Até o governo Lula ficou constrangido, Prates Até o governo Lula ficou constrangido, Prates
O Antagonista

Até o governo Lula ficou constrangido, Prates

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 24.01.2024 20:15 comentários
Economia

Até o governo Lula ficou constrangido, Prates

O anúncio de revitalização de um escritório da Petrobras em Natal (RN), reduto eleitoral do presidente da estatal, Jean Paul Prates (foto), para servir de base para a indústria de eólica offshore e de prospecção da Margem Equatorial, no rio Amazonas, constrangeu até o Palácio do Planalto...

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 24.01.2024 20:15 comentários 0
Até o governo Lula ficou constrangido, Prates
Foto: Pedro França/Agência Senado

O anúncio de revitalização de um escritório da Petrobras em Natal (RN), reduto eleitoral do presidente da estatal, Jean Paul Prates (foto), para servir de base para a indústria de eólica offshore e de prospecção da Margem Equatorial, no rio Amazonas, constrangeu até o Palácio do Planalto, informou a Folha de S. Paulo.

De acordo com o jornal, assessores políticos do governo Lula viram o anúncio como movimento político para influenciar as eleições municipais.

Para assessores técnicos do presidente, Prates “descumpre acordo feito com o próprio presidente [em relação às usinas offshore e à prospecção no rio Amazonas]”, disse a Folha.

“No plano, só existe previsão de estudos para projetos que considerem instalação de estruturas eólicas em plataformas offshore. Não há nenhum empreendimento concreto que justifique um escritório em Natal”, acrescentou, embora o Rio Grande do Norte seja um dos estados com os maiores índices de ventos do país.

Os planos de Jean Paul Prates

Na segunda-feira, 22, o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, anunciou, após vistoria técnica ao Bloco K do Edifício Sede Rio Grande do Norte (Edirn) da Petrobras, em Natal, que “o prédio vai ser uma das unidades de apoio da nossa Diretoria de Transição Energética e Sustentabilidade e a sede do polo eólico offshore”.

“Estamos revitalizando algumas unidades do Edirn e em breve marcaremos a inauguração desta importante sede para a região do Rio Grande do Norte e Ceará, que será fundamental no seguimento de prospecção da Margem Equatorial e nos projetos eólicos em alto-mar que a Petrobras está investindo”, completou.

Quem confia em Jean Paul Prates?

Pesquisa Genial/Quaest, realizada em julho de 2023, indicou que o mercado financeiro não confia em Jean Paul Prates à frente da Petrobras.

O levantamento mostrou que 91% dos gestores e economistas confiam pouco ou nada no presidente da estatal, enquanto os outros 9% confiam mais ou menos. Nenhum dos entrevistados disse confiar muito em Prates.

A Petrobras divulgou a seguinte nota sobre o assunto:

“Petrobras esclarece sobre sede em Natal

Ao contrário do que diz a matéria “Presidente da Petrobras anuncia escritório da estatal em seu reduto político”, publicada na coluna Painel SA da Folha de S. Paulo nesta quarta-feira (24/1), a companhia esclarece que não se trata de novo escritório. A Petrobras está no Rio Grande do Norte há mais de 40 anos. No Edifício Sede no estado (EDIRN) atuam mais de mil trabalhadores, ligados ao segmento de E&P e outras áreas de atuação da companhia. Recentemente foi anunciado um polo da Universidade Petrobras no local. No ano passado, a Petrobras já havia divulgado que o edifício vai abrigar as atividades da companhia voltadas para projetos de energia eólica. A forte presença dessa atividade no estado é notória, onde já funcionam diversos projetos e centros de estudos voltados para energia eólica. A iniciativa está totalmente alinhada ao Plano Estratégico da companhia, que prevê investimentos em energias renováveis, incluindo eólica onshore e offshore.”

Brasil

Motorista leva ônibus até delegacia por importunação sexual

22.04.2024 20:14 3 minutos de leitura
Visualizar

Virgínia dá 26 presentes para Zé Felipe

Visualizar

Sala Antagonista #10: Manoel Horácio

Visualizar

Coreia do Norte escala tensão com testes de Mísseis

Visualizar

Elogiar o VAR brasileiro já é demais, Textor

Rodolfo Borges Visualizar

Dengue em São Paulo: dois distritos escapam da epidemia

Visualizar

Tags relacionadas

governo Lula Jean Paul Prates Petrobras
< Notícia Anterior

Família busca por Ruy Corrêa, homem de 61 anos desaparecido em Volta Redonda

24.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Reino Unido devolve Joias da Coroa ganesas após 150 anos de saque

24.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Empresas financeiras ocidentais na China em desaceleração

Empresas financeiras ocidentais na China em desaceleração

22.04.2024 18:18 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Mercado inicia semana corrigindo exageros passados

Mercado inicia semana corrigindo exageros passados

22.04.2024 18:00 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Manoel Horácio: do Olimpo corporativo à demissão por ciúmes

Manoel Horácio: do Olimpo corporativo à demissão por ciúmes

22.04.2024 17:05 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Novo reconhecimento facial no App Gov.br eleva acesso a serviços

Novo reconhecimento facial no App Gov.br eleva acesso a serviços

22.04.2024 12:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.