Crusoé: Milei anuncia 3º mês de superávit Crusoé: Milei anuncia 3º mês de superávit
O Antagonista

Crusoé: Milei anuncia 3º mês de superávit

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 22.04.2024 21:35 comentários
Mundo

Crusoé: Milei anuncia 3º mês de superávit

"Entendo que a situação é dura, mas percorremos mais da metade do caminho", disse Milei. "O esforço vai valer a pena", acrescentou

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 22.04.2024 21:35 comentários 0
Crusoé: Milei anuncia 3º mês de superávit
Reprodução

Em pronunciamento pré-gravado transmitido em rede nacional na noite desta segunda-feira, 22 de abril, presidente da Argentina, Javier Milei (foto), anunciou o terceiro mês seguido de superávit financeiro.

Os superávits financeiros significam que o governo arrecada mais do que gasta, incluindo com pagamentos de dívidas e juros. A responsabilidade fiscal da Casa Rosada sob Milei é o motor da atual desaceleração da inflação.

O saldo de março foi de 275 bilhões de pesos, equivalente a cerca de 275 milhões de dólares.

Em fevereiro, o saldo das contas do governo foi de 338 bilhões de pesos e, em janeiro, de 518 bilhões de pesos.

“[O superávit] é o único ponto de partida possível para acabar de uma vez por todas com o inferno inflacionário que foi a Argentina desde a queda da convertibilidade”, disse Milei no pronunciamento desta segunda.

O presidente afirmou que a economia argentina deve retomar o crescimento, apesar de não especificar um cronograma — o país está hoje em recessão e a previsão é que se consolide o encolhimento do PIB ao longo de 2024.

A Argentina voltaria a crescer, segundo Milei, devido à expansão do agro e dos setores mineral e petrolífero, ao investimento estrangeiro e ao encolhimento do Estado, que estimularia o avanço do setor privado em 15 pontos do PIB.

O libertário também reconheceu o impacto do reajuste na sociedade, que é sua única base de apoio político visto sua debilidade no Congresso.

“Entendo que a situação é dura, mas percorremos mais da metade do caminho”, disse Milei. “O esforço vai valer a pena”, acrescentou.

O que vem pelos próximos dias na Argentina?

A escolha de transmitir nesta segunda-feira, 22 de abril, este que foi o terceiro anúncio em rede nacional de Milei se explica pela agenda dos próximos dias.

Para terça-feira, 23, está convocada uma manifestação geral de estudantes universitários contra os cortes nos repasses às universidades públicas.

As instituições sustentadas pelo governo nacional perderam de 30% a 40% de seu orçamento no primeiro trimestre de 2024, comparado ao mesmo período no ano anterior.

Os dados são da Associação Argentina de Orçamento e Administração Financeira Pública.

A Universidade de Buenos Aires (UBA), a maior do país, teve redução de 32,5% no orçamento. O reitor da universidade ameaça fechá-la pelo restante do ano se a Casa Rosada não reajustar os repasses.

Desde a semana passada, a UBA cortou a luz de entradas e corredores das faculdades; ilumina-se apenas as salas de aula sem janela aberta. O hospital universitário teve de suspender cirurgias e funciona a 30% da capacidade.

O tema será tratado em uma sessão extraordinária da Câmara dos Deputados nesta quarta, 24.

Para além da oposição no meio acadêmico, Milei tem pela frente duas manifestações do sindicalismo e de movimentos sociais.

Primeiro, há a tradicional mobilização de 1º de maio, na quarta-feira da semana que vem.

Depois, para 9 de maio, está prevista uma greve geral da Confederação Geral do Trabalho (CGT), a maior central sindical da Argentina. Essa será a segunda desde o início do mandato de Milei.

Em meio a essa série de manifestações, o governo tenta avançar com o novo pacotão de reformas ómnibus no Congresso.

O texto será debatido em fase de comissões entre quarta, 24, e quinta, 25, com expectativa de votação no plenário da Câmara dos Deputados até terça da semana que vem, 30.

A aprovação do texto é fundamental para implementar as reformas estruturais que o governo precisa para manter a sua política econômica.

Como o governo Milei registra superávits?…

Leia mais em Crusoé

Mundo

Turista é feita “refém” em hospital turco por não pagar a conta

28.05.2024 22:43 3 minutos de leitura
Visualizar

Luciano Camargo confirma nova fase gospel e revela motivo

Visualizar

Câmara aprova 'PL das blusinhas da Shein' e taxa importados de até US$ 50 em 20%

Visualizar

Série baseada no filme Cidade de Deus estreia em agosto

Visualizar

Até Maria do Rosário e Tabata votaram contra Lula por fim das saidinhas

Visualizar

Acabou a festa das blusinhas e das "bugigangas"

Carlos Graieb Visualizar

Tags relacionadas

Argentina Javier Milei
< Notícia Anterior

Alerta em Noronha com branqueamento de corais

22.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Crusoé: "Twitter Files" mostra que TSE também censurou a esquerda

22.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Turista é feita “refém” em hospital turco por não pagar a conta

Turista é feita “refém” em hospital turco por não pagar a conta

28.05.2024 22:43 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Nvidia atinge quase U$ 3 trilhões em valor de mercado e cola na Apple

Nvidia atinge quase U$ 3 trilhões em valor de mercado e cola na Apple

28.05.2024 21:02 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: O que Robert De Niro não sabe sobre Trump

Crusoé: O que Robert De Niro não sabe sobre Trump

28.05.2024 20:55 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Nubank é o banco mais valioso da América Latina

Nubank é o banco mais valioso da América Latina

28.05.2024 20:29 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.