Crusoé: EUA se irritam com proibição das Maldivas a israelenses Crusoé: EUA se irritam com proibição das Maldivas a israelenses
O Antagonista

Crusoé: EUA se irritam com proibição das Maldivas a israelenses

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 05.06.2024 11:22 comentários
Mundo

Crusoé: EUA se irritam com proibição das Maldivas a israelenses

Nação minúscula e paradisíaca no oceano Índico, as Maldivas baixaram regra como retaliação à guerra com o Hamas

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 05.06.2024 11:22 comentários 2
Crusoé: EUA se irritam com proibição das Maldivas a israelenses
Wikimedia Commons

A República das Maldivas anunciou, nesta semana, que passará a proibir cidadãos com o passaporte israelense de entrar no país. A minúscula nação insular, ao sul da Índia, é conhecida pelas praias paradisíacas e seria o 28º país a proibir a entrada de israelenses em seu território.

Desta vez, no entanto, a questão ganhou corpo e chegou até o Congresso dos Estados Unidos — que quer convencer o país de 530 mil habitantes do contrário. Um projeto de lei estaria em gestação no Congresso Americano para garantir que o financiamento de Washington ao país só será concretizado se o banimento for suspenso.

A ideia, do parlamentar Josh Gottenheimer (Democrata-Nova Jersey), um dos mais vocais defensores da aliança com Israel no parlamento, foi revelada pelo portal de notícias americano Axios.

No domingo, 2, o presidente maldivo Mohammed Muizzu indicou que tomará a decisão baseada em um pedido do seu gabinete de ministros. O motivo seria a guerra de Israel contra o Hamas na Faixa de Gaza — sendo um país de maioria muçulmana, o arquipélago se alinhou quase automaticamente à Palestina.

Quando a Corte Internacional de Justiça julgou que Israel deveria interromper os ataques na região, Muizzu definiu como “indizíveis atos de brutalidade em Rafah”, além de cobrar o respeito às fronteiras originais da Palestina.

O governo do conjunto de ilhas chegou a encaminhar um “enviado para necessidades da Palestina” à região, assim como iniciou uma campanha de contribuição popular para encaminhar roupas e alimentos à comunidade muçulmana na Faixa de Gaza. Foram 11 mil israelenses no país em 2023, menos de 0,6% dos turistas que chegaram ao país.

Leia mais aqui; assine Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Mundo

Tempestade catastrófica em Moscou: Uma tragédia com mortes

20.06.2024 22:51 2 minutos de leitura
Visualizar

Suspeitos de roubo de Rolexa do "Dentista dos Famosos" são presos

Visualizar

Com gol nos acréscimos, Flamengo vence o Bahia e é líder do Brasileirão

Visualizar

São João em São Paulo: Guia completo para 2024

Visualizar

12 migrantes mortos são resgatados do mar pelo governo italiano

Visualizar

Cracolândia: Grades e operações policiais causam polêmicas

Visualizar

Tags relacionadas

congresso dos eua Crusoé EUA Israel Maldivas
< Notícia Anterior

Starliner: Nova tentativa de lançamento com a NASA

05.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Político alemão do AfD é esfaqueado

05.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (2)

Marian

2024-06-05 23:02:51

Na torcida para que outros países condenem e boicotem o turismo desse país. Aí quero ver.


Marcelo Augusto Monteiro Ferraz

2024-06-05 15:30:43

É Impressionante a dificuldade de muitos países do oriente de perceberem os malefícios da inclusão de preceitos religiosos em questões de estado. Tal condição é uma das principais causas do surgimento e manutenção da intolerância e de conflitos catastróficos há séculos ou milênios. Quanta ignorância e quanto recalque! Viva Israel, o Ocidente, a democracia, a liberdade, a prosperidade e a paz!


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Tempestade catastrófica em Moscou: Uma tragédia com mortes

Tempestade catastrófica em Moscou: Uma tragédia com mortes

20.06.2024 22:51 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
12 migrantes mortos são resgatados do mar pelo governo italiano

12 migrantes mortos são resgatados do mar pelo governo italiano

20.06.2024 21:22 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: Seoul considera armar Ucrânia após acordo entre Rússia e Coreia do Norte

Crusoé: Seoul considera armar Ucrânia após acordo entre Rússia e Coreia do Norte

20.06.2024 21:02 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Filipinas divulga vídeo sob ataque chinês com armas brancas

Filipinas divulga vídeo sob ataque chinês com armas brancas

20.06.2024 20:08 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.