Toffoli exporta impunidade Toffoli exporta impunidade
O Antagonista

Toffoli exporta impunidade

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 12.04.2024 10:48 comentários
Brasil

Toffoli exporta impunidade

Toffoli estendeu ao panamenho Luis Enrique Linares Martinelli a anulação das provas do acordo de leniência da Odebrecht, atual Novonor

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 12.04.2024 10:48 comentários 0
Toffoli exporta impunidade
Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), estendeu ao panamenho Luis Enrique Linares Martinelli, filho do ex-presidente do Panamá Ricardo Martinelli, a anulação das provas do acordo de leniência da Odebrecht, atual Novonor.

Na decisão, o magistrado considerou nulas as provas de suborno contidas nos sistemas Drousys e MyWebDay B, utilizados pela empreiteira para contabilizar pagamentos ilícitos a autoridades.

“Em face do exposto, defiro o pedido constante destes autos e estendo os efeitos da decisão proferida na Rcl 61.387 e na Rcl 43.007, para declarar a imprestabilidade, segundo o ordenamento jurídico brasileiro, quanto ao ora requerente, dos elementos de prova obtidos a partir dos sistemas Drousys e My Web Day B, utilizados no Acordo de Leniência celebrado pela Odebrecht”, afirmou Toffoli.

“Determino, outrossim, que seja encaminhada ao Ministério da Justiça cópia da presente decisão, notificando a mencionada imprestabilidade, quanto ao requerente, dos referidos elementos de
prova, ressaltando-se, desde já, a vedação da prática, em território nacional, de quaisquer atos instrutórios ou de cooperação a partir destes elementos para que sejam encaminhados ao Governo do Panamá”
, acrescentou.

A partir da anulação das provas da Odebrecht em relação a Lula, e posteriormente ao ex-presidente do Peru Ollanta Humala, Toffoli aplicou a Luis Enrique o mesmo entendimento que já havia adotado quanto ao pai, Ricardo Martinelli, ao sucessor dele, Juan Carlos Varela, e a empresários panamenhos.

Enquanto considera nulas as provas de suborno contidas nos sistemas Drousys e MyWebDay B e transportadas por autoridades, o STF utiliza informalmente ilações sobre o conteúdo não autenticado de mensagens roubadas por hackers para garantir a impunidade de políticos.

A anulação das provas

Em setembro de 2023, o ministro Dias Toffoli, do STF, decidiu anular todas as provas obtidas contra o presidente Lula na Lava Jato obtidas no acordo de leniência firmado pela Odebrecht. A decisão se estende a todas as pessoas condenadas a partir dos elementos obtidos no acordo feito entre a Lava Jato e a empreiteira.

Toffoli acatou a argumentação da defesa do petista segundo a qual as provas obtidas a partir dos sistemas Drousys e My Web Day B, utilizados pelo departamento de operações da Odebrecht foram produzidas ilegalmente.

Mundo

Crusoé: Venezuela desconvida observadores da UE a farsa eleitoral

28.05.2024 20:07 2 minutos de leitura
Visualizar

Com ciúmes, homem mata cachorro a facadas e coloca na porta da ex

Visualizar

Santos desiste de Marcelo Grohe

Visualizar

Elon Musk vs Yann LeCun: Choque de gigantes na IA

Visualizar

Bilionários farão nova expedição submarina ao Titanic

Visualizar

Lula recebe Joesley no Planalto, puro suco de Brasil

Madeleine Lacsko Visualizar

Tags relacionadas

acordo de leniência Dias Toffoli Odebrecht Panamá
< Notícia Anterior

Laboratório Delboni vai ter que trocar de nome

12.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Bélgica investiga interferência russa nas eleições europeias

12.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Com ciúmes, homem mata cachorro a facadas e coloca na porta da ex

Com ciúmes, homem mata cachorro a facadas e coloca na porta da ex

28.05.2024 20:01 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Bebê abandonada em selva no Panamá volta ao Brasil após 5 meses

Bebê abandonada em selva no Panamá volta ao Brasil após 5 meses

28.05.2024 19:29 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Derrota de Lula: Congresso derruba veto ao PL das saidinhas

Derrota de Lula: Congresso derruba veto ao PL das saidinhas

Wesley Oliveira
28.05.2024 19:22 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Gusttavo Lima para show: "Quem tá fumando maconha?"

Gusttavo Lima para show: "Quem tá fumando maconha?"

28.05.2024 18:57 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.