O vento mudou para Sergio Moro? O vento mudou para Sergio Moro?
O Antagonista

O vento mudou para Sergio Moro?

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 13.05.2024 09:46 comentários
Brasil

O vento mudou para Sergio Moro?

Os recursos movidos por PL e PT contra a absolvição de Moro no TRE-PR começam a ser analisados pelo TSE na quinta-feira, 16

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 13.05.2024 09:46 comentários 7
O vento mudou para Sergio Moro?
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O desgaste da relação entre Legislativo e Judiciário pode pender a balança a favor da absolvição do senador Sergio Moro (União-PR) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que começa a analisar o caso na quinta-feira, 16, registrou O Globo.

Segundo o jornal, aliados do ex-juiz da Lava Jato no Senado avaliam que a cassação de um senador poderia acirrar ainda mais os ânimos os Poderes.

“Os parlamentares avaliam que preservar o mandato de Moro seria visto como um gesto ao Legislativo”, diz o jornal.

Desde que PT e PL acionaram o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) pedindo a cassação de Moro, ele foi obrigado a intensificar suas articulações políticas para permanecer no cargo, buscando inclusive algozes como o ministro Gilmar Mendes, do STF.

“Aliados do ex-juiz avaliam que o caso obrigou Moro a trabalhar seu lado político e que isso pode ajudá-lo a se tornar uma figura de mais trânsito no Senado”, acrescenta O Globo.

O julgamento de Moro

O presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, que deixará o tribunal em 3 de junho, agendou as sessões de 16 e 21 de maio para o plenário da Corte julgar dois recursos contra a absolvição do senador Sergio Moro (União-PR) pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR).

O vice-procurador-geral Eleitoral, Alexandre Espinosa Bravo Barbosa, defendeu na terça, 7, a rejeição dos recursos e a absolvição de Moro das acusações de abuso de poder econômico, caixa 2 e uso indevido dos meios de comunicação na pré-campanha das eleições de 2022.

No parecer enviado ao TSE, Espinosa afirma que não há evidências seguras de desvio ou omissão de recursos, nem tampouco simulação intencional de lançamento de candidatura ao cargo de presidente com intenção de disputar a eleição para o Senado no Paraná.

Moro foi absolvido no TRE-PR

O TRE-PR absolveu Moro no processo de cassação de mandato por abuso de poder econômico. O placar foi de 5 desembargadores eleitorais contra dois indicados de Lula, como resumiu Felipe Moura Brasil.

Apenas José Rodrigo Sade e Lucio Jacob Junior, ambos escolhidos pelo petista para participar do julgamento, acataram as alegações de PT e PL de que o ex-juiz da Lava Jato cometeu abuso de poder econômico por ter se apresentado como pré-candidato ao Palácio do Planalto e ao Senado por São Paulo antes de se eleger senador pelo Paraná.

Mundo

Dona do "Call of Duty" é acusada de homicídio culposo por tiroteio em escola dos EUA

24.05.2024 22:26 3 minutos de leitura
Visualizar

Google revisa IA para corrigir erros bizarros

Visualizar

Inmet alerta: Junho deve ser a salvação do Rio Grande do Sul

Visualizar

Ivan Sant'anna na Crusoé: Terra de fronteira – Primeira parte

Visualizar

Boeing e NASA superam desafios e preparam 1° voo tripulado da Starliner

Visualizar

Rodolfo Borges na Crusoé: Um goleiro nunca é o bastante

Visualizar

Tags relacionadas

Justiça Eleitoral Sergio Moro TRE-PR TSE
< Notícia Anterior

Concurso Santos saúde 2024: inscrições abertas para diversos cargos

13.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Bolsa Família 2024: cronograma de pagamentos e benefícios em Maio

13.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (7)

Ulysses Galletti

2024-05-13 20:02:30

Confio no STF, São capazes de absolver o Senador Sergio Moro que os tratou com umbridade e respeito, farão o mesmo.


Carlos Renato Cardoso Da Costa

2024-05-13 13:28:21

Pra quê se preocupar com o mérito do processo quando se pode fazer política, não é mesmo? Um país com um sistema judicial que pratica atrocidades e é encabeçado por uma casta só pode resultar na porcaria que é


condominio residencial Moacir Antonio Rorato

2024-05-13 13:07:54

Ignorar 2 milhões de votos dos Paranaenses e a decisão do TJ-PR comprovará claramente que brasileiros investidos em altos cargos do judiciário não passam de lacaios a serviço da suja politica brasileira.


MARCOS ANTONIO RAINHO GOMES DA COSTA

2024-05-13 12:53:32

ENGRAÇADO: DECISÕES POLÍTICAS DE UM ÓRGÃO DO JUDICIÁRIO. SE FOSSE SÉRIO SE RASGARIA ATÉ AS PETIÇÕES INICIAIS.


Dovanil Ferraz Camargo Junior

2024-05-13 11:56:41

Eu respondo: lacaios ..lambe botas.....


Um_velho_na_janela

2024-05-13 10:12:15

Do exposto, fica claro, no Brasil não existe justiça, só política e conchavo!


EUD

2024-05-13 10:08:52

2 Juizes Ou Lacaios ????!!!!!


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Inmet alerta: Junho deve ser a salvação do Rio Grande do Sul

Inmet alerta: Junho deve ser a salvação do Rio Grande do Sul

24.05.2024 21:37 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Facções avisam que vão vingar morte de crianças em BH

Facções avisam que vão vingar morte de crianças em BH

24.05.2024 20:58 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Ministério Público vai recorrer de absolvição de Cláudio Castro

Ministério Público vai recorrer de absolvição de Cláudio Castro

24.05.2024 20:57 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Brasil ultrapassa 3 mil mortes por dengue em 2024

Brasil ultrapassa 3 mil mortes por dengue em 2024

24.05.2024 20:44 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.