O Antagonista

Engenheiros demitidos acusam Musk de dirigir empresa espacial “na Idade Média”

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 13.06.2024 15:58 comentários
Mundo

Engenheiros demitidos acusam Musk de dirigir empresa espacial “na Idade Média”

A ação judicial acusa tanto Elon Musk quanto a SpaceX de assédio sexual, discriminação, retaliação e demissões injustificadas

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 13.06.2024 15:58 comentários 0
Engenheiros demitidos acusam Musk de dirigir empresa espacial “na Idade Média”
Fonte: Reprodução / Meta

O magnata Elon Musk, fundador da empresa aeroespacial americana SpaceX, enfrenta uma ação judicial movida por oito engenheiros que foram demitidos recentemente. Os ex-funcionários alegam que Musk incentivou abusos trabalhistas e promoveu uma cultura sexista dentro da companhia.

A queixa civil foi apresentada em um tribunal de Los Angeles (EUA) nesta quarta-feira, 12. De acordo com os engenheiros, quatro mulheres e quatro homens, eles foram demitidos após escreverem uma carta aberta na qual expressavam suas preocupações e pediam ao conselho de administração da SpaceX que se distanciasse do CEO.

Segundo a agência de notícias AFP, a carta destacava o contraste entre as declarações públicas de Musk sobre a SpaceX ser líder em viagens espaciais e a realidade vivenciada pelos funcionários. Segundo os engenheiros, a empresa é administrada como se estivéssemos na Idade Média, tratando as mulheres como objetos sexuais e inundando o ambiente de trabalho com piadas sexistas obscenas. Aqueles que desafiavam essa cultura eram respondidos com a sugestão de procurar outro emprego.

Musk acusado de assédio sexual

A ação judicial acusa tanto Elon Musk quanto a SpaceX de assédio sexual, discriminação, retaliação e demissões injustificadas. Laurie Burgess, advogada dos engenheiros demandantes, afirmou em comunicado que Musk acredita estar acima da lei e que estão ansiosos para que ele preste contas por suas atitudes no julgamento.

Antes de entrarem com a ação, os engenheiros demitidos haviam apresentado uma queixa à Junta Nacional de Relações do Trabalho dos Estados Unidos. No entanto, essa queixa foi paralisada por uma ação judicial movida por Musk para interrompê-la.

Segundo a ação judicial e a queixa registrada junto ao órgão regulador, a SpaceX cultivou um ambiente de trabalho hostil, no qual piadas sobre assédio sexual eram comuns, mulheres recebiam salários inferiores aos homens e funcionários que reclamavam eram demitidos.

Ambiente hostil

Os advogados dos demandantes também afirmaram que Musk deliberadamente criou um ambiente de trabalho hostil ao introduzir fotografias sexuais desprezíveis, memes e comentários degradantes sobre mulheres e a comunidade LGBTQ+.

Até o momento, a SpaceX não se pronunciou sobre o assunto. Vale ressaltar que outra empresa emblemática de Elon Musk, a Tesla, também já enfrentou acusações semelhantes de racismo e assédio sexual em sua sede na Califórnia.

Mais Lidas

1

Nem o Nordeste está a fim de Lula

Visualizar notícia
2

MBL na mira da PF

Visualizar notícia
3

Maduro adere à narrativa bolsonarista sobre urnas brasileiras

Visualizar notícia
4

Tubarões testam positivo para cocaína no Rio

Visualizar notícia
5

Até o Black Lives Matter criticou escolha de Kamala Harris: "Partido de hipócritas"

Visualizar notícia
6

Bem feito para Lula

Visualizar notícia
7

Apoio de Lula tira votos de Paes, indica pesquisa

Visualizar notícia
8

A maior preocupação de Tarcísio com o PCC

Visualizar notícia
9

“Governo federal é amigo de narcopresidentes”, diz secretário de Justiça de MG

Visualizar notícia
10

Aécio e Perillo tentam convencer Datena a não ‘datenar’

Visualizar notícia

Assine nossa newsletter

Inscreva-se e receba o conteúdo do O Antagonista em primeira mão!

Tags relacionadas

assédio sexual Elon Musk sexista SpaceX
< Notícia Anterior

Amazon encontra dificuldades na integração entre Alexia e IA Generativa

13.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Fazendeiro descobre nova espécie de pterossauro na Austrália

13.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Crusoé: a batalha dos slogans na eleição americana

Crusoé: a batalha dos slogans na eleição americana

24.07.2024 15:17 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Atirador de Trump fez pesquisa na internet sobre assassinato de JFK

Atirador de Trump fez pesquisa na internet sobre assassinato de JFK

24.07.2024 14:54 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
As ameaças de Maduro

As ameaças de Maduro

24.07.2024 13:35 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Disneyland evita greve com novo acordo trabalhista

Disneyland evita greve com novo acordo trabalhista

24.07.2024 13:25 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.