“O Hamas não defende os direitos do povo palestino”, diz embaixadora dos EUA na ONU “O Hamas não defende os direitos do povo palestino”, diz embaixadora dos EUA na ONU
O Antagonista

“O Hamas não defende os direitos do povo palestino”, diz embaixadora dos EUA na ONU

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 17.10.2023 15:35 comentários
Mundo

“O Hamas não defende os direitos do povo palestino”, diz embaixadora dos EUA na ONU

Ao rejeitar a resolução apresentada pela Rússia ao Conselho de Segurança da ONU sobre os ataques sofridos por Israel, a embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Linda Thomas-Greenfield, afirmou que não poderia apoiar uma resolução que não fizesse menção ao Hamas...

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 17.10.2023 15:35 comentários 0
“O Hamas não defende os direitos do povo palestino”, diz embaixadora dos EUA na ONU
Reprodução

Ao rejeitar a resolução apresentada pela Rússia ao Conselho de Segurança da ONU sobre os ataques sofridos por Israel, a embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Linda Thomas-Greenfield, afirmou que não poderia apoiar uma resolução que não fizesse menção ao Hamas.

Aos demais membros do conselho, ela disse que o grupo terrorista “não defende os direitos do povo palestiniano à dignidade e à autodeterminação” e reiterou o apoio dos EUA a Israel.

“Colegas, como o presidente [Joe] Biden deixou claro, estamos a trabalhar com Israel para garantir que eles tenham o que precisam para defender o povo israelita, resgatar reféns e tomar as medidas necessárias para responsabilizar os terroristas por estes ataques”, afirmou.

“Os Estados Unidos reiteraram aos nossos parceiros israelenses a necessidade de proteger a vida civil, em conformidade com o direito humanitário internacional. A proteção dos civis – e a proteção das pessoas que tentam chegar à segurança – deve ser um foco central para todos os envolvidos. Continuaremos a instar os nossos parceiros israelitas a trabalharem para minimizar o risco de vítimas civis”, acrescentou.

“Não se pode afirmar que estamos ao lado dos palestinos e das suas aspirações legítimas se não nos posicionarmos abertamente contra o Hamas. O Hamas não defende os direitos do povo palestino à dignidade e à autodeterminação. O caminho de terror em que o Hamas está empenhado não melhorou a vida de uma única pessoa, nem fez nada para promover a paz e a estabilidade. Pelo contrário, tudo o que o Hamas alguma vez trouxe ao povo palestiniano e à região foi miséria, caos e destruição”, concluiu.

Como mostramos, a posição de Linda Thomas-Greenfield na ONU é a mesma que o presidente dos EUA, Joe Biden, defenderá na Jordânia, onde se reunirá nesta quarta-feira (18) com o rei Abdullah, o presidente egípcio Sisi e o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas.

O Antagonista destaca, desde o começo da cobertura do massacre de 7 de outubro, que é preciso parar de confundir terroristas do Hamas com palestinos inocentes; que os primeiros não representam os segundos, o que foi não só apontado em pesquisa, mas também reconhecido por Mahmoud Abbas; e que o Hamas, na verdade, usa os civis palestinos como escudos humanos.

Brasil

Globo retoma transmissões ao vivo do Rock in Rio

12.06.2024 16:38 3 minutos de leitura
Visualizar

Dia dos Namorados: Jojo Todynho troca amor pelo treino e dá dicas de presentes

Visualizar

Ex-colega de Esplanada, Dino vai relatar caso de Juscelino no STF

Wesley Oliveira Visualizar

FED mantém taxa em 5,5% e aguarda dados para iniciar cortes

Visualizar

Vem aí? Neymar posta foto com a camisa do Flamengo e Gabigol responde

Visualizar

Tesla Cybertruck, o carro 'indestrutível' de Elon Musk, passeia pelo Morro do Macaco

Visualizar

Tags relacionadas

Conselho de Segurança da ONU EUA guerra em Israel Hamas Israel Linda Thomas-Greenfield
< Notícia Anterior

Governo federal aumenta orçamento de estatais em quase R$ 400 milhões em 2023

17.10.2023 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

"Precisamos derrubar isso”, diz deputado do PL sobre relatório de CPMI

17.10.2023 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Crusoé: Por que Putin mandou navios de guerra para Cuba

Crusoé: Por que Putin mandou navios de guerra para Cuba

12.06.2024 15:39 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Ex-reféns e vizinhos confirmam “jornalista” como captor afiliado ao Hamas

Ex-reféns e vizinhos confirmam “jornalista” como captor afiliado ao Hamas

12.06.2024 15:32 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Hamas rejeitou libertação de reféns, diz gabinete de Netanyahu

Hamas rejeitou libertação de reféns, diz gabinete de Netanyahu

12.06.2024 15:04 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Acidente de barco deixa mais de 80 mortos no Congo

Acidente de barco deixa mais de 80 mortos no Congo

12.06.2024 14:08 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.