“Eu gostaria que Hitler ainda estivesse aqui”, diz extremista em Nova York “Eu gostaria que Hitler ainda estivesse aqui”, diz extremista em Nova York
O Antagonista

“Eu gostaria que Hitler ainda estivesse aqui”, diz extremista em Nova York

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 11.06.2024 11:44 comentários
Mundo

“Eu gostaria que Hitler ainda estivesse aqui”, diz extremista em Nova York

A polícia de Nova York prendeu nesta segunda-feira, 10, três pessoas em protesto pró-Palestina realizado em Manhattan

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 11.06.2024 11:44 comentários 2
“Eu gostaria que Hitler ainda estivesse aqui”, diz extremista em Nova York
Reprodução

A polícia de Nova York prendeu nesta segunda-feira, 10, três extremistas em protesto pró-Palestina realizado em Manhattan.

Os manifestantes anti-Israel saíram da Union Square em direção a Wall Street, onde uma multidão se reunião em frente à Exposição do Festival de Música Nova, que homenageia as vítimas do ataque terrorista a um festival de música eletrônica promovido pelo Hamas em 7 de outubro de 2023.

Os extremistas, segundo a emissora de televisão CBS, acenderam tochas e abriram latas de fumaça do lado de fora do museu, gritando “viva a intifada” e segurando cartazes que celebravam o massacre.

Um deles chegou a mencionar Hitler.

“Eu gostaria que Hitler ainda estivesse aqui, ele teria eliminado todos vocês”, afirmou o extremista em vídeo compartilhado na rede social X, antigo Twitter, pelo repórter Luke Tress, do portal Times of Israel.

O congressista americano Ritchie Torres condenou os protestos antissemitas realizados em Nova York, chamando os manifestantes anti-Israel de “bárbaros”.

“Os fanáticos anti-Israel estão protestando contra a Exposição do Festival de Música Nova, que procura relembrar as vidas de centenas de jovens judeus barbaramente assassinados pelo Hamas no dia 7 de Outubro.

Estes fanáticos negam o massacre no Festival de Música Nova, chamando-o de ‘propaganda sionista’.

A negação do dia 7 de Outubro é apenas uma mutação moderna no antigo DNA do antissemitismo. Os antissemitas que negam, minimizam ou defendem a barbárie do Hamas revelam-se bárbaros.”

O presidente do distrito de Manhattan, Mark Levine, chamou o ataque à exposição é “vil” e “repulsivo”.

“A Exposição do Festival de Música Nova é uma lembrança comovente do massacre de 7 de outubro. Oferece uma mensagem de tolerância e esperança. O ataque cruel desta noite à exposição não é pró-paz. É repulsivo e vil. Condeno-o nos termos mais fortes possíveis.”

Leia também:

Discursos antissemitas e racistas de vereadora americana chocam até seus pares

Brasil

Previsão do Tempo: Santa Catarina em alerta para temporais extremos

23.06.2024 17:38 3 minutos de leitura
Visualizar

Aumento do nível do mar coloca cidades brasileiras em risco

Visualizar

Rouge: Confusões internas e troca de farpas

Visualizar

Nike relança camisa da seleção de 1998 e preço surpreende

Visualizar

Portabilidade de dívida do cartão de crédito é aprovada

Visualizar

México assolado por onda de calor mortal

Visualizar

Tags relacionadas

antissemitismo Manhattan Nova York
< Notícia Anterior

Prepare-se para o Concurso Nacional Unificado: guia definitivo

11.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Puglia se prepara para o G7 em meio à crise com máfia

11.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (2)

Marcelo Augusto Monteiro Ferraz

2024-06-11 14:10:52

O que está faltando para de fazer o óbvio ululante, documentado neste vídeo, que dispensa a reunião de mais provas cabais? Resposta: O quantos antes deter, investigar, processar, julgar e condenar à pena maxima esse desalmado por sua fala explícita de incentivo ao genocídio, ao que me consta um crime hediondo e inafiançável na legislação de qualquer país democrático do ocidente. E a dita "grande midia", vai divulgar essa barbárie?


Joao

2024-06-11 12:39:47

Hitler é um monstro que percebeu que só chegaria ao poder pela via democrática. Conquistado o poder, a acabou com a República de Weimar e fez o diabo. Apesar da História.muitos povos ainda flertam com porc0s autoritários. No Brasil flertaram com Bost@naro e agora apoiam Lula Ladrão que cada vez mais mostra desapreço pela democracia.


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

México assolado por onda de calor mortal

México assolado por onda de calor mortal

23.06.2024 16:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Filipinas e a acusação de ataque da China

Filipinas e a acusação de ataque da China

23.06.2024 16:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Mais pessoas morrem em enchentes na Suiça

Mais pessoas morrem em enchentes na Suiça

23.06.2024 15:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Ataque em igreja e sinagoga deixa 7 mortos no Daguestão

Ataque em igreja e sinagoga deixa 7 mortos no Daguestão

23.06.2024 15:44 1 minuto de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.