O Antagonista

Crusoé: “A ONU é um terror”

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 02.02.2024 10:47 comentários
Mundo

Crusoé: “A ONU é um terror”

Funcionários de agência criada para atender aos refugiados palestinos participaram do ataque do Hamas em Israel. Já passou da hora de fechá-la

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 02.02.2024 10:47 comentários 1
Crusoé: “A ONU é um terror”
Foto: UNRWA

Diversas provas demonstraram nos últimos dias que funcionários da UNRWA, a Agência da ONU para os Refugiados Palestinos, participaram do ataque do Hamas em Israel, comprovando que já passou da hora de fechá-la, diz Crusoé.

“Criada em 1949 para dar assistência a 750 mil pessoas deslocadas pela guerra que se seguiu à criação de Israel, a Agência da ONU para os Refugiados Palestinos (UNRWA, na sigla em inglês), enfrenta a sua maior crise de legitimidade. Embora tenha sido pensada com fins humanitários, diversas provas demonstraram nos últimos dias que a organização é uma das principais estimuladoras do ódio contra judeus e do terrorismo no Oriente Médio. São tantas as evidências que agora há sérias dúvidas se a organização terá alguma participação na reconstrução da Faixa de Gaza, quando a guerra terminar.”

“Pelo menos doze funcionários da UNRWA participaram dos ataques terroristas em Israel em 7 de outubro, como demonstrou, para além de dúvidas, um relatório de inteligência israelense. Dez deles pertenciam ao Hamas. Um era da Jihad Islâmica. Seis deles entraram nesse dia em Israel com outros terroristas, como prova a geolocalização de seus celulares. Os que não participaram diretamente da ação compraram munições, guardaram lançadores de granadas ou ajudaram na logística. Sete eram professores de escolas da UNRWA, ministrando disciplinas como matemática e árabe. Dois tinham outras funções, também em colégios. Um deles, da cidade de Khan Younis, sequestrou uma mulher israelense com seu filho.”

“Mas esses doze são uma amostra ínfima do vínculo entre a agência e os terroristas. A UNRWA está apinhada deles. Uma reportagem do jornal americano Wall Street Journal publicada na segunda, 29, mostrou que 23% de todos os funcionários homens da agência têm conexão com o terror. No total, cerca de 1.200 dos empregados fazem parte do Hamas ou da Jihad Islâmica. Eles representam um em cada dez assalariados da UNRWA.”

Leia mais aqui; assine Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Esportes

Corinthians é eliminado do Paulistão após vitória da Inter de Limeira

02.03.2024 23:06 2 minutos de leitura
Visualizar

Navalny: o sopro de liberdade que desafia Putin

Catarina Rochamonte Visualizar

Confira os adversários de Grêmio e Inter nas quartas de final do Gauchão

Visualizar

Augusto Melo confirma que dívida do Corinthians com Rojas é de R$ 8 milhões

Visualizar

Casal preso por vaquinha online falsa para criança com câncer no RJ

Visualizar

Turista brasileira sofre estupro coletivo na Índia

Visualizar

Tags relacionadas

Crusoé Hamas ONU UNRWA
< Notícia Anterior

Dino protocola primeiro projeto como senador

02.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Dublê de “Lobo de Wall Street" volta preso ao Brasil

02.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (1)

EUD

2024-02-02 13:03:34

Comunistas São Contra A Liberdade Individual Ou Coletiva. São A Favor Das Proibições Generalizadas. Quanto Mais Proibido, Melhor !!!!!!!


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Turista brasileira sofre estupro coletivo na Índia

Turista brasileira sofre estupro coletivo na Índia

02.03.2024 21:36 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Aquecimento global fecha estações de esqui na Suécia

Aquecimento global fecha estações de esqui na Suécia

02.03.2024 20:48 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Presidente da Irlanda hospitalizado para monitoramento

Presidente da Irlanda hospitalizado para monitoramento

02.03.2024 20:40 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Tempestade de neve na Califórnia fecha estações de esqui

Tempestade de neve na Califórnia fecha estações de esqui

02.03.2024 20:14 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.