Rússia amplia laços militares asiáticos contra pressão dos EUA Rússia amplia laços militares asiáticos contra pressão dos EUA
O Antagonista

Rússia amplia laços militares asiáticos contra pressão dos EUA

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 26.04.2024 10:25 comentários
Mundo

Rússia amplia laços militares asiáticos contra pressão dos EUA

Rússia expande exercícios militares na Ásia em resposta à influência dos EUA, discutindo segurança e cooperação.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 26.04.2024 10:25 comentários 0
Rússia amplia laços militares asiáticos contra pressão dos EUA
Reprodução

No último encontro realizado na cidade de Astana, capital do Cazaquistão, o Ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, destacou a necessidade de expansão das atividades militares conjuntas entre a Rússia e seus aliados asiáticos. Essa declaração ocorreu durante uma reunião da Organização de Cooperação de Xangai (SCO), que reúne países como Rússia, Índia, China, Irã, Paquistão, Cazaquistão, Uzbequistão, Quirguistão e Tajiquistão.

Shoigu criticou abertamente as intenções dos Estados Unidos e seus aliados de expandir sua influência de segurança na região, mencionando que tais ações são vistas como uma ameaça direta à estabilidade no espaço da SCO. O Ministro enfatizou a importância de uma cooperação reforçada e uma maior amplitude geográfica nas manobras militares para enfrentar esses desafios.

Análise da Postura de Shoigu frente às Pressões Externas

Em meio a um cenário de crescente tensão, Shoigu posiciona a Rússia como um pilar contra a erosão de sua influência na Ásia, apesar das intensas demandas enfrentadas pelo seu exército na prolongada guerra em território ucraniano. Ainda em seu discurso, Shoigu acusou blocos liderados pelos EUA, como o QUAD e o AUKUS, de tentarem remodelar a estrutura de segurança no Pacífico para se adequarem a seus próprios interesses, aumentando a pressão sobre a China em relação a Taiwan.

O Ministro ressaltou os perigos representados por “grupos terroristas radicais localizados no Afeganistão” como a principal ameaça à segurança na Ásia Central. Além disso, Shoigu reiterou críticas às ações estadunidenses, acusando o país de tentar recuperar sua influência na região após a retirada de suas tropas do Afeganistão em 2021.

Qual é o Impacto das Declarações de Shoigu nas Relações Internacionais?

    • Afirmando uma postura defensiva robusta, a Rússia de Shoigu parece resoluta em manter seu espaço de influência na dinâmica segurança asiática.
    • A expansão das atividades militares pode levar a um aumento do poderio militar russo na região, alterando o equilíbrio de poder existente.
    • As tensões entre as grandes potências, especialmente envolvendo os EUA e a China, podem se intensificar, afetando diretamente os países menos influentes da região.

Eventos Recentes Reforçam a Reticência de Shoigu

As recentes alegações de Shoigu sobre a responsabilidade ucraniana em ataques terroristas perto de Moscou, que resultaram em mais de 140 mortes, e as acusações contínuas de atos de sabotagem apoiados por conselheiros estrangeiros em território russo, aumentam a complexidade do cenário político e militar. Embora essas alegações não tenham sido acompanhadas de provas concretas, elas servem para intensificar a narrativa de cerco percebido por parte da Rússia.

O cenário é ainda mais complicado com a situação doméstica de Shoigu, que enfrenta maior escrutínio após a prisão de um de seus vice-ministros envolvido em um escândalo de suborno, ameaçando sua estabilidade política interna. A conjuntura destaca a tentativa de fortalecer suas posições tanto no âmbito internacional quanto interno.

Esportes

Onde assistir Al-Hilal x Al Tai: confira detalhes da partida

23.05.2024 11:30 2 minutos de leitura
Visualizar

Semana do MEI 2024: capacitação e sucesso com Sebrae

Visualizar

Alerta de ventania e inundações no Sul podem subir novamente o Guaíba

Visualizar

Sindicatos acusam governo Lula de tolher direito de greve

Visualizar

Quadrilha de roubos a bancos e Rolex é desarticulada no Rio

Visualizar

Quaquá justifica à PF tapa no plenário da Câmara

Visualizar

Tags relacionadas

Ásia EUA militar Rússia Sergei Shoigu
< Notícia Anterior

Crusoé: Simplificar é complicado

26.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Bicheiro do Rio é absolvido de acusação de assassinato

26.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Obra de Bacon de €5 Milhões roubada em Madrid é recuperada

Obra de Bacon de €5 Milhões roubada em Madrid é recuperada

23.05.2024 10:53 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: Afinal, o que mostram as pesquisas eleitorais na Inglaterra?

Crusoé: Afinal, o que mostram as pesquisas eleitorais na Inglaterra?

23.05.2024 10:29 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Tensão escala: Taiwan responde aos exercícios militares da China

Tensão escala: Taiwan responde aos exercícios militares da China

23.05.2024 10:11 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Reino Unido: desafios econômicos e políticos pré-eleições

Reino Unido: desafios econômicos e políticos pré-eleições

23.05.2024 09:41 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.