O Antagonista

Deputadas de extrema-esquerda votam contra banir membros do Hamas dos EUA

avatar
Alexandre Borges
2 minutos de leitura 01.02.2024 09:42 comentários
Mundo

Deputadas de extrema-esquerda votam contra banir membros do Hamas dos EUA

As ativistas fazem parte do grupo radical de deputadas conhecido como "Squad", ou "Esquadrão" em inglês

avatar
Alexandre Borges
2 minutos de leitura 01.02.2024 09:42 comentários 2
Deputadas de extrema-esquerda votam contra banir membros do Hamas dos EUA
Cori Bush, Rashida Tlaib Foto: Reprodução

As deputadas americanas Cori Bush, do Missouri, e Rashida Tlaib, de Michigan, integrantes do grupo radical “Squad” (“Esquadrão”, em inglês) do Partido Democrata, votaram contra a proposta legislativa HR 6679, denominada “Ato de Não Concessão de Benefícios Imigratórios para Terroristas do Hamas”.

Esta medida busca estender a proibição já aplicada aos oficiais da Organização para a Libertação da Palestina para incluir todos os membros do Hamas, além de indivíduos envolvidos no Massacre de 7 de outubro contra Israel.

Proposta pelo republicano Tom McClintock, da Pensilvânia, a lei teve uma aprovação quase unânime, com 422 votos a favor, com apenas Bush e Tlaib votando contra e a abstenção de Delia Ramirez, de Illinois.

Tlaib atacou a proposta, argumentando que haveria uma redundância em relação à legislação federal existente e acusando a nova proposta de ser uma ferramenta para incitar ódio contra árabes, palestinos e muçulmanos. Ramirez expressou sua decisão de se abster como um protesto contra o que considera manobras políticas desnecessárias, criticando a medida como uma perda de tempo e recursos.

O que é o “Esquadrão”

O “Squad”, ou “Esquadrão”, é o apelido do grupo de deputadas democratas de extrema-esquerda eleitas para a Câmara dos Estados Unidos nas eleições de 2018. Originalmente era composto por Alexandria Ocasio-Cortez de Nova York, Ilhan Omar de Minnesota, Ayanna Pressley de Massachusetts e Rashida Tlaib de Michigan.

Desde sua formação, o “Esquadrão” ganhou notoriedade nacional e internacional, não apenas pelas políticas radicais que defendem, mas também pela sua abordagem direta e, por vezes, confrontadora e “lacradora”. Suas integrantes usam as redes sociais para lançar seus ataquem, alcançar um público majoritariamente jovem e, por vezes, desafiar a liderança de seu próprio partido, o Democrata.

A importância do “Esquadrão” reside na sua capacidade de influenciar o debate público e político nos Estados Unidos. Representando uma nova geração de políticos extremistas, alinhadas com pautas da Geração Z (nascidos entre 1990 e 2010), que não conviveram com a Guerra Fria e os horrores do bloco soviético.

Brasil

Janones perde protagonismo

26.02.2024 16:01 2 minutos de leitura
Visualizar

Silvio Almeida acusa Israel de "apartheid" na ONU

Visualizar

PSDB à deriva em São Paulo

Visualizar

"Estimativa de público tem caráter técnico", diz PM após ruídos

Visualizar

Mais um candidato à cadeira de Sergio Moro

Visualizar

Deputado quer proibir a instalação de sessões eleitorais em sedes de sindicatos

Visualizar

Tags relacionadas

Câmara dos Deputados dos EUA Hamas
< Notícia Anterior

Fevereiro começa com aumento em gasolina e diesel

01.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Um rolê de “Celtinha” em “Martalândia”

01.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Alexandre Borges

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (2)

Marian

2024-02-01 10:04:45

Deixar o inimigo entrar? Parece óbvio não?


Carlos Renato Cardoso Da Costa

2024-02-01 09:52:05

Apenas insanidade pode justificar ser contra um PL desses


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Silvio Almeida acusa Israel de "apartheid" na ONU

Silvio Almeida acusa Israel de "apartheid" na ONU

26.02.2024 15:46 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Líderes europeus reunidos em Paris para reforçar apoio à Ucrânia

Líderes europeus reunidos em Paris para reforçar apoio à Ucrânia

26.02.2024 14:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Hungria dá sinal verde à entrada da Suécia na Otan

Hungria dá sinal verde à entrada da Suécia na Otan

26.02.2024 13:57 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Startup aposta em criação de insetos para combater mudanças climáticas

Startup aposta em criação de insetos para combater mudanças climáticas

26.02.2024 13:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.