O Antagonista

Crusoé: mais uma democracia africana em rota de colisão

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 05.02.2024 12:35 comentários
Mundo

Crusoé: mais uma democracia africana em rota de colisão

Uma das principais economias da região, o Senegal adiou suas eleições e agora está ao lado dos vizinhos como possível barril de pólvora

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 05.02.2024 12:35 comentários 1
Crusoé: mais uma democracia africana em rota de colisão
Foto: Macky Sall via Instagram

O presidente de Senegal, Macky Sall (foto), no principal cargo do país há 12 anos, anunciou neste final de semana que o país irá adiar indefinidamente as eleições que escolherão seu sucessor. A decisão levou o país a uma onda de protestos e colocou uma das democracias mais estáveis da África em xeque— em um momento em que três países da região já vivem sob regimes de exceção.

A decisão do atual presidente veio em uma estratégia arriscada sua envolvendo Karim Wade, filho de um ex-presidente e um dos 20 candidatos presidenciais nas urnas. Ele, um dos favoritos na disputa, foi impedido de participar pela Justiça por possuir, ao mesmo tempo, cidadanias senegalesa e francesa.

Wade, que é filho de Abdoulaye Wade, antecessor de Macky Sall, chamou a alegação de “escandalosa” e recorreu da decisão, alegando que já renunciou ao seu título francês. A surpresa foi o apoio de Macky Sall ao caso — e, até que a justiça decida o caso de Karim Wade, as eleições estão suspensas e o atual presidente permanece no cargo.

No pronunciamento à nação, Macky Sall declarou que “essas condições conturbadas poderiam prejudicar gravemente” a eleição e que o país terá “um diálogo nacional aberto… para criar as condições para uma eleição livre, transparente e inclusiva em um Senegal pacífico e reconciliado.”

Não parece ter funcionado muito bem: um candidato da oposição acusou o presidente de tentar um golpe. Um ex-prefeito da capital, Dakar, instou os insatisfeitos a irem às ruas, o que causou confrontos com a polícia. A União Africana, principal organização de nações do continente, disse “encorajar vivamente todas as forças políticas e sociais” , para manter o “modelo democrático” senegalês.

Leia mais aqui; assine Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Leia também: Bloco de países africanos diminui — e a Rússia só tem a agradecer

Brasil

Homem de 43 anos morre após descarga elétrica em Lagoa Grande

05.03.2024 08:59 2 minutos de leitura
Visualizar

Gerente de hotel na Índia é preso após servir gelo seco como refresco de boca a clientes

Visualizar

Agência da ONU em Gaza “está infestada de terroristas”

Visualizar

Relatório da ONU expõe crimes sexuais e torturas em série do Hamas

Alexandre Borges Visualizar

Vibra comemora lucro recorde, mas perde participação de mercado

Rodrigo Oliveira Visualizar

Justiça nega pedido do Vasco para suspender licitação do Maracanã

Visualizar

Tags relacionadas

África Crusoé senegal
< Notícia Anterior

Governo não vai injetar dinheiro do Tesouro para socorro às aéreas

05.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Casal brutalmente assassinado a tiros em festa no centro de Caxias reacende debate sobre segurança

05.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (1)

OSWALDO OLIVEIRA FREIRE

2024-02-05 13:15:15

Estamos aguardando a declaração de um grande lider mundial sobre a Democracia Relativa do Senegal.


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Gerente de hotel na Índia é preso após servir gelo seco como refresco de boca a clientes

Gerente de hotel na Índia é preso após servir gelo seco como refresco de boca a clientes

05.03.2024 08:53 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Agência da ONU em Gaza “está infestada de terroristas”

Agência da ONU em Gaza “está infestada de terroristas”

05.03.2024 08:45 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Relatório da ONU expõe crimes sexuais e torturas em série do Hamas

Relatório da ONU expõe crimes sexuais e torturas em série do Hamas

Alexandre Borges
05.03.2024 08:40 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Estado de emergência no Haiti: Gangues comandam a capital

Estado de emergência no Haiti: Gangues comandam a capital

05.03.2024 07:54 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.