Judeus confrontam protesto pró-Palestina na Sciences Po, Paris Judeus confrontam protesto pró-Palestina na Sciences Po, Paris
O Antagonista

Judeus confrontam protesto pró-Palestina na Sciences Po, Paris

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 26.04.2024 14:19 comentários
Mundo

Judeus confrontam protesto pró-Palestina na Sciences Po, Paris

O movimento “«Nous vivrons»”, associação de combate ao antissemitismo formada após os massacres de 7 de outubro de 2023 em Israel, dirigiu-se ao local de protesto pro-Palestina

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 26.04.2024 14:19 comentários 0
Judeus confrontam protesto pró-Palestina na Sciences Po, Paris
Reprodução/X

Manifestações nas ruas, ocupação de instalações históricas e encontros presenciais tensos com manifestantes pró-Israel: a mobilização pró-Palestina está perturbando o bom funcionamento do Instituto de Estudos Políticos de Paris (Sciences Po) há semanas.

O Instituto de Estudos Políticos de Paris é uma instituição privada francesa de ensino superior, especializada nas áreas de Ciências Humanas e Sociais.

Nesta sexta-feira, 26 de abril, as demandas de certos os estudantes ecoaram os protestos que estão agitando alguns prestigiosos campi americanos, mas foram confrontados por uma contra-manifestação em defesa de Israel e dos judeus.

A tensão aumentou quando chegaram cerca de cinquenta manifestantes pró-Israel em frente à sede parisiense do IEP.

O movimento “«Nous vivrons»”, associação de combate ao antissemitismo formada após os massacres de 7 de outubro de 2023 em Israel, dirigiu-se ao local de protesto pro-Palestina.

Homens e mulheres, com idades entre 40 e 50 anos, agitaram juntos cartazes com bandeiras palestinas e israelenses, dizendo: “Libertem Gaza do Hamas!”. Atrás deste grupo de cerca de trinta pessoas, outros ativistas brandiam bandeiras israeleses e fotografias de reféns detidos em Gaza. “Terrorista LFI!”, gritaram então, em referência ao partido francês La France Insoumisse, que vem causando polêmica pelas declarações antissemitas e favoráveis ao Hamas.

Perante eles, ativistas pró-palestinos intervieram rapidamente, separando o grupo do resto da manifestação, criando uma “tela” com bandeiras palestinas, num clima de alta tensão.

A polícia então chegou então ao local, separando os dois grupos, formados por um total de quase 2.000 pessoas.

Uma representando do grupo “«Nous vivrons»”, presente na contramanifestação declarou: “Somos cidadãos livres que percebem o que querem fazer na Sciences Po, como na Columbia. Eles atacam os judeus diretamente”, declarou a judia 59 anos, indignando-se: “Quando dizem “do rio ao mar”, apelam à destruição do Estado de Israel, para mim é claramente antissemitismo”. Ela também declarou estar preocupada com os estudantes: “Isso já dura semanas, como vocês esperam que os jovens franceses trabalhem nessas condições?

O apadrinhamento político dos manifestantes

Jean-Luc Mélenchon, líder do partido de extrema esquerda, LFI falou esta sexta-feira, 26 aos estudantes mobilizados da Sciences Po Paris, por meio de uma transmissão ao vivo. O líder Insoumis expressou o seu total apoio aos jovens presentes.

Quero a todo custo enviar-lhes as mais agradecidas e admiradas saudações pelo trabalho que realizaram ao ocupar as instalações”, disse ele. “Vocês são neste momento, para nós, a honra do nosso país. A imagem mais forte que podemos dar do facto de os franceses não aceitarem, não se resignarem, não permitirem que o odioso, o abominável massacre, o terrível genocídio em Gaza aconteça sem ação”, declarou Jean-Luc Mélenchon.

Mundo

Turista é feita “refém” em hospital turco por não pagar a conta

28.05.2024 22:43 3 minutos de leitura
Visualizar

Luciano Camargo confirma nova fase gospel e revela motivo

Visualizar

Câmara aprova 'PL das blusinhas da Shein' e taxa importados de até US$ 50 em 20%

Visualizar

Série baseada no filme Cidade de Deus estreia em agosto

Visualizar

Até Maria do Rosário e Tabata votaram contra Lula por fim das saidinhas

Visualizar

Acabou a festa das blusinhas e das "bugigangas"

Carlos Graieb Visualizar

Tags relacionadas

antissemitismo pró-Palestina protestos
< Notícia Anterior

Vacina contra o câncer de pele está em fase de testes

26.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Onde assistir Avaí x Santos: confira detalhes da partida

26.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

O Antagonista é um dos principais sites jornalísticos de informação e análise sobre política do Brasil. Sua equipe é composta por jornalistas profissionais, empenhados na divulgação de fatos de interesse público devidamente verificados e no combate às fake news.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Turista é feita “refém” em hospital turco por não pagar a conta

Turista é feita “refém” em hospital turco por não pagar a conta

28.05.2024 22:43 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Nvidia atinge quase U$ 3 trilhões em valor de mercado e cola na Apple

Nvidia atinge quase U$ 3 trilhões em valor de mercado e cola na Apple

28.05.2024 21:02 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: O que Robert De Niro não sabe sobre Trump

Crusoé: O que Robert De Niro não sabe sobre Trump

28.05.2024 20:55 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Nubank é o banco mais valioso da América Latina

Nubank é o banco mais valioso da América Latina

28.05.2024 20:29 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.