao Acordo de Leniência da Odebrecht, inclusive no que se refere a documentos recebidos do exterior, por vias oficiais ou não, bem como documentos, vídeos e áudios relacionados às tratativas”.

A Advocacia Geral da União (AGU) vai abrir processos administrativos contra os procuradores da Lava Jato e contra o ex-juiz e atual senador Sergio Moro (União-PR), em cumprimento à decisão do ministro Dias Toffoli.

Mundo

Uso de bicicletas em Paris ultrapassa uso de carros

16.04.2024 20:05 3 minutos de leitura
Visualizar

EUA diz que China financia crise de fentanil americana

Visualizar

Gilmar Rinaldi x Neto: ex-goleiro expõe mágoa com apresentador

Visualizar

TSE adia julgamento de cassação de senador Jorge Seif

Visualizar

Empresário Rodrigo Carvalheira é indiciado por estupro

Visualizar

Senado aprova PEC das drogas; texto vai à Câmara

Wesley Oliveira Visualizar

Tags relacionadas

Dias Toffoli Lava Jato Lula STF
< Notícia Anterior

Jarbas Vasconcelos renuncia ao cargo no Senado

06.09.2023 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Leia na íntegra a decisão de Toffoli que anulou provas contra Lula

06.09.2023 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Wilson Lima

Wilson Lima é jornalista formado pela Universidade Federal do Maranhão. Trabalhou em veículos como Agência Estado, Portal iG, Congresso em Foco, Gazeta do Povo e IstoÉ. Acompanha o poder em Brasília desde 2012, tendo participado das coberturas do julgamento do mensalão, da operação Lava Jato e do impeachment de Dilma Rousseff. Em 2019, revelou a compra de lagostas por ministros do STF.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (10)

Wanderlei Lopes De Lima

2023-09-06 15:15:06

Viva a corrupção!!! O stf valida as quadrilhas de corruptos.


Maria Elisete pedroso briao

2023-09-06 14:28:21

Tenho vergonha e asco desse STF lulista e sem vergonha


Paulo Márcio Falconi Camargos

2023-09-06 14:27:28

Quando o dinheiro da corrupção será devolvido aos corruptos?


AEC

2023-09-06 13:46:58

Salta aos olhos a canalhice do supremo!


Noely Fischer

2023-09-06 13:18:29

Hora do povo na rua, e varrer o lixo tóxico dos poderes.


Nina de Paula Brito de Miranda

2023-09-06 12:58:39

As decisões do STF viraram motivo de piada. Ministros e suas argumentações, consistentes como gelatina, servem para produção de memes. A autoridade do judiciário, fundamentada na legislação, é poeira do passado.


Claudio Arraez

2023-09-06 12:47:47

Não completou a tarefa, falta um nessa história!! O ex-chefe dele!! É só uma questão de tempo!!! VERGONHOSO!!!


Gilberto Rodrigues Mendes

2023-09-06 12:18:35

Todas as delações foram HOMOLOGADAS pela LATA de LIXO.


Gilberto Rodrigues Mendes

2023-09-06 12:18:01

Senado Federal FRACO é isso, Brasil sem futuro e SEM moral.


Luis Eduardo Rezende Caracik

2023-09-06 12:15:40

Este é o tipo de decisão que deveria ser tomada pelo plenário do STF, e não por decisão de um único ministro. A decisão seria mais consistente, seja ela qual for, e mais assimilável pela sociedade e pelos juristas em geral.


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

TSE adia julgamento de cassação de senador Jorge Seif

TSE adia julgamento de cassação de senador Jorge Seif

16.04.2024 19:53 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Empresário Rodrigo Carvalheira é indiciado por estupro

Empresário Rodrigo Carvalheira é indiciado por estupro

16.04.2024 19:41 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Senado aprova PEC das drogas; texto vai à Câmara

Senado aprova PEC das drogas; texto vai à Câmara

Wesley Oliveira
16.04.2024 19:40 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Lira abre a porteira para a oposição

Lira abre a porteira para a oposição

16.04.2024 19:37 5 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.