Os projetos do Congresso para ajudar o Rio Grande do Sul Os projetos do Congresso para ajudar o Rio Grande do Sul
O Antagonista

Os projetos do Congresso para ajudar o Rio Grande do Sul

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 06.05.2024 16:41 comentários
Brasil

Os projetos do Congresso para ajudar o Rio Grande do Sul

Um dos projetos determina que a destinação de recursos públicos deve ocorrer quando a urgência for incompatível com o regime fiscal regular

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 06.05.2024 16:41 comentários 0
Os projetos do Congresso para ajudar o Rio Grande do Sul
Foto: Lauro Alves/Secom

As intensas chuvas que atingem o estado do Rio Grande do Sul resultaram na apresentação de duas Propostas de Emenda à Constituição (PECs) e 7 projetos de leis. As medidas têm como objetivo acelerar a recuperação da região afetada, agilizar a transferência de recursos e proteger as vítimas dos desastres climáticos. Segundo a Defesa Civil Estadual, até o momento, 83 pessoas perderam a vida e outras 111 estão desaparecidas.

Segundo reportagem do Estadão, uma das propostas em destaque é a PEC de número 15/2024. O texto determina que a destinação de recursos públicos para ações de auxílio aos entes afetados só deve ocorrer quando a urgência for incompatível com o regime fiscal regular.

Para isso, a PEC autoriza o aumento dos gastos sem indicação da fonte de recursos ou compensação orçamentária, simplifica processos de contratações sem licitação e permite a dispensa de restrições para transferência de recursos entre União, estados e municípios.

Regime extraordinário

Além disso, essa proposta estabelece que eventos como secas, estiagens, inundações, deslizamentos de terra, rompimentos de barragens, contaminação de águas por substâncias tóxicas, tempestades e ciclones, incêndios florestais e outros considerados relevantes pelo Congresso poderão ser submetidos ao regime extraordinário.

Na Câmara dos Deputados, uma PEC apresentada em 2023 determina a reserva de 5% das emendas individuais dos parlamentares para o enfrentamento de catástrofes e emergências. O objetivo é destinar recursos a um estado sempre que houver necessidade em casos de calamidade pública. Caso a reserva não seja utilizada, os valores serão revertidos aos parlamentares no quarto ano da Legislatura.

Para analisar esse texto, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), determinou a instalação de uma comissão especial nesta quarta-feira, dia 8. Segundo Lira, os próximos dias serão de negociação e trabalho para elaboração de uma medida completamente extraordinária.

Projetos de lei

Além das PECs, parlamentares também apresentaram projetos de lei com o intuito de contribuir com a proteção aos gaúchos. No Senado, o projeto do senador Ireneu Orth (PP-RS) prevê a destinação de R$ 2,2 bilhões do fundo eleitoral para obras de reconstrução do Rio Grande do Sul. Os recursos serão utilizados para financiar a recuperação da infraestrutura afetada no estado, fornecer auxílio financeiro às famílias, prevenir novas catástrofes e fomentar projetos de mitigação de enchentes e secas futuras.

A implementação da lei seria coordenada pelo governo estadual em parceria com as prefeituras dos municípios afetados, seguindo critérios estabelecidos pela Defesa Civil. Além disso, a proposta estabelece que as ações sejam submetidas à auditoria do Tribunal de Contas do Estado e do Tribunal de Contas da União (TCU), garantindo transparência e uso eficiente dos recursos.

Com o objetivo de proteger a economia, o deputado Junio Amaral (PL-MG) apresentou um projeto que inclui as vítimas de desastres na ordem de prioridade para recebimento da restituição do imposto de renda. Dessa forma, as pessoas afetadas passariam a receber o benefício após os idosos e antes dos contribuintes cuja principal fonte de renda é o magistério.

Brasil

Mais de 920 pessoas deixam suas casas após chuvas em SC

20.05.2024 12:18 3 minutos de leitura
Visualizar

Chapecoense x Ponte Preta: jogo pode ser adiado novamente

Visualizar

Capotamento na Dutra revela carga de maconha e motorista foge do hospital

Visualizar

Meio-Dia em Brasília: Governo Lula inaugura era da caridade vulgar

Visualizar

Porto Alegre enfrenta lixo e entulho após Guaíba baixar

Visualizar

“Ultrajante”, diz presidente de Israel sobre pedido de prisão de Netanyahu

Visualizar

Tags relacionadas

Arthur Lira Congresso Nacional enchente estado de calamidade PEC projeto de lei Rio Grande do Sul tragédia
< Notícia Anterior

Lula reúne Pacheco e Lira para discutir socorro ao Rio Grande do Sul

06.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Mulher ejetada de carro é enterrada em Juiz de fora

06.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Mais de 920 pessoas deixam suas casas após chuvas em SC

Mais de 920 pessoas deixam suas casas após chuvas em SC

20.05.2024 12:18 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Capotamento na Dutra revela carga de maconha e motorista foge do hospital

Capotamento na Dutra revela carga de maconha e motorista foge do hospital

20.05.2024 12:09 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Porto Alegre enfrenta lixo e entulho após Guaíba baixar

Porto Alegre enfrenta lixo e entulho após Guaíba baixar

20.05.2024 11:53 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Detentos do RS criam móveis para auxiliar vítimas de enchentes

Detentos do RS criam móveis para auxiliar vítimas de enchentes

20.05.2024 11:51 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.