Mídia estatal do Irã reporta explosões em Isfahan Mídia estatal do Irã reporta explosões em Isfahan
O Antagonista

Mídia estatal do Irã reporta explosões em Isfahan

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 18.04.2024 23:24 comentários
Mundo

Mídia estatal do Irã reporta explosões em Isfahan

Isfahan sedia bases militares e centros de desenvolvimento de energia nuclear, incluindo a principal usina de enriquecimento de urânio do país

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 18.04.2024 23:24 comentários 0
Mídia estatal do Irã reporta explosões em Isfahan
Reprodução

A Fars, agência de notícias estatal do Irã, relatou explosões nas redondezas da cidade de Isfahan, 350 quilômetros ao sul da capital, Teerã, na noite desta quinta-feira, 18 de abril.

A mídia iraniana também afirmou que o sistema de defesa aérea derrubou três drones.

Voos comerciais pela região foram suspensos ou tiveram a rota alterada.

Isfahan sedia bases militares e centros de desenvolvimento de energia nuclear, incluindo a principal usina de enriquecimento de urânio do país, Natanz.

Até às 23h25 desta quinta, não há confirmação oficial de que o episódio se trate de um ataque externo.

Diversos veículos da imprensa americana, citando autoridades do governo americano não identificadas, afirmam que as explosões são um ataque de Israel, em retaliação pela ofensiva iraniana de sábado, 13.

Mais informações em instantes…

O ataque iraniano

Após o ataque iraniano com 170 drones, 120 mísseis balísticos e 30 mísseis de cruzeiro contra Israel, autoridades americanas têm buscado evitar uma resposta militar israelense.

O presidente americano Joe Biden está buscando agendar uma reunião do G7 para encontrar uma “solução diplomática“.

Entre os argumentos apresentados para botar panos quentes está o de que Israel interceptou 99% dos projéteis lançados contra o seu território. O resultado surpreendente seria uma vitória israelense, então não haveria motivo para atacar o Irã, que já foi derrotado.

Esse argumento não considera que, apesar de ter falhado, o ataque iraniano foi feito para dar certo. Ao lançar um número nunca antes visto de drones e mísseis contra outro país, os iranianos queriam causar morte e destruição, e não apenas mandar um sinal, um recado.

O pacote de projéteis foi inspirado naqueles que os russos usaram repetidamente contra a Ucrânia, com grande efeito“, afirma o Instituto do Estudo da Guerra (ISW, na sigla em inglês), em Washington.

Os drones foram lançados muito antes dos mísseis balísticos, provavelmente com a intenção de que, se eles chegassem ao mesmo tempo a Israel, sobrecarregariam o funcionamento dos sistemas de defesa antiaérea. Trata-se de uma técnica que tem sido muito usada pelos russos na Ucrânia. 

Os iranianos sabiam que Israel teria um desempenho melhor que o dos ucranianos, mas não tinham ideia de que seus inimigos se sairiam tão bem.

A taxa média de interceptação das defesas aéreas ucranianas é de 46% dos mísseis balísticos russos nos maiores ataques. Os iranianos muito provavelmente sabiam que as taxas israelenses seriam maiores que a dos ucranianos, mas não acima dos 90% contra os mísseis balísticos — os russos afinal, nunca dispararam tantos mísseis balísticos em um único ataque contra a Ucrânia“, afirma o Instituto.

Brasil

Ciclone Extratropical chega ao Sul do Brasil trazendo mais chuvas

26.05.2024 23:28 3 minutos de leitura
Visualizar

Johnny Wactor de 'General Hospital' é morto em assalto em LA

Visualizar

Quais as músicas sertanejas já tocadas em novelas?

Visualizar

Volkswagen Saveiro 2025 estará ainda mais cara

Visualizar

Conheça os mascotes olímpicos dos últimos anos

Visualizar

Exercício físico ajuda no combate ao Alzheimer e a depressão

Visualizar

Tags relacionadas

Isfahan Israel Oriente Médio
< Notícia Anterior

Confira os favoritos para novo técnico do São Paulo

18.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Professora é presa por duvidar dos crimes do 7 de outubro

19.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Johnny Wactor de 'General Hospital' é morto em assalto em LA

Johnny Wactor de 'General Hospital' é morto em assalto em LA

26.05.2024 23:21 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Volkswagen Saveiro 2025 estará ainda mais cara

Volkswagen Saveiro 2025 estará ainda mais cara

26.05.2024 21:45 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Exercício físico ajuda no combate ao Alzheimer e a depressão

Exercício físico ajuda no combate ao Alzheimer e a depressão

26.05.2024 21:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Os desafios de Lai Ching-te, novo presidente de Taiwan

Os desafios de Lai Ching-te, novo presidente de Taiwan

26.05.2024 20:55 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.