Deputado cobra Silvio Almeida após acusação de exploração infantil na ilha de Marajó Deputado cobra Silvio Almeida após acusação de exploração infantil na ilha de Marajó
O Antagonista

Deputado cobra Silvio Almeida após acusação de exploração infantil na ilha de Marajó

avatar
Wesley Oliveira
3 minutos de leitura 22.02.2024 17:39 comentários
Brasil

Deputado cobra Silvio Almeida após acusação de exploração infantil na ilha de Marajó

O deputado Josenildo Abrantes (PDT-AP) protocolou um requerimento de informações junto ao Ministério dos Direitos Humanos para cobrar explicações sobre denúncias de exploração sexual na ilha

avatar
Wesley Oliveira
3 minutos de leitura 22.02.2024 17:39 comentários 0
Deputado cobra Silvio Almeida após acusação de exploração infantil na ilha de Marajó
Ilha de Marajó | Foto: Foto: Marcelo Lelis / Ag. Pará

O deputado Josenildo Abrantes (PDT-AP) protocolou um requerimento de informações junto ao Ministério dos Direitos Humanos para cobrar explicações sobre denúncias de exploração sexual na Ilha de Marajó, no Pará. O documento foi endereçado ao ministro Silvio Almeida.

“A gravidade dessa situação requer ação imediata e incisiva por parte deste ministério. Diante desse contexto, solicito encarecidamente que inicie imediata investigação junto com os outros órgãos competentes, estabeleça ações preventivas e educativas, visando combater a exploração sexual infantil na região, e assegurar o apoio integral às vítimas, com a devida proteção de seus direitos”, argumenta o deputado.

Acusações de exploração sexual infantil na Ilha de Marajó voltaram a repercutir nas redes sociais nos últimos dias, após a cantora paraense

Aymeê denunciar a situação, novamente, em um reality show gospel chamado Dom Reality. Na apresentação, a cantora criticou a apatia da população brasileira diante da calamidade pública que denunciou.

“Jesus me fala que às vezes nós, cristãos, terceirizamos muito para o governo o que é de responsabilidade nossa, como cristãos”, concluiu a jovem cantora.

Aymeê não é a primeira pessoa a falar publicarmente da situação na Ilha de Marajó, região com 12 municípios e cerca de 500 mil habitantes. Em 2006, a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados abriu uma investigação para apurar o assunto.

À época, documentos revelaram o envolvimento de políticos locais nos casos, com aliciadores levando crianças para se prostituirem em Belém e na Guiana Francesa. Muitos municípios da região convivem com a pobreza e a miséria, um deles, inclusive, tem o pior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil.

Damares fez denúncia sobre a Ilha de Marajó

Em 2022, a senadora Damares Alves (Republicanos-DF), ex-ministra da Mulher, Família e dos Direitos Humanos, denunciou a exploração na ilha durante um culto evangélico. Damares chegou a dizer que crianças na região teriam dentes removidos para facilitar abusos sexuais.

A fala da ministra, na época, gerou polêmicas. Autoridades do Pará, incluindo o Ministério Público, pediram que Damares fonercesse provas do que estava falando, mas estas não foram enviadas. Após isso, 19 procuradores da República solicitaram uma ação civil pública contra a ministra.

Damares e a União chegaram a ser solicitadas para indenizarem a população do Arquipelágo de Marajó (PA) em R$ 5 milhões por ter disseminado informações falsas. 

Brasil

José Dirceu rotula Governo Lula como centro-direita

22.04.2024 14:30 3 minutos de leitura
Visualizar

Moraes quer ouvir X sobre alegações da PF

Visualizar

UE eleva sanções ao Irã por ataques a Israel

Visualizar

Lewandowski quer mais poder da União na segurança pública

Wesley Oliveira Visualizar

Onde assistir Farense x Benfica: confira detalhes da partida

Visualizar

Crusoé: Primeiro dia de julgamento de Donald Trump começa com depoimentos

Visualizar

Tags relacionadas

Damares Alves exploração sexual infantil ilha de Marajó Silvio Almeida
< Notícia Anterior

Blinken afaga Lula, após crítica dos EUA: "Algo que amigos fazem"

22.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Apple é condenada na justiça do RJ por vender Iphone sem carregador

22.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Wesley Oliveira

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

José Dirceu rotula Governo Lula como centro-direita

José Dirceu rotula Governo Lula como centro-direita

22.04.2024 14:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Moraes quer ouvir X sobre alegações da PF

Moraes quer ouvir X sobre alegações da PF

22.04.2024 14:24 1 minuto de leitura
Visualizar notícia
Lewandowski quer mais poder da União na segurança pública

Lewandowski quer mais poder da União na segurança pública

Wesley Oliveira
22.04.2024 14:06 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Brasil vai passar por nova onda de calor

Brasil vai passar por nova onda de calor

22.04.2024 13:47 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.