O Antagonista

Lira já não esconde a pressão sobre Nísia Trindade

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 07.02.2024 09:46 comentários
Brasil

Lira já não esconde a pressão sobre Nísia Trindade

O presidente da Câmara e os líderes da Casa assinaram um requerimento exigindo que a ministra da Saúde esclareça os critérios utilizados na liberação de recursos

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 07.02.2024 09:46 comentários 0
Lira já não esconde a pressão sobre Nísia Trindade
Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

Insatisfeitos com a articulação política do Palácio do Planalto, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL, foto), e os líderes da Casa, assinaram um requerimento exigindo que a ministra da Saúde, Nísia Trindade, esclareça os critérios utilizados na liberação de recursos apadrinhados por parlamentares.

Conforme registrou a Folha de S.Paulo, o documento foi inicialmente protocolado na segunda-feira, 5, com a assinatura apenas de Lira.

No final da tarde de terça-feira, 6, um novo requerimento com o mesmo conteúdo foi registrado no sistema da Câmara dos Deputados, com a assinatura de líderes próximos ao presidente da Casa.

Os parlamentares que assinaram o requerimento são: Hugo Motta (Republicanos-PB), Afonso Motta (PDT-RS), Elmar Nascimento (União Brasil-BA), Adolfo Viana (PSDB-BA), Romero Rodrigues (Podemos-PB) e Altineu Côrtes (PL-RJ).

Qual é a reclamação dos líderes da Câmara?

Membros do alto escalão do Congresso afirmam que o Ministério da Saúde fez repasses de emendas para municípios abaixo das expectativas no final de 2023.

Além disso, o veto de Lula às emendas de comissão no Orçamento de 2024 também gerou atritos na relação com os congressistas.

O requerimento

Os líderes pedem que Nísia Trindade explique “como são definidos os recursos destinados às ações de saúde na atenção primária e na atenção ambulatorial e hospitalar de média e alta complexidade”.

No documento, eles justificam que, embora o sistema do ministério forneça relatórios sobre a execução orçamentária, na prática, as informações disponíveis não permitem uma análise abrangente e individualizada por estados e municípios, dificultando a compreensão da distribuição dos recursos federais para o sistema de saúde.

“Com as informações disponibilizadas, que só podem ser acessadas pelos entes, fica impossível para os deputados e para os cidadãos comuns entenderem as reais necessidades de recursos pelos municípios e estados para a promoção da saúde. Por esse motivo, torna-se necessário este requerimento”, dizem os líderes.

“Orçamento é de todos os brasileiros”

O presidente da Câmara, Arthur Lira, afirmou na segunda-feira, 5, durante a abertura do ano Legislativo, que “o Orçamento é de todas e todos os brasileiros”. A fala acirra o clima de tensão entre Palácio e Congresso às vésperas da discussão sobre os vetos do presidente Lula à Lei Orçamentária Anual (LOA) e à Lei de Diretrizes Orçamentária Anual (LDO).

“O orçamento é de todos e para todos os brasileiros e brasileiras: não é e nem pode ser de autoria exclusiva do Poder Executivo e muito menos de uma burocracia técnica que, apesar de seu preparo, não duvido, não foi eleita para escolher as prioridades da nação. E não gasta a sola de sapato percorrendo os pequenos municípios brasileiros como nós, parlamentares”, disse Lira.

O presidente usou o termo “nossas bases” para afirmar que os parlamentares é que seriam a voz do povo e declarou: “Não admitimos que sejamos criticados por isso”.

“Somos nós que nos dividimos entre este Plenário, os Ministérios e nossas bases – sendo a voz dos nossos representados. Não admitimos que sejamos criticados por isso”, disse Lira em referência a ministros do governo Lula que tem tratado a execução do orçamento a pedido do Palácio do Planalto.

Em seu pronunciamento, o presidente da Câmara dos Deputados ainda rebateu acusações de inércia da Casa em decorrência de disputas políticas e avisou: “Não subestime esta Mesa Diretora”.

Também no discurso, Lira cobrou publicamente pelo apoio dado ao governo para aprovação de projetos e cobrou respeito e compromisso com palavra dada.

Esportes

Craque Neto detona responsável pela eliminação do Corinthians: "maior culpado"

04.03.2024 23:00 2 minutos de leitura
Visualizar

Vasco acerta contratação do atacante Clayton Silva, de Portugal

Visualizar

Cuca concede primeira entrevista oficial como técnico do Athletico

Visualizar

Rafael Cardoso pede desculpas em caso de agressão contra idoso

Visualizar

Os brasileiros sabem da roubalheira

Visualizar

Amigo de Robinho é multado por tumultuar andamento do processo

Visualizar

Tags relacionadas

Arthur Lira Câmara dos Deputados Ministério da Saúde Nísia Trindade
< Notícia Anterior

Impactos ambientais e preocupações dos agricultores travam acordo entre UE e Mercosul

07.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Incêndio devasta histórico Teatro Valdemar de Oliveira em Recife

07.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Rafael Cardoso pede desculpas em caso de agressão contra idoso

Rafael Cardoso pede desculpas em caso de agressão contra idoso

04.03.2024 21:41 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
iFood contesta fala de ministro de Lula: “Não é verdadeira”

iFood contesta fala de ministro de Lula: “Não é verdadeira”

04.03.2024 21:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Cabo da PM de Goiás é preso após atirar contra carro de policial no DF

Cabo da PM de Goiás é preso após atirar contra carro de policial no DF

04.03.2024 20:57 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Hamas está “honrado” com falas de Lula, diz líder do grupo terrorista

Hamas está “honrado” com falas de Lula, diz líder do grupo terrorista

04.03.2024 20:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.