Líder do PL contradiz Pacheco e fala em devolução de MP Líder do PL contradiz Pacheco e fala em devolução de MP
O Antagonista

Líder do PL contradiz Pacheco e fala em devolução de MP

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 09.01.2024 14:59 comentários
Brasil

Líder do PL contradiz Pacheco e fala em devolução de MP

Líder do PL no Senado, o senador Carlos Portinho (RJ, foto) afirmou nesta terça-feira, 9, que a reunião de líderes da Casa terminou com acordo pela devolução da medida provisória (MP) que reonera a folha de pagamentos de 17 setores da economia...

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 09.01.2024 14:59 comentários 0
Líder do PL contradiz Pacheco e fala em devolução de MP
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Líder do PL no Senado, o senador Carlos Portinho (RJ, foto) afirmou nesta terça-feira, 9, que a reunião de líderes da Casa terminou com acordo pela devolução da medida provisória (MP) que reonera a folha de pagamentos de 17 setores da economia.

Segundo o senador, o texto deve ser devolvido por inteiro até o final de janeiro.

“Os benefícios são muito importantes para o setor”, disse Portinho em declaração enviada à imprensa. “Todos nós colocamos isso na reunião e, por isso, a medida provisória deve ser devolvida por inteiro.”

“O presidente Rodrigo Pacheco, do Senado, e os líderes do governo devem fazer a conversa institucional com o ministro Fernando Haddad [da Fazenda], mas o que ficou combinado na reunião é a devolução, e a gente espera que o mais breve. O mais breve seria até o final de janeiro”, completou.

A declaração, no entanto, foi na contramão do que disse o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.

Em coletiva de imprensa, o presidente da Casa afirmou que conversaria com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, antes de definir se devolveria ou não o projeto ao Executivo.

“Não tomarei decisão de devolução [da MP] sem conversar com o ministro [da Economia] Fernando Haddad. É importante esse diálogo entre o legislativo e o executivo porque todos nós queremos dar a sustentação fiscal para o que abraçamos que foi a busca pelo déficit zero e isso precisa de uma arrecadação que seja compatível com os gastos que temos”, disse Pacheco após a reunião de líderes.

Além da reoneração dos setores atualmente beneficiados, o texto remetido pelo governo limita a compensação de créditos tributários para empresas obtidos por meio de decisão judicial e extingue benefícios tributários para empresas do setor de eventos via Perse (Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos).

Pacheco também falou sobre a busca por formas de aumentar a arrecadação para viabilizar o benefício. “O que eu disse no colégio de líderes é que precisamos ter compromisso de sermos criativos na busca de arrecadações que sejam sustentáveis e que é uma busca também da racionalidade de gastos públicos, o corte de gastos supérfluos, o tamanho do Estado brasileiro”.

Medida Provisória

A medida foi editada pelo governo após a promulgação da Lei 14.784, de 2023, que prorroga a desoneração da folha salarial para 17 setores da economia para até o final de 2027. A legislação foi publicada após o Congresso derrubar o veto do presidente Lula ao projeto original.

Depois do envio da MP ao Congresso, Pacheco afirmou que havia a “necessidade da análise técnica” da proposta.

Proposta pelo ministro Fernando Haddad, a medida limita a desoneração para aumentar a arrecadação e alcançar a meta de zerar o déficit fiscal em 2024.

Brasil

Bolsa Família e Auxílio Gás: pagamento é efetuado hoje, confira quem recebe

25.04.2024 05:00 3 minutos de leitura
Visualizar

Oposição reage sobre reparação por escravidão: "traição à pátria"

Alexandre Borges Visualizar

EUA enviam mísseis de longo alcance para Ucrânia

Alexandre Borges Visualizar

Estrangeiros em protestos antissemitas podem ser deportados

Alexandre Borges Visualizar

Musk em guerra judicial por super pacote de remuneração

Alexandre Borges Visualizar

Athletico-PR vence o Danubio pela Sul-Americana e segue 100%

Visualizar

Tags relacionadas

Carlos Portinho folha de pagamento Rodrigo Pacheco Senado
< Notícia Anterior

Caso Epstein: novos documentos expõem famosos envolvidos

09.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Farmácia recebe autorização para produzir remédios à base de cannabis

09.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Bolsa Família e Auxílio Gás: pagamento é efetuado hoje, confira quem recebe

Bolsa Família e Auxílio Gás: pagamento é efetuado hoje, confira quem recebe

25.04.2024 05:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
PC-RJ indicia suspeitos por assassinato de advogado a queima roupa

PC-RJ indicia suspeitos por assassinato de advogado a queima roupa

24.04.2024 20:56 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
20 toneladas de queijo sao apreendidas em Minas Gerais

20 toneladas de queijo sao apreendidas em Minas Gerais

24.04.2024 20:51 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Ludmilla ganha relógio de luxo de Brunna no aniversário de 29 Anos

Ludmilla ganha relógio de luxo de Brunna no aniversário de 29 Anos

24.04.2024 20:47 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.