O Antagonista

ALERTA: Onda de calor deixa mais de 1200 mortos na Arábia Saudita

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 23.06.2024 19:10 comentários
Mundo

ALERTA: Onda de calor deixa mais de 1200 mortos na Arábia Saudita

Mais de 1.300 vidas foram perdidas devido a complicações relacionadas ao intenso calor, além de questões associadas a viagens não autorizadas.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 23.06.2024 19:10 comentários 0
ALERTA: Onda de calor deixa mais de 1200 mortos na Arábia Saudita
ALERTA: Onda de calor deixa mais de 1200 mortos na Arábia Saudita. Foto: Ekrem por Pixabay

A peregrinação do Hajj na Arábia Saudita deste ano foi marcada por eventos dramáticos, com massiva presença de peregrinos sob uma histórica onda de calor com temperaturas incomparáveis.

Mais de 1.300 vidas foram perdidas devido a complicações relacionadas ao intenso calor, além de questões associadas a viagens não autorizadas.

Neste artigo, vamos explorar os diversos fatores que contribuíram para essas trágicas circunstâncias, incluindo a difícil jornada dos peregrinos e as medias de segurança adotadas.

Onda de calor deixou milhares peregrinos mortos durante o Hajj

Batendo recordes, as temperaturas alcançaram 51 graus Celsius, tornando a já árdua jornada dos fiéis ainda mais desafiadora.

Molhados e excluídos, destaca-se que 83% dos falecidos durante o evento não possuíam autorização para realizar o Hajj, muitos dos quais tentaram completar parte do percurso a pé sob o sol escaldante sem nenhum abrigo apropriado.

Essa temperatura recorde exigiu mais dos serviços de emergência, destacando-se que muitos dos afetados eram idosos ou enfrentavam condições de saúde crônicas.

Infelizmente, apesar dos esforços, o sistema de saúde saudita enfrentou dificuldades para administrar o elevado número de casos de estresse térmico entre os peregrinos.

Medidas adotadas pelas autoridades

Diante da severidade da situação, a Arábia Saudita adotou estratégias para tentar amenizar o sofrimento dos peregrinos.

Uma dessas medidas foi a tentativa de restringir o número de peregrinos não autorizados, via regulamentação e fiscalização das licenças obrigatórias para a peregrinação.

A entrada ilegítima em Meca, através de caminhos áridos e perigosos, tornou-se um alvo principal das autoridades.

Além disso, diante dos relatos de mortes e do comprometimento feito pelo governo egípcio de reavaliar a emissão de licenças, percebe-se um esforço conjunto para melhorar a gestão e a segurança deste evento monumental.

Essa ação inclui também a investigação e consequente penalização de empresas turísticas que operavam de forma ilegal.

Conclusões e caminhos a seguir

A necessidade de revisar os procedimentos de licenciamento e talvez até mesmo revisar as datas da jornada, para períodos menos rigorosos em termos de clima, poderá estar na agenda das futuras reuniões das autoridades responsáveis pelo Hajj.

Essas mudanças são essenciais para garantir a segurança e dignidade dos peregrinos, que buscam realizar sua fé sob condições mais justas e seguras.

Mais Lidas

1

Washington Post pede desistência de Biden: “Ele precisa enfrentar a realidade”

Visualizar notícia
2

Trump desafia Biden a fazer exame cognitivo

Visualizar notícia
3

Economista alemão critica ajuda financeira de Lula e Bolsonaro a Putin

Visualizar notícia
4

Bolsonaro mantém agenda com Ramagem no Rio

Visualizar notícia
5

Prefeito de Curitiba critica Bolsonaro em cerimônia de homenagem a Doria

Visualizar notícia

Tags relacionadas

mortos onda de calor peregrinação
< Notícia Anterior

Dorival confirma escalação para estreia da seleção brasileira

23.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

FIFA divulga novo ranking das seleções

23.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Indianos são resgatados na Itália em situação análoga à escravidão

Indianos são resgatados na Itália em situação análoga à escravidão

13.07.2024 18:29 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Economista alemão critica ajuda financeira de Lula e Bolsonaro a Putin

Economista alemão critica ajuda financeira de Lula e Bolsonaro a Putin

Felipe Moura Brasil
13.07.2024 17:55 5 minutos de leitura
Visualizar notícia
Alec Baldwin absolvido em caso de homicídio no set de 'Rust'

Alec Baldwin absolvido em caso de homicídio no set de 'Rust'

13.07.2024 17:32 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Coreia do Sul implementa armas a laser contra Coreia do Norte

Coreia do Sul implementa armas a laser contra Coreia do Norte

13.07.2024 17:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.