O Antagonista

Furacão Beryl ameaça o Caribe e governo emite ALERTA

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 30.06.2024 20:03 comentários
Mundo

Furacão Beryl ameaça o Caribe e governo emite ALERTA

Segundo especialistas, é raro vermos um furacão de grande magnitude tão cedo na temporada.

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 30.06.2024 20:03 comentários 0
Furacão Beryl ameaça o Caribe e governo emite ALERTA
Furação Beryl causa devastação no sul dos Estados Unidos. Foto: Pixabay

Com a temporada de furacões de 2024 já marcando presença, o Caribe enfrenta uma ameaça considerável com a aproximação do furacão Beryl.

Atualmente classificado na escala Saffir-Simpson como potencial categoria 4, Beryl promete consequências severas com ventos intensos e chuvas torrenciais.

O Furacão Beryl está distante menos de 750 quilômetros a leste de Barbados e avança com uma força que pode intensificar-se nas próximas horas.

As ilhas de Barlavento já foram avisadas para se prepararem para impactos significativos na segunda-feira de manhã.

Qual a intensidade esperada para o furacão Beryl, na costa do Caribe

Segundo especialistas, é raro vermos um furacão de grande magnitude tão cedo na temporada.

Beryl, que possui ventos sustentados de pelo menos 209 km/h, será um dos poucos registados no Atlântico tropical antes do início de julho, marcando-o como um fenômeno preocupante.

Com a notícia de sua aproximação, preparativos já estão em andamento.

Em Barbados e ilhas vizinhas, moradores correm contra o tempo, reforçando suas moradias e estocando suprimentos essenciais como água, alimentos e combustível.

A urgência é palpável, com cenas de supermercados e postos de combustível lotados, enquanto as comunidades locais se organizam para enfrentar o possível desastre.

Como Beryl compara-se a tempestades passadas?

Historicamente, apenas cinco grandes furacões foram documentados no Atlântico nesta época do ano.

Beryl promete entrar para a história como um dos inícios mais agressivos de temporada de furacões, potencializado pelas condições atmosféricas atuais.

A NOAA destacou que as quentes temperaturas do Atlântico e fenômenos como La Niña contribuem para essa intensificação precoce.

As autoridades regionais, cientes dos riscos, intensificaram os alertas e preparativos.

Além dos ventos catastróficos, espera-se que Beryl traga inundações e elevação significativa dos níveis de mar, aumentando ainda mais a vulnerabilidade das áreas costeiras impactadas.

Enquanto comunidades se preparam e cientistas observam atentamente a trajetória de Beryl, é um lembrete sombrio de como a mudança climática continua a influenciar a frequência e intensidade dos fenômenos meteorológicos extremos.

Cada evento como este nos leva a refletir sobre a importância da preparação e resiliência diante dos desafios impostos pelo clima moderno.

Mais Lidas

1

FBI identifica atirador de 20 anos que tentou matar Trump

Visualizar notícia
2

“Nunca a violência deveria prevalecer”, diz Zelensky sobre atentado a Trump

Visualizar notícia
3

Xi Jinping manifesta “compaixão” a Trump após atentado

Visualizar notícia

Tags relacionadas

Caribe furacão
< Notícia Anterior

Protestos contra partido de Le Pen em várias cidades na França

30.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Daniel Alves reaparece atualizando redes sociais: "Business Man"

30.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Xi Jinping manifesta “compaixão” a Trump após atentado

Xi Jinping manifesta “compaixão” a Trump após atentado

14.07.2024 07:27 1 minuto de leitura
Visualizar notícia
Mudanças Climáticas: Impactos globais do Clareamento de Nuvens

Mudanças Climáticas: Impactos globais do Clareamento de Nuvens

14.07.2024 07:16 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
“Nunca a violência deveria prevalecer”, diz Zelensky sobre atentado a Trump

“Nunca a violência deveria prevalecer”, diz Zelensky sobre atentado a Trump

14.07.2024 07:02 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
FBI identifica atirador de 20 anos que tentou matar Trump

FBI identifica atirador de 20 anos que tentou matar Trump

14.07.2024 06:42 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.