Maria Lenk: a nadadora brasileira que mudou a história olímpica Maria Lenk: a nadadora brasileira que mudou a história olímpica
O Antagonista

Maria Lenk: a nadadora brasileira que mudou a história olímpica

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 03.05.2024 21:00 comentários
Esportes

Maria Lenk: a nadadora brasileira que mudou a história olímpica

Atleta marcou seu nome na história ao ser a primeira mulher brasileira e sul-americana a participar dos Jogos Olímpicos.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 03.05.2024 21:00 comentários 2
Maria Lenk: a nadadora brasileira que mudou a história olímpica
Nadando pelo Flamengo, Maria Lenk deu ao clube diversos títulos de natação. Foto: (MDE/Divulgação)

Maria Lenk não é apenas um nome na história do esporte brasileiro, mas uma verdadeira pioneira que quebrou barreiras e estabeleceu marcos importantes, sendo a primeira sul-americana a competir em Olimpíadas e a estabelecer um recorde mundial.

Este artigo explora a trajetória notável de Maria Lenk e seu impacto duradouro no esporte.

Maria Lenk e seu legado nas Olimpíadas

Nascida em São Paulo em 15 de janeiro de 1915, Maria Lenk marcou seu nome na história ao ser a primeira mulher brasileira a participar dos Jogos Olímpicos.

Sua estreia foi em Los Angeles 1932, evento no qual competiu em provas de natação como os 100 metros costa, 200 metros peito e 100 metros livre.

Ela retornou aos Jogos Olímpicos em Berlim 1936, competindo nos 200 metros peito.

Quebrando barreiras

A participação de Maria em Olimpíadas foi um marco, visto que aconteceu numa época em que poucas mulheres tinham oportunidade de representar suas nações em competições globais, sendo a primeira brasileira e sul-americana a fazê-lo.

Além de competidora, Lenk foi uma recordista: em 1939, ela quebrou o recorde mundial dos 400 metros peito com um tempo de 6 minutos e 16 segundos e dos 200 metros peito com 2 minutos e 56 segundos.

Este último tempo era tão impressionante que superava o recorde masculino da época.

Impacto da Segunda Guerra Mundial na carreira de Maria Lenk

Apesar de ser considerada uma potencial medalhista olímpica, as expectativas foram interrompidas pela Segunda Guerra Mundial, que causou o cancelamento dos Jogos Olímpicos de 1940 e 1944.

Este evento global não apenas impactou sua carreira olímpica, mas também a trajetória de muitos atletas da época.

Legado e reconhecimento póstumo

Maria Lenk faleceu aos 92 anos, no dia 16 de abril de 2007, mas deixou um legado que transcende suas conquistas nas piscinas.

Em julho de 2022, ela foi homenageada como a patrona da natação brasileira, uma honra que reflete seu impacto duradouro e inspirador no esporte.

Seu pioneirismo não reside somente em seus recordes e na quebra de barreiras para as mulheres no esporte, mas também na determinação e na paixão que caracterizaram sua vida e carreira.

Maria Lenk é lembrada não só por suas conquistas, mas pela porta que abriu para futuras gerações de atletas femininas, transformando desafios em oportunidades e inspirando uma nação a reconhecer e valorizar as contribuições das mulheres no esporte.

Esportes

Onde assistir Criciúma x Bahia: confira detalhes da partida

23.05.2024 12:20 2 minutos de leitura
Visualizar

Segurança impede ataque durante revezamento da tocha em Bordeaux

Visualizar

Crusoé: Mileipalooza

Visualizar

Onde assistir Cagliari x Fiorentina: confira detalhes da partida

Visualizar

13º antecipado para aposentados: impulso na economia

Visualizar

Meio-Dia em Brasília: Após Moro, Deltan tem chances de ir ao Senado?

Visualizar

Tags relacionadas

Jogos Olímpicos Maria Lenk natação
< Notícia Anterior

Rapper iraniano condenado à morte por música em defesa das mulheres. Cadê o protesto dos artistas?

03.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Latam processa aeroporto de Guarulhos

03.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (2)

FRANCISCO QUEIROZ

2024-05-04 07:56:58

Site INSTÁVEL¡!!!!!!!!!!


Marta Zampieri De Azevedo Torelly Martins

2024-05-04 07:17:21

Eu a conheci no Master Mundial que houve no Rio, na prova de mar aberto. Já bem idosa ela tinha um brilho nos olhos de menininha. Nunca me esquecerei.


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Onde assistir Criciúma x Bahia: confira detalhes da partida

Onde assistir Criciúma x Bahia: confira detalhes da partida

23.05.2024 12:20 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Segurança impede ataque durante revezamento da tocha em Bordeaux

Segurança impede ataque durante revezamento da tocha em Bordeaux

23.05.2024 12:10 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Onde assistir Cagliari x Fiorentina: confira detalhes da partida

Onde assistir Cagliari x Fiorentina: confira detalhes da partida

23.05.2024 12:00 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Onde assistir Al-Riyadh x Al-Nassr: confira detalhes da partida

Onde assistir Al-Riyadh x Al-Nassr: confira detalhes da partida

23.05.2024 11:45 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.