O Antagonista

PF diz que pai de Mauro Cid repassou 25 mil dólares a Bolsonaro

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 08.07.2024 15:40 comentários
Brasil

PF diz que pai de Mauro Cid repassou 25 mil dólares a Bolsonaro

Ministro Alexandre de Moraes retirou o sigilo do inquérito que pede o indiciamento do ex-presidente e de outras 11 pessoas nesta segunda-feira, 8

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 08.07.2024 15:40 comentários 0
PF diz que pai de Mauro Cid repassou 25 mil dólares a Bolsonaro
General da reserva do Exército Mauro Lourena Cid, pai de Mauro Cid, ex-ajudante de ordens do ex-presidente Jair Bolsonaro | Foto: Roberto Oliveira/ALESP

O relatório da Polícia Federal no inquérito da joias aponta que o general da reserva Mauro Lourena Cid, pai do ex-ajudante de ordens Mauro Cid, entregou US$ 25 mil (cerca de R$ 137,5 mil) a Jair Bolsonaro (PL). O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), retirou o sigilo do inquérito que pede o indiciamento do ex-presidente e de outras 11 pessoas nesta segunda-feira, 8.

Segundo a PF, a intenção de remeter o dinheiro a Bolsonaro teve a intenção “deliberada” de “não passar pelos mecanismos de controle e pelo sistema financeiro formal”. O ex-presidente nega as irregularidades no caso.

“A investigação identificou que MAURO CESAR LOURENA CID, pai de MAURO CID, a época dos fatos, lotado na agência de APEX em Miami, recebeu, em nome e em benefício de JAIR MESSIAS BOLSONARO, pelo menos 25 mil dólares, que teriam sido repassados em espécie para o ex-Presidente, visando, de forma deliberada, não passar pelos mecanismos de controle e pelo sistema financeiro formal”, informou o relatório.

A PF pede o indiciamento de Bolsonaro e dos demais citados pelos crimes de peculato (apropriação de bens públicos), lavagem de dinheiro e associação criminosa. Na decisão que retirou o sigilo do inquérito, o ministro Alexandre de Moraes determinou que os advogados das pessoas citadas no inquérito tenham acesso integral ao processo.

Além disso, a Procuradoria-Geral da República deverá analisar o caso no prazo de 15 dias. A partir do relatório, a PGR vai poder pedir o aprofundamento das investigações – como fez no caso dos cartões de vacina, por exemplo; apresentar denúncia contra os citados no relatório final; ou arquivar o caso, caso entenda que não houve crime.

Indiciamento

Além de Bolsonaro, a PF indiciou outros personagens como os advogados do presidente Frederick Wassef e Fabio Wajngarten, o ex-ajudante de ordens da Presidência da República Mauro Cid e seu pai o coronel Mauro Lourena Cid.

Wassef e Wajgarten foram iniciados pelos crimes de associação criminosa e lavagem de dinheiro e apropriação de bens públicos; já Mauro Cid pode responder pelo crime de apropriação de bens públicos.

ex-ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque também foi indiciado, assim como o coronel do Exército Marcelo Costa Câmara outro ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro e o segundo-tenente Osmar Crivelatti que integrava o núcleo duro presidencial.

Bento pode responder pelos crimes de apropriação de bens públicos e associação criminosa. Marcelo Câmara foi indiciado apenas pelo crime de lavagem de dinheiro e Crivelatti foi imputado nas hipóteses de lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Relembre o caso das joias sauditas

As suspeitas vieram à tona em março de 2023, a partir de reportagens do jornal O Estado de S. Paulo.

Entre outras informações, o jornal revelou que a Receita Federal reteve, em 2021, um estojo feminino com joias Chopard que teria sido enviado pelo governo da Arábia Saudita à primeira-dama Michelle Bolsonaro.

No mesmo mês, a PF abriu um inquérito para apurar a movimentação das joias.

O estojo estava na mochila de um assessor do então ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque, que havia voltado de uma viagem oficial à Arábia Saudita. O assessor não declarou os bens ao chegar ao Brasil.

Depois desse caso, a polícia passou a investigar também a movimentação de um kit masculino da Chopard (incluindo caneta, anel, abotoaduras, rosário árabe e relógio); dois relógios (um da marca suíça Rolex, acompanhado por joias, e outro da marca suíça Patek Philippe) e duas esculturas folheadas a ouro.

Em abril, Jair Bolsonaro e Mauro Cesar Barbosa Cid já haviam prestado depoimento à PF sobre as joias. Em 11 de agosto, em outra etapa da investigação, a PF conduziu a operação Lucas 12:2, autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Leia a lista completa de indiciados:

Bento Albuquerque

Fábio Wajngarten

Frederick Wassef

Jair Messias Bolsonaro

José Roberto Bueno Júnior

Júlio César Vieira Gomes

Marcelo da Silva Vieira

Marcelo Câmara

Marcos Andrade dos Santos Soeiro

Mauro Cid

Mauro Lourena Cid

Osmar Crivelati

Mais Lidas

1

Agora até Tolkien é "extrema-direita"

Visualizar notícia
2

Musk: "Obrigado, Alex Soros, por revelar quem será o próximo fantoche"

Visualizar notícia
3

Contingenciamento: o golpe está aí, cai quem quer

Visualizar notícia
4

O "reizinho" do governo Lula

Visualizar notícia
5

"JD Vance, não Kamala Harris, representa o sonho americano"

Visualizar notícia
6

Por que o Amapá recebe tanta emenda parlamentar?

Visualizar notícia
7

"Joe Biden desiste da candidatura, mas não da Casa Branca. E agora?"

Visualizar notícia
8

Netanyahu volta aos EUA em busca de apoio contra o terror

Visualizar notícia
9

Democratas sacrificaram Biden para buscar também a maioria no Congresso

Visualizar notícia
10

Estados Unidos de Maceió

Visualizar notícia

Tags relacionadas

Alexandre de Moraes Bolsonaro Jair Bolsonaro indiciamento joias sauditas Mauro Cesar Lourena Cid Mauro Cid
< Notícia Anterior

Gabigol voltará a ser relacionado pelo Flamengo

08.07.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Cadê as vacinas contra a Covid, Lula?

08.07.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

O Antagonista é um dos principais sites jornalísticos de informação e análise sobre política do Brasil. Sua equipe é composta por jornalistas profissionais, empenhados na divulgação de fatos de interesse público devidamente verificados e no combate às fake news.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Entenda como consultar o extrato do INSS e conheça os benefícios oferecidos

Entenda como consultar o extrato do INSS e conheça os benefícios oferecidos

22.07.2024 10:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Após memes, PT tenta fazer afago em Haddad

Após memes, PT tenta fazer afago em Haddad

Wesley Oliveira
22.07.2024 10:40 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Honda demonstra interesse em motos customs e de baixa cilindrada

Honda demonstra interesse em motos customs e de baixa cilindrada

22.07.2024 10:37 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Imposto de Renda: consulte o terceiro lote de restituição

Imposto de Renda: consulte o terceiro lote de restituição

22.07.2024 10:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.