Voa Brasil ganha data para sair do chão Voa Brasil ganha data para sair do chão
O Antagonista

Voa Brasil ganha data para sair do chão

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 24.01.2024 21:23 comentários
Economia

Voa Brasil ganha data para sair do chão

O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho (foto), afirmou nesta quarta-feira, 24, que o programa Voa Brasil deve ser oficialmente anunciado...

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 24.01.2024 21:23 comentários 0
Voa Brasil ganha data para sair do chão
Foto: Roberto Soares/Alepe

O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho (foto), afirmou nesta quarta-feira, 24, que o programa Voa Brasil deve ser oficialmente anunciado em 5 de fevereiro.

“O Voa Brasil será anunciado dia 5 de fevereiro pelo presidente da República. Passa a valer dia 5 de fevereiro”, disse Costa Filho, sem dar mais detalhes, após participar de reunião com o presidente Lula (PT) no Palácio do Planalto.

Idealizado por Márcio França, o Voa Brasil vem sendo adiado desde 2023 e ainda não saiu do chão.

O Voa Brasil

O projeto de Márcio França, atualmente ministro do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (Memp), previa passagens de até 200 reais para aposentados, pensionistas e servidores públicos.

Em novembro de 2023, o ministro Silvio Costa Filho reconheceu que o governo federal não tem condições de financiar as passagens.

“A gente não tem recursos para financiar passagens, como hoje existe em alguns países no mundo que entram com a complementariedade […] O que nós queremos é trabalhar em conjunto com as companhias aéreas para buscar caminhos para criar o melhor ambiente para a redução das passagens aéreas”, afirmou em entrevista à CNN Brasil.

Socorro financeiro para empresas aéreas

Após a reunião no Palácio do Planalto, o ministro de Portos e Aeroportos afirmou ter discutido com o presidente Lula um socorro financeiro para as empresas aéreas.

Segundo Costa Filho, o governo federal deve criar um fundo de até 6 bilhões de reais para o setor.

“Nós queremos, nesses próximos 10 dias, já está em construção com o ministro [Fernando] Haddad [da Fazenda], com o presidente do BNDES, [Aloizio] Mercadante, apresentar ao país um fundo de financiamento da aviação brasileira, para que as empresas aéreas possam buscar crédito, se capitalizar e, com isso, poder ampliar investimentos na aviação — que vai desde o refinanciamento de dívidas, de investimentos em manutenção, como também compra de novas aeronaves”, afirmou.

“Nós estamos trabalhando ao lado do BNDES e do Ministério da Fazenda, aproximadamente, um fundo entre 4 e 6 bilhões de reais de financiamento das companhias aéreas”, acrescentou.

Mundo

Coreia do Norte escala tensão com testes de Mísseis

22.04.2024 19:43 3 minutos de leitura
Visualizar

Elogiar o VAR brasileiro já é demais, Textor

Rodolfo Borges Visualizar

Dengue em São Paulo: dois distritos escapam da epidemia

Visualizar

Fifa fecha contrato bilionário

Visualizar

Você trocaria um Jair Bolsonaro por um Elon Musk?

Madeleine Lacsko Visualizar

Galvão vai a record

Visualizar

Tags relacionadas

Ministério de Portos e aeroportos Silvio Costa Filho Voa Brasil
< Notícia Anterior

Milhares de policiais portugueses protestam por igualdade salarial e melhores condições de trabalho

24.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Demissão de funcionário público é permitido?

24.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Empresas financeiras ocidentais na China em desaceleração

Empresas financeiras ocidentais na China em desaceleração

22.04.2024 18:18 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Mercado inicia semana corrigindo exageros passados

Mercado inicia semana corrigindo exageros passados

22.04.2024 18:00 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Manoel Horácio: do Olimpo corporativo à demissão por ciúmes

Manoel Horácio: do Olimpo corporativo à demissão por ciúmes

22.04.2024 17:05 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Novo reconhecimento facial no App Gov.br eleva acesso a serviços

Novo reconhecimento facial no App Gov.br eleva acesso a serviços

22.04.2024 12:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.