Depois de R$ 14 bi de prejuízo, Petrobras vai reativar Comperj Depois de R$ 14 bi de prejuízo, Petrobras vai reativar Comperj
O Antagonista

Após R$ 14 bi de prejuízo, Petrobras vai reativar Comperj, alvo da Lava Jato

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 03.05.2024 10:29 comentários
Economia

Após R$ 14 bi de prejuízo, Petrobras vai reativar Comperj, alvo da Lava Jato

Obras no complexo, que chegou a ser apelidado de "cemitério da corrupção", serão retomadas. O valor dependerá do resultado da licitação

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 03.05.2024 10:29 comentários 0
Após R$ 14 bi de prejuízo, Petrobras vai reativar Comperj, alvo da Lava Jato
Foto: Agência Petrobras

A Petrobras lançou processo de licitação para concluir o projeto do Polo GasLub, novo nome do antigo Comperj. O projeto, localizado no município de Itaboraí (RJ), foi interrompido em 2015 após a o descoberta de casos de corrupção envolvendo as obras no complexo. Nos anos seguintes, a petroleira abandonou a construção de unidades de refino e de lubrificantes.

Recentemente, em 2020, o então presidente da estatal, Roberto Castello Branco, propôs a mudança no nome do complexo, chamado por ele de “cemitério da corrupção”, para Gaslub.

A estatal defende que a retomada das obras, que custaram 14 bilhões de reais em propinas, superfaturamento e alterações no projeto, deve gerar 10 mil empregos diretos e indiretos. Além disso, as novas unidades de refino terão capacidade para produzir cerca de 12 mil bpd (barris por dia) de óleos lubrificantes, além de 75 mil bpd de diesel S-10 e 20 mil bpd de QAV-1 (querosene de aviação).

A contratação é um marco para a retomada do Polo GasLub e com ela a companhia volta a investir em um empreendimento de grande importância não só para a Petrobras, mas para o Rio de Janeiro e todo o Brasil”, afirmou o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, em nota divulgada pela empresa.

Além disso, o diretor de Processos Industriais e Produtos da Petrobras, William França, defende que ressuscitar o “cemitério da corrupção” é uma estratégia positiva para a petroleira. “A decisão da companhia reforça a estratégia de manter sua atuação com ativos focados na proximidade entre a oferta de óleo e gás e o mercado consumidor“, disse o diretor.

Em janeiro deste ano, a petroleira retomou as obras da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, paralisada desde 2015 em função das investigações da Lava Jato e apontamentos do TCU (Tribunal de Contas da União) de superfaturamentos de, pelo menos 2,1 bilhões de reais durante as obras do projeto.

As obras na Abreu e Lima consumiram cerca de 90 bilhões de reais antes da paralisação em 2015 e, estima-se, que o projeto de retomada e ampliação deva custar entre 6 bilhões de reais e 8 bilhões de reais agora.

Definitivamente, o Brasil voltou, como gostam de bradar os governistas.

Brasil

Mulher que sequestrou Marcelinho Carioca é presa

23.06.2024 13:43 3 minutos de leitura
Visualizar

Os filmes de terror mais aguardados de 2024

Visualizar

FGTS Calamidade: salva famílias em Campos dos Goytacazes

Visualizar

Descoberta fascinante de fósseis no Brasil

Visualizar

Crusoé: as regras do debate entre Biden e Trump

Visualizar

MEIs têm direito a licença-maternidade de 4 meses: veja como conseguir o seu

Visualizar

Tags relacionadas

Comperj corrupção GasLub Lava Jato Petrobras Polo GasLub Itaboraí
< Notícia Anterior

Com nível do Guaíba em alta, águas invadem Porto Alegre

03.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

São Paulo na Copa do Brasil: análise da vitória sobre o Águia de Marabá

03.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

FGTS Calamidade: salva famílias em Campos dos Goytacazes

FGTS Calamidade: salva famílias em Campos dos Goytacazes

23.06.2024 13:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
MEIs têm direito a licença-maternidade de 4 meses: veja como conseguir o seu

MEIs têm direito a licença-maternidade de 4 meses: veja como conseguir o seu

23.06.2024 12:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
INSS: adota novo calendário de pagamentos em 2024, veja se você se beneficia

INSS: adota novo calendário de pagamentos em 2024, veja se você se beneficia

23.06.2024 12:30 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Descubra seu Número de Identificação Social (NIS): guia completo de consulta

Descubra seu Número de Identificação Social (NIS): guia completo de consulta

23.06.2024 12:15 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.