Espanha cria fundo para vítimas de abuso na Igreja Católica Espanha cria fundo para vítimas de abuso na Igreja Católica
O Antagonista

Espanha cria fundo para vítimas de abuso na Igreja Católica

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 23.04.2024 11:34 comentários
Mundo

Espanha cria fundo para vítimas de abuso na Igreja Católica

Espanha estabelece fundo para vítimas de abuso sexual na Igreja, visando compensação e justiça.

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 23.04.2024 11:34 comentários 0
Espanha cria fundo para vítimas de abuso na Igreja Católica
Foto: M W/Pixabay

Nessa terça-feira, o ministro da Justiça da Espanha, Félix Bolaños, fez um anúncio impactante que promete mudar o curso da justiça para muitas vítimas de abusos sexuais. Segundo ele, será criado um fundo especial destinado a compensar cerca de 440 mil vítimas de abuso sexual cometido por clérigos e outros funcionários ligados à Igreja Católica.

Detalhes do plano de compensação

O plano apresentado prevê que a Igreja Católica financie a maior parte desse fundo. O governo espanhol busca, com isso, não apenas compensar as vítimas, mas também garantir um mecanismo de reparação simbólica. Esta decisão veio na esteira de um relatório do Provedor de Direitos Humanos de Espanha, que apontou para a necessidade urgente de tais medidas.

O Relatório do Provedor de Direitos Humanos

O relatório resultou de uma pesquisa ampla com 8 mil pessoas e jogou luz sobre a magnitude da questão, levando à recomendação de criação do fundo estatal. Contudo, houve críticas à postura da Igreja, considerada por muitos como um esforço para “minimizar o fenômeno”.

A posição da Igreja e desafios futuros

Embora a Conferência Episcopal Espanhola tenha expressado vontade de cooperar, ela também manifestou insatisfação com a exclusão de vítimas de outras organizações no plano, o que pode antecipar desafios nas negociações futuras. A Igreja defende uma abordagem mais inclusiva que não condene toda a instituição.

Medidas adicionais e críticas internacionais

Além do fundo, o governo espanhol planeja realizar um evento público para oferecer “reparação simbólica”. Esse evento busca reconhecer o sofrimento das vítimas e de seus familiares. Enquanto isso, em Portugal, a abordagem da Igreja Católica, que optou por compensações caso a caso, foi recebida com críticas por grupos de sobreviventes, destacando um contraste nas políticas de reparação na península Ibérica.

Mundo

Aos 60 anos, Alejandra Rodríguez brilha no Miss Universo Argentina 2024

25.05.2024 23:00 3 minutos de leitura
Visualizar

Zhongnanhai: A Casa Branca chinesa

Visualizar

Leptospirose no RS: 4 mortes e 76 casos confirmados

Visualizar

Corredor humanitário do RS atinge 7 Km de congestionamento

Visualizar

Toni Kroos se despede do Santiago Bernabéu com o Real Madrid

Visualizar

Em último jogo de Mbappe, PSG vence a copa da França

Visualizar

Tags relacionadas

abuso sexual Espanha fundo Igreja Católica
< Notícia Anterior

Governo decide adiar parte da regulamentação da tributária

23.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Medidas de Lula não são suficientes para os yanomamis, diz CGU

23.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Aos 60 anos, Alejandra Rodríguez brilha no Miss Universo Argentina 2024

Aos 60 anos, Alejandra Rodríguez brilha no Miss Universo Argentina 2024

25.05.2024 23:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Zhongnanhai: A Casa Branca chinesa

Zhongnanhai: A Casa Branca chinesa

25.05.2024 22:29 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Nicki Minaj é detida em Amsterdã por posse de drogas

Nicki Minaj é detida em Amsterdã por posse de drogas

25.05.2024 21:07 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Elon Musk vai lançar supercomputador de IA

Elon Musk vai lançar supercomputador de IA

25.05.2024 20:56 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.