Lira abre a porteira para a oposição Lira abre a porteira para a oposição
O Antagonista

Lira abre a porteira para a oposição

avatar
Redação O Antagonista
5 minutos de leitura 16.04.2024 19:37 comentários
Brasil

Lira abre a porteira para a oposição

Lira disse que vai autorizar a criação de 5 Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) e um Grupo de Trabalho (GT) solicitados pela oposição

avatar
Redação O Antagonista
5 minutos de leitura 16.04.2024 19:37 comentários 0
Lira abre a porteira para a oposição
Foto: Mario Agra / Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL/foto), revelou em uma reunião com líderes partidários que a Casa Legislativa está pronta para atender uma série de solicitações feitas pela oposição. Entre as medidas mencionadas estão a criação de cinco Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) e um Grupo de Trabalho (GT) encarregado de elaborar uma proposta para enfrentar operações judiciais contra deputados.

De acordo com o regimento interno da Câmara, o número máximo de CPIs em funcionamento simultâneo é justamente cinco. Dentre os requerimentos que possuem o número necessário de assinaturas, estão comissões que pretendem investigar o tráfico infantil e a exploração sexual, o avanço do crack, o crime organizado, o abuso de autoridade do Judiciário, as passagens promocionais, as concessionárias de energia Ambar Energia e Karpowership no Brasil e as concessionárias de distribuição de energia elétrica, além dos pedidos relacionados à conexão de Micro e Minigeração Distribuída.

Ainda não foi definido quais CPIs serão instaladas. A ideia é que os líderes partidários cheguem a um acordo e apresentem uma lista ao presidente da Câmara.

Ainda não decidimos. Ele quer ver se há acordo“, afirmou a líder da minoria na Câmara, Bia Kicis.

Lira x governo

Algumas dessas comissões têm potencial para prejudicar o governo, como aquelas que investigam a crise na segurança pública e na distribuição de energia.

Segundo reportagem do O Globo, Lira também anunciou que haverá uma audiência pública no plenário da Câmara com os jornalistas Michael Shellenberger e Glenn Greenwald, com o objetivo de debater o papel das redes sociais. Esse tema tem sido utilizado pelo empresário Elon Musk, proprietário da X, como uma forma de atacar o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes.

Padilha incompetente

A reunião de Lira com os deputados ocorre em um contexto em que o presidente da Câmara e o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, não estão se comunicando. Na semana passada, a tensão aumentou e o presidente da Câmara chegou a chamar Padilha de incompetente e desafeto pessoal.

Além disso, nesta terça-feira, 16, Cesar Lira, primo do deputado do PP, foi retirado do cargo de superintendente do Incra em Alagoas.

Retaliação

A iniciativa de priorizar as demandas da oposição foi interpretada pelos líderes da base do governo como uma forma de retaliar o Poder Executivo.

Segundo relatos de líderes presentes na reunião, Lira também reclamou do fato de o governo ter retirado a urgência do projeto de lei que regulamenta o processo de falências.

O projeto foi elaborado pelo Ministério da Fazenda, liderado por Fernando Haddad, mas sofreu alterações na Câmara, onde foi relatado pela deputada Dani Cunha (União-RJ), que deixou o texto com mais poderes para os credores em vez da Justiça.

Essa iniciativa estava tramitando em regime de urgência no Congresso, o que a colocaria à frente de outras propostas, mas o tratamento especial foi retirado pelo governo, que deseja discutir melhor no Senado e ajustar a iniciativa. O Executivo ficou preocupado em ter um maior controle sobre o rumo do texto, e o relator no Senado é o líder do governo, Jaques Wagner (PT-BA).

Partidos governistas ao lado de Lira

Por outro lado, aliados de Lira afirmam que algumas das demandas anunciadas contaram com o apoio de partidos governistas, como o PT e o MDB, disse o jornal paulistano. O presidente da Câmara avalia que recebeu a aprovação das duas legendas para criar um GT que visa elaborar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que reforçaria as prerrogativas dos parlamentares em relação a operações judiciais.

Uma reação da Câmara ganhou impulso após a prisão do deputado Chiquinho Brazão (Sem partido-RJ), acusado de ser mandante do assassinato da vereadora Marielle Franco, e após operações de busca e apreensão contra os deputados Alexandre Ramagem (PL-RJ) e Carlos Jordy (PL-RJ). Ramagem está sendo investigado por suspeita de uso indevido da Agência Brasileira de Inteligência para monitoramento e Jordy está envolvido em suspeitas de incitar atos antidemocráticos.

Além disso, os deputados estão trabalhando para derrubar os vetos do governo, como aquele que reduziu em R$ 5,6 bilhões as emendas parlamentares de comissão, o que inviabilizou um cronograma de liberação desses recursos indicados pelos congressistas, e aquele que impediu o ponto central do projeto que limita as saídas temporárias dos presos.

Esportes

Zubeldía pode deixar o São Paulo rumo a seleção argentina

29.05.2024 14:00 3 minutos de leitura
Visualizar

Daniel Alves consegue primeiro cliente em sua nova empresa

Visualizar

Pessoa morre sugada por turbina de avião em Amsterdã

Visualizar

Flamengo negocia com Thiago Alcântara, ex-Liverpool

Visualizar

Crusoé: Toffoli, o ministro mais mal avaliado do STF

Visualizar

Carlo Ancelotti anuncia que irá se aposentar no Real Madrid

Visualizar

Tags relacionadas

Alexandre Padilha Arhur Lira Congresso Nacional CPIs Elon Musk GTS Lula X (antigo Twitter)
< Notícia Anterior

Enel anuncia investimento bilionário em meio a crise

16.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Risco fiscal leva juros às alturas e dólar ao maior nível em um ano

16.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Crusoé: Toffoli, o ministro mais mal avaliado do STF

Crusoé: Toffoli, o ministro mais mal avaliado do STF

29.05.2024 13:18 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Senado aprova reajustes salariais para servidores

Senado aprova reajustes salariais para servidores

29.05.2024 13:03 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Bebê nasce com dentes em Campo Grande e surpreende médicos

Bebê nasce com dentes em Campo Grande e surpreende médicos

29.05.2024 12:58 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Governo libera R$ 15 bilhões em linhas de financiamento para empresas do RS

Governo libera R$ 15 bilhões em linhas de financiamento para empresas do RS

Wesley Oliveira
29.05.2024 12:46 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.