O Antagonista

Presidente da Guiana cobra ajuda do Brasil contra Venezuela

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 06.12.2023 17:03 comentários
Mundo

Presidente da Guiana cobra ajuda do Brasil contra Venezuela

O presidente da Guiana, Irfaan Ali, expressou sua esperança de que o Brasil assuma um papel de liderança na manutenção da paz na América do Sul. Ali fez esse comentário após o governo venezuelano realizar um referendo sobre a anexação de dois terços do território guianês...

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 06.12.2023 17:03 comentários 0
Presidente da Guiana cobra ajuda do Brasil contra Venezuela
Foto: via Wikimedia Commons

O presidente da Guiana, Irfaan Ali, expressou sua esperança de que o Brasil assuma um papel de liderança na manutenção da paz na América do Sul. Ali fez esse comentário após o governo venezuelano realizar um referendo sobre a anexação de dois terços do território guianês.

Durante entrevista à GloboNews, Ali enfatizou o desejo da Guiana de que a região permaneça como um local de paz e estabilidade.

Nós esperamos que o Brasil tenha um papel de liderança, um papel significativo em garantir que essa região se mantenha. O que a Guiana quer, a única ambição da Guiana é que essa região se mantenha uma região de paz e estabilidade, onde todos nós podemos coexistir em harmonia“, disse Ali.

Ali revelou que teve uma conversa com o presidente Lula antes do referendo e destacou as medidas tomadas pelo governo brasileiro para proteger seu território.

O Brasil tem uma boa relação conosco também e nós esperamos que a Venezuela aja com princípio. Nós conversamos com o presidente Lula e com o ministro do exterior (Mauro Vieira) e os dois garantiram que a Venezuela estará do lado certo da lei (…). Então, nós temos confiança de que o Brasil vai agir de maneira responsável, de maneira que seja condizente de um país que mostra maturidade e liderança”, ressaltou o presidente da Guiana.

Risco de conflito armado na fronteira com o Brasil

A situação entre Venezuela e Guiana tem gerado preocupações quanto à possibilidade de uma invasão militar. No entanto, o presidente Ali afirmou que a Venezuela é imprevisível, indicando que a probabilidade de uma invasão não pode ser descartada.

O presidente guianês expressou preocupação com a imprevisibilidade da Venezuela quando questionado sobre a possibilidade de uma invasão militar por parte do país vizinho.

De acordo com Ali, a atitude da Venezuela em desconsiderar a ordem internacional e a decisão da Corte envia uma mensagem clara de que eles não estão preocupados com as regras estabelecidas. Diante disso, ele enfatizou a importância de adotar uma postura cautelosa e garantir que todos os sistemas estejam preparados para qualquer eventualidade, já que não há um comportamento racional por parte do país vizinho.

Durante a entrevista, Irfaan Ali também abordou a cooperação entre a Guiana, os Estados Unidos e a Organização das Nações Unidas (ONU), além de mencionar a existência de reservas de petróleo no território disputado pela Venezuela.

O referendo ocorrido no último domingo, 3, foi marcado pela aprovação da proposta do governo venezuelano para criar um novo estado em Essequibo, região atualmente controlada pela Guiana. Segundo o governo venezuelano, mais de 95% dos eleitores votaram favoravelmente à questão, uma das cinco elaboradas na consulta pública.

Mais Lidas

1

TSE vai endossar farsa eleitoral de Maduro por Lula?

Visualizar notícia
2

É tudo culpa da Casa Civil

Visualizar notícia
3

Luiz Inácio “biruta de aeroporto” da Silva

Visualizar notícia
4

Se a ideologia woke fosse uma pessoa, seria Kamala Harris

Visualizar notícia
5

Inspirado por Biden, Datena ensaia ‘datenar’

Visualizar notícia
6

"Democratas colhem o que plantaram"

Visualizar notícia
7

Atletas zombam da falta de conforto na Vila Olímpica

Visualizar notícia
8

Kamala Harris recusa convite para presidir sessão com Netanyahu

Visualizar notícia
9

Celso Amorim é mais que “observador” da farsa eleitoral de Maduro

Visualizar notícia
10

Censura na EBC na mira da Câmara

Visualizar notícia

Tags relacionadas

Guiana Lula Mohamed Irfaan Ali Nicolás Maduro Venezuela
< Notícia Anterior

Avião da FAB para repatriar brasileiros em Gaza decola nesta quinta, 7/12

06.12.2023 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Ataque em Paris: foi "pela perseguição aos muçulmanos"

06.12.2023 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

"Israel está prestes a descobrir quão revoltante a esquerda democrata se tornou"

"Israel está prestes a descobrir quão revoltante a esquerda democrata se tornou"

Alexandre Borges
23.07.2024 11:42 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: Radicalismo de Kamala é obstáculo nos EUA que decidirão eleição

Crusoé: Radicalismo de Kamala é obstáculo nos EUA que decidirão eleição

23.07.2024 11:39 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Calor impacta funções cognitivas e emoções, mostram pesquisas

Calor impacta funções cognitivas e emoções, mostram pesquisas

23.07.2024 11:04 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Sobrenomes que podem pedir cidadania italiana

Sobrenomes que podem pedir cidadania italiana

23.07.2024 10:17 4 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.