Risco fiscal leva juros às alturas e dólar ao maior nível em um ano Risco fiscal leva juros às alturas e dólar ao maior nível em um ano
O Antagonista

Risco fiscal leva juros às alturas e dólar ao maior nível em um ano

avatar
Rodrigo Oliveira
2 minutos de leitura 16.04.2024 19:40 comentários
Economia

Risco fiscal leva juros às alturas e dólar ao maior nível em um ano

Aversão ao risco levou precificação da Selic para acima de 10,25% ao ano e dólar ao maior patamar desde março do ano passado

avatar
Rodrigo Oliveira
2 minutos de leitura 16.04.2024 19:40 comentários 0
Risco fiscal leva juros às alturas e dólar ao maior nível em um ano
Foto: Pixabay

O abandono das metas fiscais programadas para os próximos dois anos pelo governo levou as expectativas sobre juros a atingirem novos patamares nesta terça-feira, 16. A aversão à risco provocada pelo afrouxamento com a responsabilidade fiscal fez com que as taxas subissem ao longo de toda a curva em até 36 pontos base.

O movimento levou a precificação dos investidores para a Selic terminal (o patamar em que o Banco Central deve encerrar o ciclo de cortes) a 10,25% ao ano. Isso significa que para os agentes de mercado, o BC só terá espaço para mais dois cortes de 0,25 ponto percentual na taxa básica de juros até o fim do ano.

O governo apresentou na segunda-feira, 15, o PLDO (Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias) 2025 encaminhado ao Congresso Nacional com o novo objetivo para as contas públicas no próximo ano, que passou do prometido superávit de 0,5% do PIB (Produto Interno Bruto) para déficit zero no ano que vem.

Mas a revisão não ocorreu somente na meta para o próximo ano. Para 2026, o governo trocou de um superávit de 1% do PIB para 0,25%. A notícia abalou os agentes econômicos e surpreendeu o mercado financeiro, que, embora, contasse com alguma mudança, não anteviu a magnitude do movimento.

Com isso, o dólar também respondeu à aversão ao risco no mercado financeiro e fechou perto da máxima do dia, em alta de 1,88%, cotado a 5,28 reais. Esse é o maior patamar para a divisa americana desde março do ano passado.

O Ibovespa, principal índice acionário brasileiro, encerrou as negociações em queda de 0,75%, aos 124,4 mil pontos, com apenas 16 das 86 ações que compõem o indicador em alta. Do lado negativo, as principais detratoras do índice foram as ações da Vale (-0,89%), Raia Drogasil (-3,74%) e Itaú (-0,75%). Na ponta oposta, WEG (+3%), Petrobras (0,46% PN; 0,49% ON) e Embraer (1,08%) foram as contribuições mais importantes.

Brasil

Discurso do STF de defesa da democracia não colou

29.05.2024 15:18 3 minutos de leitura
Visualizar

Senado quer discutir "jabutis" no PL que taxa as blusinhas

Wesley Oliveira Visualizar

Crusoé: De quem é a culpa pelo aumento do preço do arroz

Visualizar

Israel conquista Corredor Filadélfia e isola Hamas

Visualizar

Oficial: Vincent Kompany é o novo técnico do Bayern de Munique

Visualizar

Onde assistir São Paulo x Talleres: confira detalhes da partida

Visualizar

< Notícia Anterior

Lira abre a porteira para a oposição

16.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Senado aprova PEC das drogas; texto vai à Câmara

16.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Rodrigo Oliveira

Jornalista pela UnB (Universidade de Brasília), pós-graduado em Marketing &amp; Mídias Digitais pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) e especializado em finanças e negócios. É Analista de Valores Mobiliários (CNPI) certificado pela Apimec (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais) com quatro anos de experiência profissional no mercado financeiro.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Saque-Aniversário FGTS 2024: novidades e impactos das mudanças

Saque-Aniversário FGTS 2024: novidades e impactos das mudanças

29.05.2024 12:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Grupo Mateus busca atacarejo nordestino

Grupo Mateus busca atacarejo nordestino

29.05.2024 11:48 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Carteira de Trabalho Digital: modernize seu acesso a direitos

Carteira de Trabalho Digital: modernize seu acesso a direitos

29.05.2024 11:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
MEIs: prazo final para declaração anual é 31 de Maio, evite multas

MEIs: prazo final para declaração anual é 31 de Maio, evite multas

29.05.2024 11:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.