O Antagonista

Mercado retoma otimismo e reduz projeção de inflação para 2024

avatar
Otávio Augusto
3 minutos de leitura 30.01.2024 10:06 comentários
Economia

Mercado retoma otimismo e reduz projeção de inflação para 2024

O dado consta no Boletim Focus, elaborado pelo Banco Central, e divulgado na manhã desta terça-feira (30)

avatar
Otávio Augusto
3 minutos de leitura 30.01.2024 10:06 comentários 0
Mercado retoma otimismo e reduz projeção de inflação para 2024
Edifício Sede do Banco Central, em Brasília. (Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil)

O mercado financeiro voltou a reduzir a estimativa de inflação para 2024.

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), segundo a projeção, deve terminar o ano em 3,81%, ante 3,86% projetados na semana passada. Há quatro semanas, a estimativa era de 3,90%.

O dado consta no Boletim Focus, elaborado pelo Banco Central, e divulgado na manhã desta terça-feira (30).

Em relação ao ano que vem, os economistas consultados pelo Banco Central mantiveram a projeção em 3,50%. Para 2026, o índice esperado também permaneceu o mesmo, em 3,50%.

Segundo o Focus, o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil para 2024 deve ter crescimento de 1,6%, a mesma estimativa da semana passada. Para 2025 e 2026, a previsão de crescimento da economia manteve-se em 2%.

No terceiro trimestre de 2023, o PIB brasileiro desacelerou, mas veio acima das projeções dos analistas e registrou leve alta de 0,1%, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Especialistas e o próprio governo trabalham com um crescimento de cerca de 3% do PIB em 2023.

Veja as outras projeções:

  • Selic
    Em relação à taxa básica de juros da economia, a Selic, o mercado financeiro manteve a estimativa para o fim de 2024 em 9% ao ano. Para 2025 e 2026, a projeção segue em 8,5% ao ano.
  • Dólar
    Os analistas consultados pelo BC mantiveram também a projeção para o dólar em 2024 em R$ 4,92. Para 2025, a estimativa permaneceu em R$ 5. Para 2026, ficou em R$ 5,05.

Contas públicas registram déficit

O déficit fiscal públicas em 2023 foi o segundo pior resultado da série histórica, iniciada em 1997. O saldo negativo só não foi menor que em 2020, primeiro ano da pandemia de Covid-19.

O déficit do governo central, que reúne o Tesouro Nacional, a Previdência Social e o Banco Central, bateu a casa dos R$ 230,5 bilhões em 2023.

A informação foi divulgada na manhã desta segunda-feira (29) pelo Ministério da Fazenda, em Brasília.

As contas do governo federal voltaram a ficar no negativo depois de registrar superávit de R$ 51,6 bilhões em 2022, corrigida a inflação.

A Lei de Diretrizes Orçamentárias autoriza um rombo de até R$ 213,6 bilhões em 2023. O resultado, portanto, está dentro da meta.

De 2022 a 2023, as contas públicas pioraram em R$ 282,5 bilhões em termos reais, corrigidos pela inflação.

O saldo final do ano passado é o segundo pior da série histórica iniciada em 1997, O dado de 2023 é melhor apenas que o registrado em 2020, quando o governo teve rombo de R$ 940 bilhões por conta da pandemia.

Brasil

Cuca a Gleisi: “Conhece bem os efeitos de uma descondenação”

05.03.2024 08:09 4 minutos de leitura
Visualizar

Novas oportunidades de Concursos Públicos: Vagas em diversas funções com salários atrativos

Visualizar

Haddad tentará "explicar" reonerações a deputados, de novo

Visualizar

Declaração anual do MEI: entenda qual o efeito no seu Imposto de Renda 2024

Visualizar

Estado de emergência no Haiti: Gangues comandam a capital

Visualizar

Imagens falsas de Trump com eleitores negros circulam nas redes

Alexandre Borges Visualizar

Tags relacionadas

Boletim Focus inflação
< Notícia Anterior

Ataque de tubarão deixa mulher gravemente ferida no Porto de Sydney

30.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Monsanto e Bayer condenadas a pagar 2,25 bilhões de dólares por câncer causado por herbicida

30.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Otávio Augusto

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Haddad tentará "explicar" reonerações a deputados, de novo

Haddad tentará "explicar" reonerações a deputados, de novo

05.03.2024 08:03 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Declaração anual do MEI: entenda qual o efeito no seu Imposto de Renda 2024

Declaração anual do MEI: entenda qual o efeito no seu Imposto de Renda 2024

05.03.2024 08:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Bolsa Família: saiba se os beneficiários precisam declarar Imposto de Renda

Bolsa Família: saiba se os beneficiários precisam declarar Imposto de Renda

05.03.2024 07:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Abono Salarial PIS/Pasep: Tudo que Você Precisa Saber

Abono Salarial PIS/Pasep: Tudo que Você Precisa Saber

05.03.2024 07:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.