Crise no Sudão: Mais de 50 mortos em 5 dias em El Fasher Crise no Sudão: Mais de 50 mortos em 5 dias em El Fasher
O Antagonista

Crise no Sudão: Mais de 50 mortos em 5 dias em El Fasher

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 16.05.2024 11:51 comentários
Mundo

Crise no Sudão: Mais de 50 mortos em 5 dias em El Fasher

Crise em El Fasher escala: 56 mortos e violência alarmante em Darfur do Norte, relata MSF. Conflitos intensificados ameaçam segurança

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 16.05.2024 11:51 comentários 0
Crise no Sudão: Mais de 50 mortos em 5 dias em El Fasher
EBRAHIM HAMID/AFP/AFP

A crescente violência em El Fasher, capital do estado de Darfur do Norte no Sudão, tem suscitado preocupações globais após o alarmante número de vítimas nos últimos dias. Segundo os Médicos Sem Fronteiras (MSF), pelo menos 56 pessoas foram mortas entre a última sexta-feira e a quarta-feira, enquanto conflitos intensificados lançam sombras sobre a segurança regional.

O que está acontecendo em El Fasher?

A cidade, que antes era considerada um refúgio seguro em meio à instabilidade de outras áreas de Darfur, agora testemunha uma dura realidade. Combates entre grupos paramilitares e forças governamentais transformaram o local em um cenário de guerra, com relatos de franco-atiradores e bombardeios frequentes ameaçando a vida dos civis.

Magnitude da crise humanitária

Com a intensidade dos confrontos, muitos residentes não conseguem sequer alcançar as instalações médicas para receber cuidados. O MSF reportou a chegada de 454 vítimas ao Hospital do Sul de El Fasher desde a última sexta-feira, das quais 56 não resistiram aos ferimentos.

Análises confirmam severos danos

Um relatório recente do Laboratório de Pesquisa Humanitária da Escola de Saúde Pública de Yale confirmou “danos significativos” em áreas do leste e sudeste de El Fasher, consistentes com os relatos de combates e bombardeios pesados envolvendo as Rapid Support Forces (RSF) e as Forças Armadas Sudanesas (SAF).

Repercussões internacionais

Os desdobramentos em Darfur do Norte não passaram despercebidos no cenário internacional. O representante especial adjunto da ONU para o Sudão, Clementine Nkweta-Salami, expressou preocupação com a escalada das hostilidades, destacando o perigo iminente para toda a cidade. Adicionalmente, os Estados Unidos impuseram sanções a dois comandantes das RSF por suas ações no conflito.

Impacto maior do conflito

Desde o início da guerra civil no Sudão em abril de 2023, a situação humanitária deteriorou-se drasticamente. O Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários indica que mais de 8,8 milhões de pessoas foram deslocadas de suas casas e cerca de 24,8 milhões necessitam de assistência urgente.

Esta crise em El Fasher destaca as contínuas tensões e a necessidade de uma solução urgente que estabilize a região e proteja os civis de mais violência e desespero. A comunidade internacional, junto com organizações humanitárias, deve intensificar seus esforços para aliviar o sofrimento nessa área afligida e procurar maneiras de restaurar a paz.

Mundo

Turista é feita “refém” em hospital turco por não pagar a conta

28.05.2024 22:43 3 minutos de leitura
Visualizar

Luciano Camargo confirma nova fase gospel e revela motivo

Visualizar

Câmara aprova 'PL das blusinhas da Shein' e taxa importados de até US$ 50 em 20%

Visualizar

Série baseada no filme Cidade de Deus estreia em agosto

Visualizar

Até Maria do Rosário e Tabata votaram contra Lula por fim das saidinhas

Visualizar

Acabou a festa das blusinhas e das "bugigangas"

Carlos Graieb Visualizar

Tags relacionadas

guerra civil Sudão
< Notícia Anterior

Qual será o papel do ministério de Paulo Pimenta no RS

16.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

PGR quer fugitivos do 8 de janeiro na lista da Interpol

16.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Turista é feita “refém” em hospital turco por não pagar a conta

Turista é feita “refém” em hospital turco por não pagar a conta

28.05.2024 22:43 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Nvidia atinge quase U$ 3 trilhões em valor de mercado e cola na Apple

Nvidia atinge quase U$ 3 trilhões em valor de mercado e cola na Apple

28.05.2024 21:02 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: O que Robert De Niro não sabe sobre Trump

Crusoé: O que Robert De Niro não sabe sobre Trump

28.05.2024 20:55 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Nubank é o banco mais valioso da América Latina

Nubank é o banco mais valioso da América Latina

28.05.2024 20:29 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.