O Antagonista

EUA e Canadá enviam embarcações para Cuba em resposta à Rússia

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 14.06.2024 13:44 comentários
Mundo

EUA e Canadá enviam embarcações para Cuba em resposta à Rússia

Uma surpreendente concentração de navios de guerra de potências mundiais em Havana reacende tensões da Guerra Fria.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 14.06.2024 13:44 comentários 0
EUA e Canadá enviam embarcações para Cuba em resposta à Rússia
YAMIL LAGE / AFP

Em um evento que trouxe lembranças das anteriores tensões da Guerra Fria, diversos navios de guerra, incluindo embarcações russas, canadenses e dos Estados Unidos, convergiram para Havana, Cuba, criando um cenário de grande interesse geopolítico. Esta confluência de forças marítimas ocorreu numa semana recheada de manobras e exibições de poderio estratégico próximo ao território estadunidense.

O cenário incluiu a inusitada chegada do submarino de ataque rápido Helena da marinha dos EUA na base naval de Guantanamo, apenas algumas horas após a visualização de navios de guerra russos que haviam chegado ao início da semana. Este conjunto de movimentos estratégicos destaca a persistente relevância da ilha de Cuba nos assuntos de segurança internacional.

Qual o Significado da Chegada dos Navios de Guerra em Cuba?

Com Cuba posicionada a apenas 160 km da Flórida, a presença frequente e estratégica de navios militares tão perto da costa dos EUA ressalta as dinâmicas de poder na região. O próprio governo de Cuba, junto com a Rússia, assegurou que os navios russos presentes no porto de Havana não representam uma ameaça. Entretanto, a situação revigora discussões sobre as intenções e as implicações geopolíticas destas movimentações no contexto da atual tensão entre Rússia e nações ocidentais, exacerbadas pela guerra na Ucrânia.

Detalhes da Operação Naval em Havana

A frigata Admiral Gorshkov e o submarino nuclear Kazan da Rússia foram vistos em Havana após completarem treinamentos com “armas de mísseis de alta precisão” através do Oceano Atlântico. Esta manifestação de poder bélico ressalta a contínua cooperação militar entre Rússia e Cuba, que persiste desde o período da União Soviética.

Enquanto isso, o navio patrulha canadense Margaret Brooke realizou manobras para ingressar no porto de Havana na madrugada de sexta-feira, numa iniciativa descrita pelo Comando Conjunto de Operações do Canadá como uma visita de porto reconhecendo “a duradoura relação bilateral entre Canadá e Cuba”. A diplomacia canadense enfatizou que a visita foi rotineira e não relacionada à presença russa.

Repercussões e Perspectivas Futuras

  • O aumento da atividade militar em Havana pode levantar questões sobre a segurança na região;
  • A cooperação contínua entre Cuba e Rússia pode ser vista como um desafio à influência dos EUA no Caribe;
  • As movimentações em Havana indicam que a estratégia naval ainda é um componente crítico nas relações internacionais.

Os navios de guerra russos têm previsão de permanência no porto de Havana até o dia 17 de junho, um fato que será acompanhado de perto por analistas e governos de todo o mundo. Esta concentração de poder naval em um ponto tão sensível geopoliticamente sublinha a importância contínua de Cuba como uma chave estratégica no xadrez político global.

Mais Lidas

1

"O melhor antídoto para a ideologia 'woke' é conhecer a verdade"

Visualizar notícia
2

Lula aplaudirá banho de sangue prometido por Maduro, diz Mourão

Visualizar notícia
3

Crusoé: Os crimes da areia

Visualizar notícia
4

Israel intercepta míssil lançado pelos Houthis no Iêmen

Visualizar notícia
5

Bolsonaro teve 6 encontros com suposto informante da Receita

Visualizar notícia
6

Correspondentes estrangeiros condenam ameaças de Maduro

Visualizar notícia
7

Crescem indícios de que chefe militar do Hamas foi morto, dizem FDI

Visualizar notícia
8

Jerônimo Teixeira na Crusoé: Impressões sobre um atentado

Visualizar notícia
9

Campanha de Trump já se prepara para Kamala Harris

Visualizar notícia
10

Crusoé: os nanicos também debatem nos EUA

Visualizar notícia

Tags relacionadas

Canadá Cuba EUA navios Rússia
< Notícia Anterior

Suprema Corte dos EUA decide que "Bump Stocks" não são ilegais

14.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Jacaré é resgatado em comércio de SP

14.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Deepfake: entenda o que é e como se proteger

Deepfake: entenda o que é e como se proteger

21.07.2024 13:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Pesquisas dão vantagem a Trump sobre Biden

Pesquisas dão vantagem a Trump sobre Biden

21.07.2024 12:43 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
OMS mostra como parar de fumar em novo guia

OMS mostra como parar de fumar em novo guia

21.07.2024 12:35 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Rússia interrompe missão de bombardeiros dos Estados Unidos

Rússia interrompe missão de bombardeiros dos Estados Unidos

21.07.2024 12:09 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.