Professora é presa por duvidar dos crimes do 7 de outubro Professora é presa por duvidar dos crimes do 7 de outubro
O Antagonista

Professora é presa por duvidar dos crimes do 7 de outubro

avatar
Alexandre Borges
2 minutos de leitura 19.04.2024 05:00 comentários
Mundo

Professora é presa por duvidar dos crimes do 7 de outubro

Nadera Shalhoub-Kevorkian disse também que os corpos das mulheres estariam sendo usados como armas políticas, e expressou ceticismo quanto às denúncias de estupro durante os ataques

avatar
Alexandre Borges
2 minutos de leitura 19.04.2024 05:00 comentários 0
Professora é presa por duvidar dos crimes do 7 de outubro
Foto YouTube

Uma professora árabe-israelense da Universidade Hebraica de Jerusalém, Nadera Shalhoub-Kevorkian, foi detida nesta quinta-feira, 18, sob suspeita de incitação à violência.

A prisão ocorreu após a professora, em uma entrevista em março para o podcast Makdisi Street, questionar a ocorrência de estupros e outras atrocidades cometidas pelo Hamas durante os ataques de 7 de outubro, além de referir-se aos israelenses como “criminosos”.

Shalhoub-Kevorkian, criminologista e professora de direito, havia sido suspensa pela universidade em março, após suas declarações ofensivas e levianas. Após um encontro com o reitor da universidade, em que ela afirmou acreditar nas vítimas de agressão sexual e negou ter duvidado de tais reivindicações, foi perdoada e reintegrada.

A professora criticou fortemente o sionismo e sugeriu que deveria ser abolido, chamando-o de “criminoso”. Argumentou ainda que os corpos das mulheres estariam sendo usados como armas políticas, e expressou ceticismo quanto às denúncias de estupro durante os ataques, apesar de um relatório da ONU confirmar.

Sua prisão foi marcada por buscas em sua residência, onde itens pessoais, incluindo seu computador, celular, livros de poesia palestina e papéis relacionados ao trabalho foram confiscados.

A detenção da professora gerou críticas de figuras políticas, como o deputado Ofer Cassif, que denunciou a investigação como injusta. Por outro lado, Elchanan Felhaimer, presidente da União Nacional dos Estudantes de Israel, elogiou a ação, esperando que influencie na maneira como os acadêmicos se expressam sobre questões delicadas para o povo judeu.

Shalhoub-Kevorkian tem longa trajetória na esquerda internacional e é conhecida por seu ativismo. É titular da cadeira Lawrence D. Biele em Direito na Faculdade de Direito-Instituto de Criminologia e na Escola de Serviço Social e Bem-Estar Público da Universidade Hebraica e Cátedra Global em Direito na Queen Mary University de Londres.

Brasil

Concurso em Morro Agudo: Vagas para todos os níveis! Inscreva-se

23.05.2024 06:34 2 minutos de leitura
Visualizar

Saque FGTS para vítimas de enchentes: acesse os seus benefícios

Visualizar

Líder holandês declara apoio incondicional a Israel

Alexandre Borges Visualizar

Uso diário de maconha supera o de álcool nos EUA

Alexandre Borges Visualizar

Líder da direita populista alemã cai após relativizar nazismo

Alexandre Borges Visualizar

Receita libera restituição priorizando Gaúchos após calamidades

Visualizar

< Notícia Anterior

Mídia estatal do Irã reporta explosões em Isfahan

18.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Musk anuncia campanha por liberdade em meio a controvérsias

19.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Alexandre Borges

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Líder holandês declara apoio incondicional a Israel

Líder holandês declara apoio incondicional a Israel

Alexandre Borges
23.05.2024 06:28 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Uso diário de maconha supera o de álcool nos EUA

Uso diário de maconha supera o de álcool nos EUA

Alexandre Borges
23.05.2024 06:14 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Líder da direita populista alemã cai após relativizar nazismo

Líder da direita populista alemã cai após relativizar nazismo

Alexandre Borges
23.05.2024 06:03 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: Nove pessoas morrem em acidente em comício no México

Crusoé: Nove pessoas morrem em acidente em comício no México

Caio Mattos, Da Cidade do México
23.05.2024 04:04 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.