O Antagonista

Presidente do México, Lopez Obrador, nega acusações de financiamento de cartel em sua campanha de 2006

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 31.01.2024 18:27 comentários
Mundo

Presidente do México, Lopez Obrador, nega acusações de financiamento de cartel em sua campanha de 2006

Explore as alegações de que a campanha do presidente do México, Andres Manuel Lopez Obrador, foi financiada por cartéis de drogas e a resposta firme de Obrador negando tais acusações.

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 31.01.2024 18:27 comentários 0
Presidente do México, Lopez Obrador, nega acusações de financiamento de cartel em sua campanha de 2006
Fonte: Divulgação

O presidente do México, Andres Manuel Lopez Obrador, desmentiu nest quarta-feira, 31 de janeiro, alegações de que sua primeira campanha presidencial há quase duas décadas atrás teria recebido financiamento de líderes de um cartel de drogas em troca de futuros favores para suas operações criminais caso vencesse as eleições.

As acusações

As acusações apareceram em reportagens extensas publicadas no início do dia pelos meios de comunicação investigativos ProPublica, Insight Crime e Deutsche Welle. As reportagens citam oficiais da agência de combate às drogas dos Estados Unidos e seus informantes mexicanos, descrevendo pelo menos US$ 2 milhões provenientes de grandes traficantes de cocaína que teriam sido fornecidos à tentativa infrutífera de Lopez Obrador ao cargo presidencial em 2006 e aos seu amargo revés.

O presidente nega as alegações

É completamente falso, é uma calúnia“, disse López Obrador, quando questionado sobre a reportagem em sua coletiva de imprensa matinal regular. “Não há provas. São caluniadores vis”, acrescentou.

A campanha de 2006 foi a primeira das três tentativas presidenciais do esquerdista Lopez Obrador, que perdeu por menos de 1% dos votos para o conservador Felipe Calderón. Calderón embarcou em uma controversa e sangrenta guerra contra os poderosos cartéis de drogas no México.

Política mais pacífica de Obrador

Lopez Obrador, que tem buscado uma política de segurança mais pacífica em relação ao crime organizado, argumentou por muito tempo que foi trapaceado na eleição presidencial de 2006. Nos meses após aquela eleição, ele liderou a tomada do centro da Cidade do México por milhares de seus apoiadores, chegando a presidir uma cerimônia na qual foi proclamado o presidente legítimo.

Dentre as descobertas da ProPublica: um líder de cartel proeminente teria fornecido dinheiro para comida aos apoiadores de López Obrador. Lopez Obrador, que também perdeu uma corrida em 2012 antes de vencer finalmente na eleição de 2018, disse que culpa principalmente os oficiais norte-americanos pelo que ele chamou de ações antiéticas, não as últimas notícias.

A reação do presidente

Não vou apresentar nenhuma queixa formal, mas denuncio. Não os jornalistas. Denuncio o governo dos Estados Unidos por permitir essas práticas imorais que são contrárias à ética política que deveria prevalecer em todos os governos“, afirmou.

Esportes

Craque Neto detona responsável pela eliminação do Corinthians: "maior culpado"

04.03.2024 23:00 2 minutos de leitura
Visualizar

Vasco acerta contratação do atacante Clayton Silva, de Portugal

Visualizar

Cuca concede primeira entrevista oficial como técnico do Athletico

Visualizar

Rafael Cardoso pede desculpas em caso de agressão contra idoso

Visualizar

Os brasileiros sabem da roubalheira

Visualizar

Amigo de Robinho é multado por tumultuar andamento do processo

Visualizar

Tags relacionadas

cartel México
< Notícia Anterior

Sargento que guinchou carro de vereadora em Marília retorna às ruas após tentativa de exoneração

31.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Lamsa abre vagas para mulheres na operação de trânsito. Veja com concorrer

31.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Diplomata brasileiro morre em missão na Ruanda

Diplomata brasileiro morre em missão na Ruanda

04.03.2024 20:46 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Kate Middleton é vista em público novamente depois de 6 semanas

Kate Middleton é vista em público novamente depois de 6 semanas

04.03.2024 20:25 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Nevasca nos EUA causa estragos e perigo de avalanches

Nevasca nos EUA causa estragos e perigo de avalanches

04.03.2024 20:05 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
ONU diz que China violou direitos humanos

ONU diz que China violou direitos humanos

04.03.2024 19:05 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.