O Antagonista

Crusoé: reforma de Milei volta às comissões temáticas na Câmara

avatar
Caio Mattos, De Buenos Aires
3 minutos de leitura 06.02.2024 20:06 comentários
Mundo

Crusoé: reforma de Milei volta às comissões temáticas na Câmara

Decisão veio após uma série de derrotas na votação dos destaques da reforma; oposição derrubou

avatar
Caio Mattos, De Buenos Aires
3 minutos de leitura 06.02.2024 20:06 comentários 0
Crusoé: reforma de Milei volta às comissões temáticas na Câmara
Foto: Reprodução/X Javier Milei

O plenário da Câmara dos Deputados da Argentina devolveu, nesta terça-feira, 6 de fevereiro, o projeto de lei ómnibus do governo Milei às comissões temáticas, primeira etapa do trâmite legislativo.

A decisão veio após uma série de derrotas da base na votação dos destaques individuais das centenas de artigos do projeto.

Ao todo, o plenário analisou apenas seis artigos de um total de 224.

A oposição conseguiu reprovar diversos incisos dos artigos 4º e 5º do texto, que tratavam dos estados de emergências para garantir ao Executivo poderes extraoficiais para burlar burocracia e trâmites legislativos.

Se o projeto votado em Câmara entrasse em vigor, sem nenhuma alteração, o governo teria poderes extraoficiais sobre parte da política econômica e da administração pública, bem menos do que as seis áreas almejadas originalmente.

Com a derrota nesse artigo, a base governista convocou um intervalo de 15 minutos que acabou durando mais de meia hora para negociar com a oposição dialoguista um apoio para o capítulo das privatizações.

As negociações não resultaram em nenhum avanço para o governo.

Quando a sessão em plenário retornou do intervalo, os deputados aprovaram devolver o texto à fase de comissões temáticas.

Segundo a imprensa argentina, o conselheiro especial do governo Santiago Caputo foi quem sugeriu que o retorno às comissões.

O que acontece agora com a reforma de Milei?

Com a volta à fase de comissões, tudo o que foi votado sobre o texto até então foi anulado.

A expectativa é que os trechos do projeto que não geraram resistência devam permanecer intactos no nova resolução da lei ómnibus, a ser apresentada pelas comissões temáticas.

A lei ómnibus já não havia sido aprovada pelo plenário?

Na sexta-feira, 2, o plenário da Câmara aprovou o texto-base da reforma de Milei com 144 votos a favor, e 109 contra, após três dias seguidos de debates.

Naquela ocasião, a base governista contou com os votos da oposição dialoguista, composta pelos desafetos do ex-presidente Mauricio Macri, hoje aliado de Milei.

Salvo exceções, votaram contra o projeto apenas os peronistas, que formam o bloco Union por La Patria, e a esquerda não peronista.

Essa vitória era prevista pelo governo, porque já contava com o apoio da oposição dialoguista havia dias.

A preocupação da situação sempre foi a votação dos destaques individualmente para os hoje 224 artigos estimados do projeto, que originalmente contava com 664.

Desde que o texto passou pela fase de comissões temáticas pela primeira vez, no final de janeiro, a oposição dialoguista declarava apoio ao texto com ressalvas a capítulos chaves.

As duas principais forças da oposição dialoguista, os radicales e a Coalizão Federal, já anunciavam oposição a diversos artigos, em especial sobre reforma fiscal, privatizações e estados de emergência.

O que o governo cedeu em reforma fiscal?

O governo cedeu várias concessões desde que a sua resolução…

Leia mais em Crusoé

Esportes

Alexandre Pato fala sobre os bastidores da sua saída do São Paulo

28.02.2024 23:00 2 minutos de leitura
Visualizar

Estátua de Daniel Alves é vandalizada em Juazeiro, sua cidade natal

Visualizar

A "epidemia geral" de Barroso

Visualizar

Flamengo considera vender Gabigol para lucrar com o atacante

Visualizar

Lula continua a ecoar o Hamas: “Genocídio”

Visualizar

Atacante Yuri Alberto visita crianças com câncer no GACC

Visualizar

Tags relacionadas

Argentina Javier Milei
< Notícia Anterior

Arana fala sobre polêmica com Felipão e critica preço dos ingressos na arena MRV: "absurdo"

06.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

O que acontece com o trono britânico caso o Rei Charles precise se afastar?

06.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Caio Mattos, De Buenos Aires

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Estação Espacial Internacional terá uma mulher na gerência pela primeira vez

Estação Espacial Internacional terá uma mulher na gerência pela primeira vez

28.02.2024 20:14 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Suprema Corte vai julgar caso de imunidade de Trump

Suprema Corte vai julgar caso de imunidade de Trump

28.02.2024 19:28 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Rússia ameaça adotar ação militar caso Suécia entre na OTAN

Rússia ameaça adotar ação militar caso Suécia entre na OTAN

28.02.2024 19:21 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Um morto e dois desaparecidos após problemas em barco de migrantes no Canal da Mancha

Um morto e dois desaparecidos após problemas em barco de migrantes no Canal da Mancha

28.02.2024 18:36 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.