Reféns mortos por engano carregavam bandeira branca Reféns mortos por engano carregavam bandeira branca
O Antagonista

Reféns mortos por engano carregavam bandeira branca

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 16.12.2023 09:37 comentários
Mundo

Reféns mortos por engano carregavam bandeira branca

As Forças de Defesa de Israel divulgaram neste sábado, 16, novos detalhes sobre as mortes acidentais de três reféns israelenses no bairro de Shejaiya, na cidade...

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 16.12.2023 09:37 comentários 0
Reféns mortos por engano carregavam bandeira branca
Foto: Reprodução/ Redes Sociais

As Forças de Defesa de Israel divulgaram neste sábado, 16, novos detalhes sobre as mortes acidentais de três reféns israelenses no bairro de Shejaiya, na cidade de Gaza. 

De acordo com investigação inicial da FDI, o incidente ocorreu depois que um soldado identificou três pessoas suspeitas saindo de um prédio a dezenas de metros de distância de onde ele estava.

Os três estavam sem camisa. Um deles carregava uma bandeira branca improvisada, segundo a investigação inicial.

O soldado achou que a aproximação dos homens fazia parte de uma emboscada do Hamas. Ele então abriu fogo e gritou “terroristas” para os outros militares.

Segundo a investigação, esse soldado matou dois dos reféns. O terceiro foi atingido e, ferido, conseguiu fugir para o prédio de onde saiu.

Nesse momento, o comandante do batalhão ordenou que os militares cessassem o fogo. Os soldados também ouviram alguém gritando “socorro” em hebraico.

O terceiro refém saiu novamente do prédio e outro soldado abriu fogo contra ele.

Os três corpos foram recolhidos e levados para Israel para serem identificados.

Eles se chamavam Yotam Haim, Samer Talalka e Alon Shamriz.

Os dois primeiros haviam sido sequestrados pelos terroristas do Hamas no kibbutz (comunidade rural) de Nir Am, enquanto o terceiro no kibbutz de Kfar Aza.

Todos foram sequestrados nos atentados de 7 de outubro, a partir dos quais 239 inocentes foram feitos reféns pelos terroristas do Hamas em Gaza.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, se manifestou sobre o caso pediu desculpas às famílias:

“Mesmo nesta noite difícil, curaremos as nossas feridas, aprenderemos as lições necessárias e continuaremos com o nosso esforço supremo para devolver todos os nossos reféns para casa em segurança”, afirmou.

Mais de cem reféns foram libertados durante o período vigente do acordo de trégua temporário entre Israel e Hamas no fim de novembro.

Brasil

Bolsa Família 2024: Evite suspensões atualizando seu cadastro

24.05.2024 19:30 3 minutos de leitura
Visualizar

Megaoperação em SP apreende 85 mil vapes

Visualizar

John Textor planeja vender o time Crystal Palace

Visualizar

Prefeitura de Porto Alegre arranca comporta e usa sacos de areia para barrar enchente

Visualizar

INSS e sindicato unem forças: Novas mudanças para bancários

Visualizar

Deslizamento catastrófico em Papua-Nova Guiné

Visualizar

Tags relacionadas

Acidente bandeira branca Exército Faixa de Gaza FDI Gaza Israel Netanyahu reféns
< Notícia Anterior

Lira, sobre reforma: “Não é o sistema perfeito, mas o possível”

16.12.2023 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Bolsonaro compara Lula a Fidel por fala sobre Dino comunista

16.12.2023 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

O Antagonista é um dos principais sites jornalísticos de informação e análise sobre política do Brasil. Sua equipe é composta por jornalistas profissionais, empenhados na divulgação de fatos de interesse público devidamente verificados e no combate às fake news.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Deslizamento catastrófico em Papua-Nova Guiné

Deslizamento catastrófico em Papua-Nova Guiné

24.05.2024 18:59 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
EUA restringem importação da Austrália por gripe aviária

EUA restringem importação da Austrália por gripe aviária

24.05.2024 18:39 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Coreia do Sul e Japão sancionam Rússia e Coreia do Norte

Coreia do Sul e Japão sancionam Rússia e Coreia do Norte

24.05.2024 18:33 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Entenda a exclusão de Taiwan na reunião da OMS

Entenda a exclusão de Taiwan na reunião da OMS

24.05.2024 18:23 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.