Yahya Sinwar é acusado em casos de abusos sexuais e pedofilia Yahya Sinwar é acusado em casos de abusos sexuais e pedofilia
O Antagonista

Yahya Sinwar é acusado em casos de abusos sexuais e pedofilia

avatar
Alexandre Borges
2 minutos de leitura 22.02.2024 13:13 comentários
Mundo

Yahya Sinwar é acusado em casos de abusos sexuais e pedofilia

O líder supremos do Hamas e seu irmão Muhammed foram acusados de crimes sexuais envolvendo até membros do próprio Hamas

avatar
Alexandre Borges
2 minutos de leitura 22.02.2024 13:13 comentários 0
Yahya Sinwar é acusado em casos de abusos sexuais e pedofilia
Foto: Reprodução

Yahya Sinwar e seu irmão Muhammed foram acusados de diversos crimes sexuais, incluindo estupro e até pedofilia, por membros do Hamas presos com eles, conforme revelou o pesquisador israelense Baruch Yedid em entrevista nesta quarta, 21.

Yedid detalhou que, desde 2005, Muhammad Sinwar ocupa o cargo de Comandante da Brigada de Khan Yunis e é membro da liderança militar do Hamas, responsável pela construção de um extenso túnel recentemente descoberto.

“Yahya foi liberado em 2011, no acordo de Shalit. Quando ainda estava preso, líderes militares e da prisão o informaram sobre o envolvimento do irmão mais novo em uma série de atos de pedofilia e assédio sexual a meninos, incluindo membros do próprio Hamas”, disse Yedid.

Esses incidentes teriam ocorrido tanto na prisão como quando Muhammad já era um alto membro do Hamas na Faixa de Gaza. Yahya teria proibido qualquer investigação além das que ele mesmo conduziu.

Na prisão de Ofer, na Cisjordânia, no início dos anos 2000, dois homens do Hamas estupraram um jovem prisioneiro palestino, e Yahya novamente impediu que o caso fosse investigado, temendo que isso levasse a uma investigação sobre seu irmão.

A fonte dessas informações foi Samir Kuntar, o mesmo que assassinou a família Haran em 1979, liberado em 2008 e morto na Síria em 2015. Kuntar relatou a oficiais israelenses que Sinwar proibia a investigação desses casos.

Informações vindas de fontes palestinas em Ramallah indicam que há arquivos de inteligência sobre abusos sexuais cometidos por Yahya. Uma das acusações detalha que, durante sua detenção na prisão de Ashkelon, Yahya manteve “acessórios de silicone” em sua cela, utilizados também para assédio sexual.

Ainda segundo Yedid, há alegações de membros do Hamas de que seus nomes não foram incluídos na lista de libertados no acordo de Shalit, unicamente porque Muhammad Sinwar não desejava que estivessem livres devido ao envolvimento com os escândalos sexuais.

Brasil

Bolsa Família e Auxílio Gás: pagamento é efetuado hoje, confira quem recebe

25.04.2024 05:00 3 minutos de leitura
Visualizar

Oposição reage sobre reparação por escravidão: "traição à pátria"

Alexandre Borges Visualizar

EUA enviam mísseis de longo alcance para Ucrânia

Alexandre Borges Visualizar

Estrangeiros em protestos antissemitas podem ser deportados

Alexandre Borges Visualizar

Musk em guerra judicial por super pacote de remuneração

Alexandre Borges Visualizar

Athletico-PR vence o Danubio pela Sul-Americana e segue 100%

Visualizar

Tags relacionadas

guerra Hamas Israel
< Notícia Anterior

Lewandowski prorroga atuação da Força Nacional em PR e AC

22.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Relator do código eleitoral apresenta PECs para fim da reeleição

22.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Alexandre Borges

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Oposição reage sobre reparação por escravidão: "traição à pátria"

Oposição reage sobre reparação por escravidão: "traição à pátria"

Alexandre Borges
25.04.2024 04:50 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
EUA enviam mísseis de longo alcance para Ucrânia

EUA enviam mísseis de longo alcance para Ucrânia

Alexandre Borges
25.04.2024 04:46 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Estrangeiros em protestos antissemitas podem ser deportados

Estrangeiros em protestos antissemitas podem ser deportados

Alexandre Borges
25.04.2024 04:43 1 minuto de leitura
Visualizar notícia
Musk em guerra judicial por super pacote de remuneração

Musk em guerra judicial por super pacote de remuneração

Alexandre Borges
25.04.2024 04:33 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.