O Antagonista

Crusoé: gastos em residência de vice de Jorginho sobem 258% em 2023

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 08.02.2024 14:13 comentários
Brasil

Crusoé: gastos em residência de vice de Jorginho sobem 258% em 2023

Residência oficial ocupada por Marilisa Boehm acabou custando quase o triplo do originalmente destinado para o ano de 2023

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 08.02.2024 14:13 comentários 0
Crusoé: gastos em residência de vice de Jorginho sobem 258% em 2023
Foto Ricardo Wolffenbuttel/SECOM

Em seu primeiro ano como vice-governadora de Jorginho Mello (PL) em Santa Catarina, Marilisa Boehm (PL) comandou uma residência oficial muito mais cara do que o esperado. No início do ano, o orçamento do estado previu 418,3 mil reais com as despesas da casa. Ao final de dezembro, indicam dados oficiais, a despesa atualizada chegou a 1,5 milhão de reais — um salto de 258%.

Os dados estão disponíveis no sistema de gestão orçamentária do estado — os números são de acesso restrito, mas foram obtidos por Crusoé. Nos dados, é possível que quase 1,3 milhão de reais haviam sido de fatos enviados para o pagamento das despesas do imóvel, e quase todo esse dinheiro havia sido gasto.

As despesas também subiram em outros pontos do gabinete. Na “gestão e manutenção dos serviços administrativos gerais”, os valores aumentaram de 980 mil para 1,51 milhão.

Os primeiros dados orçamentários já indicavam, ainda em 2023, que as despesas pareciam sair de controle. Ela havia contratado um cozinheiro particular para a residência — uma mansão em um bairro na área continental da capital — por 21 mil reais mensais. Em março, Marilisa já havia gastado a metade do ordenado para o ano ainda no mês de março.

O salto nos custos da residência oficial de Jorginho Mello não foram dessa ordem. Ele havia gastado pouco mais de 4 milhões de reais, ante uma previsão inicial de 3,55 milhões de reais — o acréscimo foi de 12,8%.

Procurado pela reportagem, o gabinete da vice-governadora respondeu apenas após a publicação da matéria. A pasta confirma os gastos e alega que o aumento veio pela “ausência de planejamento orçamentário da gestão anterior com relação aos compromissos já existentes para manutenção da residência Oficial”.

A pasta alega que seu foco é o corte de gastos e que a equipe permanece a mesma, mas que o orçamento destinado à residência oficial não poderia jamais ser de 418 mil reais — visto que seriam necessários 94 mil reais por mês apenas em pessoal.

Leia mais aqui; assine Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Esportes

Jogando bem, Corinthians perde para Ponte Preta e se complica

25.02.2024 22:27 2 minutos de leitura
Visualizar

Cromossomo Y Está desaparecendo

Visualizar

Conheça a última área a ser mapeada nos EUA por ser inacessível

Visualizar

Estudo revela que povos tradicionais possuem a mesma felicidade de países ricos

Visualizar

Tite comenta caso de Daniel Alves

Visualizar

Casa Tody: loja de calçados fecha após 70 anos na Avenida Paulista

Visualizar

Tags relacionadas

Crusoé governo de Santa Catarina Jorginho Mello
< Notícia Anterior

Os argumentos da PGR para pedir as quatro prisões na operação que mira Bolsonaro

08.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

TSE multa Bolsonaro por propaganda negativa contra Lula

08.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Casa Tody: loja de calçados fecha após 70 anos na Avenida Paulista

Casa Tody: loja de calçados fecha após 70 anos na Avenida Paulista

25.02.2024 21:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Conheça as mansões de famosos como Bruno Gagliasso e Simone Mendes disponíveis para aluguel

Conheça as mansões de famosos como Bruno Gagliasso e Simone Mendes disponíveis para aluguel

25.02.2024 20:55 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Tarcísio: “São Paulo ama vestir verde e amarelo”

Tarcísio: “São Paulo ama vestir verde e amarelo”

25.02.2024 20:18 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Deltan, Zema, Tarcísio, Malafaia; quem participou do ato de Bolsonaro

Deltan, Zema, Tarcísio, Malafaia; quem participou do ato de Bolsonaro

25.02.2024 19:57 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.