Guia completo: entenda a multa do FGTS em demissões Guia completo: entenda a multa do FGTS em demissões
O Antagonista

Guia completo: entenda a multa do FGTS em demissões

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 16.05.2024 08:30 comentários
Brasil

Guia completo: entenda a multa do FGTS em demissões

Entendendo a multa rescisória do FGTS e seus direitos.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 16.05.2024 08:30 comentários 0
Guia completo: entenda a multa do FGTS em demissões
Imagem: reprodução

Muitas pessoas têm dúvidas sobre a multa rescisória de 40% do FGTS, fundamental em casos de demissão sem justa causa.

Este artigo oferece um guia completo sobre como essa compensação funciona, quem tem direito a ela, e mais detalhes importantes para trabalhadores e empregadores.

O que é a multa rescisória do FGTS?

A multa rescisória do FGTS é uma compensação devida ao empregado desligado sem justa causa, correspondendo a 40% do total depositado pelo empregador no FGTS durante o vínculo empregatício.

Esse benefício busca oferecer uma segurança financeira adicional no momento da perda do emprego.

Quando o trabalhador tem direito à multa de 40%?

O direito à multa rescisória surge quando o contrato de trabalho é terminado pelo empregador sem justa causa.

Importante ressaltar que, em demissões por justa causa ou acordos mútuos, essa multa não se aplica.

De modo geral, a multa é paga junto às outras verbas rescisórias no momento da rescisão, não sendo depositada junto ao FGTS mas entregue separadamente, garantindo transparência e segurança ao processo.

Como calcular a multa rescisória do FGTS?

Calcular a multa rescisória é simples: basta multiplicar o saldo total do FGTS por 0,40 (40%).

Por exemplo, se o saldo for R$10.000, a multa será de R$4.000.

É essencial que o saldo seja verificado próximo à data de rescisão para garantir precisão no cálculo.

Muitos trabalhadores optam pelo saque-aniversário, que permite retiradas anuais de parte do FGTS.

Felizmente, escolher essa modalidade não afeta o direito à multa rescisória de 40%, que continua válida mesmo para quem faz saques anuais.

Como consultar o saldo do FGTS?

O saldo do FGTS pode ser consultado através do site ou aplicativo da Caixa Econômica Federal, usando o número do PIS/PASEP e senha.

Também é possível consultar por telefone, através do número 0800 724 2019.

Essas plataformas atualizadas permitem que o trabalhador fique por dentro do saldo acumulado, o que facilita o planejamento financeiro em caso de rescisão.

Vale lembrar que uma boa gestão desses recursos pode incluir investimentos seguros, como o Tesouro Direto ou fundos de renda fixa.

Perda do direito à multa e prazos de pagamento

O trabalhador perde o direito à multa em demissões por justa causa ou em acordos de demissão consensual.

Em outros casos de desligamento sem justa causa, o pagamento deve ocorrer dentro de 10 dias úteis após a rescisão, assegurando que o ex-empregado receba sua compensação em tempo.

Analisar o saldo e o depósito da multa pode ser feito através dos mesmos canais utilizados para verificar o FGTS, proporcionando controle e segurança ao trabalhador sobre seus direitos rescisórios.

Entender os direitos relacionados à multa rescisória do FGTS é crucial para qualquer trabalhador.

Esse conhecimento garante que se possa fazer um planejamento financeiro adequado em casos de demissão, além de assegurar que os empregadores cumpram suas obrigações legais.

Mundo

Mamãe chimpanzé em luto se recusa a largar corpo de bebê morto

23.05.2024 16:24 3 minutos de leitura
Visualizar

Corinthians fecha acordo para pagamento de direitos de imagem de Giuliano

Visualizar

Chimpanzé em zoo da Espanha se recusa a soltar filhote que morreu há três meses

Visualizar

Um ministério para Rodrigo Pacheco?

Wilson Lima Visualizar

Bairro volta a alagar após fortes chuvas em Porto Alegre

Visualizar

STJ começa a julgar luta entre bancos e poupadores

Visualizar

< Notícia Anterior

Com agenda fraca, investidores olham para dados americanos

16.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

"A Rússia é a maior ameaça às nossas eleições"

16.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Um ministério para Rodrigo Pacheco?

Um ministério para Rodrigo Pacheco?

Wilson Lima
23.05.2024 16:10 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Bairro volta a alagar após fortes chuvas em Porto Alegre

Bairro volta a alagar após fortes chuvas em Porto Alegre

23.05.2024 15:44 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
STJ começa a julgar luta entre bancos e poupadores

STJ começa a julgar luta entre bancos e poupadores

23.05.2024 15:40 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Chuvas fazem Porto Alegre suspender aulas novamente

Chuvas fazem Porto Alegre suspender aulas novamente

23.05.2024 15:35 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.