A explicação de Jorginho Mello para a desistência de seu filho A explicação de Jorginho Mello para a desistência de seu filho
O Antagonista

A explicação de Jorginho Mello para a desistência de seu filho

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 10.01.2024 17:32 comentários
Brasil

A explicação de Jorginho Mello para a desistência de seu filho

O governador de Santa Catarina, Jorginho Mello (foto), resolveu explicar publicamente porque seu filho, Filipe Mello (foto), desistiu de ocupar o cargo de secretário da Casa Civil no governo do pai...

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 10.01.2024 17:32 comentários 0
A explicação de Jorginho Mello para a desistência de seu filho
Jorginho Mello e seu filho, Filipe. Foto: Reprodução

O governador de Santa Catarina, Jorginho Mello (foto), resolveu explicar publicamente porque seu filho, Filipe Mello (foto), desistiu de ocupar o cargo de secretário da Casa Civil no governo do pai. Ao dar posse a novos secretários e presidente de estatais, Jorginho — um dos governadores mais próximos de Jair Bolsonaro — foi questionado pela imprensa da manobra.

Eis sua explicação:

“O Filipe não precisa de emprego. Ele sempre me ajudou e vai continuar ajudando”, começou. “Então, ele é um bom advogado, tem seu escritório. O Bruno é dentista. Os dois me ajudam, são meus confidentes, enfim, vida que segue. Eles vão continuar me ajudando. Sempre me ajudaram. Só que, para que criar polêmica?”

Na sua visão, “o governo está voando baixo, está tendo entrega. Para que dar margem para alguma oposição boca torta, que talvez encoste um filho para ganhar uma boquinha”. Para Jorginho, ex-senador pelo estado até 2022, “a gente não precisa disso, graças a Deus.”

Quem é Filipe Mello?

Não foi o discurso que Jorginho adotou quando cogitou que seu filho assumiria o cargo, no final do ano passado. Ele aproveitou que Estêner Sorato, seu então chefe da Casa Civil, deixou o cargo no final do ano passado, para aventar o nome de Filipe, que é advogado de formação — mas com quase nenhuma experiência política.

A nomeação foi confrontada como nepotismo, à medida que se tornava mais próxima. Na semana passada, a 1ª instância do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) suspendeu a nomeação. Nesta terça-feira, 9, um desembargador derrubou a decisão e, considerando não haver problema, garantiu que Filipe Mello poderia assumir o cargo no gabinete de Jorginho. Horas depois, no entanto, ele desistiu da nomeação.

Seu argumento? “Quem nos conhece sabe da relação que temos e sabe que não preciso de emprego”

Mundo

Miss Argentina 2024: representante de Córdoba de 29 anos leva a coroa

26.05.2024 11:21 3 minutos de leitura
Visualizar

Novo concurso ISS Juruena 2024: salário inicial de R$ 2.3 mil

Visualizar

Copa do Nordeste 2024: finalistas serão conhecidos hoje

Visualizar

Por onde andam os jogadores da Alemanha que estavam no 7x1?

Visualizar

Uber vai lançar viagens exclusivamente com carros elétricos no Brasil

Visualizar

Frente fria pode provocar recorde de temperaturas mínimas no Centro-Sul do Brasil

Visualizar

Tags relacionadas

Jorginho Mello nepotismo Santa Catarina
< Notícia Anterior

STF adota ‘jurisprudência Lula’ e livra Vaccari de ação na Lava Jato

10.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Desempenho da economia e desemprego preocupam em 2024

10.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Novo concurso ISS Juruena 2024: salário inicial de R$ 2.3 mil

Novo concurso ISS Juruena 2024: salário inicial de R$ 2.3 mil

26.05.2024 11:04 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Uber vai lançar viagens exclusivamente com carros elétricos no Brasil

Uber vai lançar viagens exclusivamente com carros elétricos no Brasil

26.05.2024 10:58 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Frente fria pode provocar recorde de temperaturas mínimas no Centro-Sul do Brasil

Frente fria pode provocar recorde de temperaturas mínimas no Centro-Sul do Brasil

26.05.2024 10:43 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Número de mortos em tragédia no RS sobe para 169

Número de mortos em tragédia no RS sobe para 169

26.05.2024 10:40 1 minuto de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.