Deputados pressionam Itamaraty sobre doações do Brasil à UNRWA Deputados pressionam Itamaraty sobre doações do Brasil à UNRWA
O Antagonista

Deputados pressionam Itamaraty sobre doações do Brasil à UNRWA

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 20.02.2024 07:16 comentários
Brasil

Deputados pressionam Itamaraty sobre doações do Brasil à UNRWA

O objetivo principal do requerimento é entender por qual motivo o governo brasileiro aumentou as doações à UNRWA

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 20.02.2024 07:16 comentários 0
Deputados pressionam Itamaraty sobre doações do Brasil à UNRWA
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em torno de 30 parlamentares protocolaram nesta segunda-feira, 19, um pedido de convocação do chefe do Itamaraty, Mauro Vieira, para explicar o aumento de doações públicas do Brasil à UNRWA – agência da ONU para Refugiados Palestinos.

A UNRWA é uma das principais estimuladoras do ódio contra judeus e do terrorismo no Oriente Médio.

“Enquanto membros do Congresso Nacional, é nosso dever fiscalizar e garantir que os atos provenientes do Poder Executivo sejam feitos com intenções corretas e éticas, tendo em mente, também, as consequências que tais ações vão causar em nosso país e, principalmente, na população brasileira”, argumentou o deputado Luiz Philippe Orleans e Bragança (PL-SP), um dos signatários do pedido de convocação.

O anúncio de Lula

O objetivo principal do requerimento é entender as motivações e implicações por trás do anúncio feito por Lula (PT), especialmente com outras nações tomando atitudes opostas. Se a convocação for aprovada, o ministro deverá comparecer ao plenário da Câmara dos Deputados, para esclarecer os pontos levantados pelos deputados e responder outros eventuais questionamentos.

Segundo o deputado Luiz Philippe, o assunto é de extrema importância, devido às crescentes suspeitas e acusações recebidas pela UNRWA de envolvimento de funcionários com o grupo terrorista Hamas.

“Se há uma denúncia já feita publicamente e outros países interromperam doações e repasses em razão disso, não cabe ao Brasil ignorar essa grave acusação e seguir prestando auxílio a um órgão que pode estar desviando as doações brasileiras para terroristas. Devemos nos espelhar em países como Estados Unidos e Alemanha, e aguardar a conclusão da investigação deste caso”, concluiu.

Terror

Ao reforçar o apoio financeiro à agência da ONU, Lula minimiza a conexão dos funcionários da UNRWA com o terror.

Como mostrou Crusoé, uma reportagem do Wall Street Journal baseada em um relatório de inteligência israelense revelou que cerca de 10% dos funcionários da UNRWA têm conexões com terroristas do Hamas ou da Jihad Islâmica.

Considerando que a agência da ONU tem 12 mil funcionários na Faixa de Gaza, pode-se concluir que 1.200 empregados da agência têm alguma relação com o terror.

Quando se consideram apenas os funcionários homens, a porcentagem de pessoas com alguma conexão com o terrorismo é ainda maior: 23%.

Brasil

Empresário é preso por instalar câmeras escondidas em banheiro residencial em Goiás

22.04.2024 12:06 2 minutos de leitura
Visualizar

Crusoé: Mais um presidente de Câmara dos EUA na mira

Visualizar

Onde assistir Corinthians x Ferroviária: confira detalhes da partida

Visualizar

Novo reconhecimento facial no App Gov.br eleva acesso a serviços

Visualizar

Meio-Dia em Brasília: Bolsonaro em Copacabana, valeu a pena?

Visualizar

Grindr enfrenta processo por vazar status de HIV dos usuários

Visualizar

Tags relacionadas

governo Lula Itamaraty Mauro Vieira UNRWA
< Notícia Anterior

Imposto de Renda: nova faixa não afeta Microempreendedores Individuais

20.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Concurso Público em Sananduva: 13 cargos disponíveis em diversas áreas de atuação

20.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Empresário é preso por instalar câmeras escondidas em banheiro residencial em Goiás

Empresário é preso por instalar câmeras escondidas em banheiro residencial em Goiás

22.04.2024 12:06 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Novo reconhecimento facial no App Gov.br eleva acesso a serviços

Novo reconhecimento facial no App Gov.br eleva acesso a serviços

22.04.2024 12:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Segurança reforçada para o Enem dos Concursos

Segurança reforçada para o Enem dos Concursos

22.04.2024 11:40 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Concurso TSE Unificado de 2024: edital pode ser publicado em breve

Concurso TSE Unificado de 2024: edital pode ser publicado em breve

22.04.2024 11:37 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.