O Antagonista

Escolas da UNRWA em Jerusalém incitam ódio aos judeus

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 04.02.2024 09:09 comentários
Mundo

Escolas da UNRWA em Jerusalém incitam ódio aos judeus

Há pelo menos quatro escolas da agência da ONU na região; como em Gaza, alunos estudam com base em livros que incitam o ódio contra os judeus

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 04.02.2024 09:09 comentários 7
Escolas da UNRWA em Jerusalém incitam ódio aos judeus
Foto: UNRWA Palestina

Reportagem publicada neste domingo, 4, no jornal The Jerusalem Post mostra que a administração municipal de educação de Jerusalém não possui informações atualizadas sobre as instituições de ensino árabes privadas da cidade. Segundo a reportagem, há pelo menos quatro escolas da UNRWA na região.

Mais de 15 mil estudantes árabes de Jerusalém (aproximadamente 13% de todos os estudantes de Jerusalém Oriental) estão matriculados em instituições de ensino que operam sem licença e não são supervisionadas pelo Estado.

Assim como em Gaza, esses alunos estudam com base em livros que incitam o ódio contra o Estado de Israel e contra os judeus.

Um exemplo citado na reportagem é de um problema de matemática apresentado em um livro usado pela UNRWA: “Você tem 10 judeus, matou dois, quantos judeus restaram para matar?”.

Após a publicação da reportagem, o vice-prefeito de Jerusalém, Arieh King, divulgou um comunicado aos moradores dizendo que começou a promover a remoção da UNRWA da cidade.

“Não deixarei que Jerusalém se torne Gaza!”, diz a nota.

Afirmou ainda que ordenou a desocupação do terreno onde está localizada uma das escolas da UNRWA.

Países suspendem financiamento da UNRWA

A suspensão do financiamento à Agência das Nações Unidas para Assistência aos Refugiados da Palestina no Oriente Próximo (UNRWA) por parte de vários países ocorreu após o escândalo do envolvimento direto de funcionários da agência com os ataques terroristas do Hamas em 7 de outubro.

A decisão, que compromete a própria existência da entidade, segue o depoimento de Hillel Neuer, diretor da UN Watch, ao Comitê de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados dos EUA em 30 de janeiro de 2024. 

Neuer apresentou evidências de que aproximadamente 10% dos 13.000 funcionários da UNRWA estavam associados a grupos terroristas, como Hamas e Jihad Islâmica, e que pelo menos 12 deles participaram diretamente do Massacre de 7 de outubro.

Mundo

Silvio Almeida acusa Israel de "apartheid" na ONU

26.02.2024 15:46 3 minutos de leitura
Visualizar

PSDB à deriva em São Paulo

Visualizar

"Estimativa de público tem caráter técnico", diz PM após ruídos

Visualizar

Mais um candidato à cadeira de Sergio Moro

Visualizar

Deputado quer proibir a instalação de sessões eleitorais em sedes de sindicatos

Visualizar

Os reféns voluntários da polarização  

Carlos Graieb Visualizar

Tags relacionadas

Gaza guerra Israel Jerusalém judeus ódio Palestina UNRWA
< Notícia Anterior

Supercopa do Brasil: Palmeiras e São Paulo se enfrentam hoje em grande final

04.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Ministério das Comunicações barra TV PT

04.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

O Antagonista é um dos principais sites jornalísticos de informação e análise sobre política do Brasil. Sua equipe é composta por jornalistas profissionais, empenhados na divulgação de fatos de interesse público devidamente verificados e no combate às fake news.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (7)

Caetano Da Rocha Braga

2024-02-04 10:57:51

Organização abominável!!!


Marcia Elizabeth Brunetti

2024-02-04 10:56:17

Já tive oportunidade de ver vídeos de aulas e estudantes. Às vezes crianças de 7 ou 8 anos de idade gritando palavras de violência como os integrantes do Hamas. Absolutamente horrível. E se baseiam sobretudo no Alcorão. que Deus é esse que eles conhecem?


Reca

2024-02-04 10:30:15

Que sentimento horrendo de ódio contra um povo! A ONU se mostrou igual ao Brasil - não fiscaliza NADA onde despeja o dinheiro das pessoas. Ambos não estão nem aí...


Marian

2024-02-04 10:25:23

Doutrinação antissemita, racista.


Antônio Carcos Zamith Junior

2024-02-04 10:12:27

ONU nem ligava para isso. Só que o primier de Israel fez pior


Neia De Lazzari

2024-02-04 09:55:18

Que tragédia 🖤😢 esse enunciado do problema de matemática é inacreditável 😢🖤😢


EUD

2024-02-04 09:30:27

Exemplos Típicos De Escola COM Partido !!!!!!


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Silvio Almeida acusa Israel de "apartheid" na ONU

Silvio Almeida acusa Israel de "apartheid" na ONU

26.02.2024 15:46 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Líderes europeus reunidos em Paris para reforçar apoio à Ucrânia

Líderes europeus reunidos em Paris para reforçar apoio à Ucrânia

26.02.2024 14:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Hungria dá sinal verde à entrada da Suécia na Otan

Hungria dá sinal verde à entrada da Suécia na Otan

26.02.2024 13:57 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Startup aposta em criação de insetos para combater mudanças climáticas

Startup aposta em criação de insetos para combater mudanças climáticas

26.02.2024 13:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.